Gulodices

É tempo da maçã de Fontanelas perfumada e suculenta, muito porque plantada em chão de areia e acariciada pela brisa do mar. Ainda há dias se realizou nesta aldeia sintrense o seu festival anual, onde uma vez mais foi cabeça de cartaz entre palestras e muitas vendas. Assei uma dúzia, esta manhã, receita simples sem muito que se lhe diga, só que desta juntei-lhes ginjinha caseira, que lá no programa há uma senhora, a Lucas, que nunca se esquece de me levar uma garrafinha do licor, sempre que o faz com canela, açúcar, ginja da boa e muita ternura.

E já que o forno estava ligado porque não aproveitá-lo também para cozer um bolo de chocolate e coco (feliz “conculinato”)? A meio desta tarde, bonita de chuva, vai saber-me muito bem uma fatia (uma atrás de outra, claro, que por chocolate me perco) com uma confortante chávena de chá.

maçãs raineta

manteiga

açúcar amarelo

ginjinha

pau de canela

mel

Lave as maçãs e seque-as.

Retire o coração a cada uma das maçãs, deixando contudo o fundo intacto. A ideia é criar como que um reservatório em cada maçã onde vai colocar uma noz pequena de manteiga, uma colher (chá) de açúcar amarelo e um pedaço de pau de canela. Coloque as maçãs num tabuleiro de ir ao forno.

Regue-as com um copo de ginjinha, tanto melhor se caseira.

Leve ao forno e deixe que assem a 180 graus.

Quando assadas, mais ou menos firmes, consoante o seu gosto, retire o tabuleiro do forno.

Pincele as maçãs ainda quentes com uma fina camada de mel.

Também gosto de as pincelar com “marple syrup”.

Bolo de chocolate e coco

170 gr. de chocolate preto

150 gr. de açúcar

150 gr. de manteiga

4 ovos

80 gr. de farinha

1 colher (chá) de fermento em pó

80 gr. de coco ralado

1 colher (sopa) de açúcar em pó

Derreta o chocolate com a manteiga em banho-maria ou no microondas.

Mexa bem de modo obter um creme de chocolate.

Separe as gemas das claras. Junte as gemas, uma uma, ao chocolate derretido. Acrescente o açúcar e misture.

Peneire a farinha com o fermento misturado e junte ao creme de chocolate. Mexa muito bem.

Bata as claras em castelo. Junte o açúcar em pó e continue a bater até ficarem bem firmes.

Incorpore-as no creme de chocolate. Por fim junte o coco ralado, misturando levemente. Deite a massa numa forma redonda untada de manteiga, polvilhada de farinha e forrada, no fundo, com papel vegetal também ele untado e polvilhado.

Leve ao forno, a 180 graus.

O bolo estará pronto quando ao espetar-lhe um palito este sair enxuto.

Desenforme sobre uma rede ou grelha e deixe arrefecer.

Decore a gosto.

9 comentários a “Gulodices

  1. Ana Baroseiro

    As suas receitas são sempre deliciosas. Já agora podia dizer à Cristina que publicasse a receita do bolo de São Martinho que está no blog dela mas a receita não. Obrigada. Beijinhos

    Responder
  2. Carla Pinto

    Boa tarde.
    O sr Manuel não descreve onde juntou os 150 gramas de açúcar. Terá confundido com o açúcar em pó nas claras? Sendo o açúcar em pó só para decorar?
    Obrigada pela atenção e resposta, se for o caso

    Responder
  3. Paulinha Velez

    MLG
    Cada vez que vejo essas maças lembro me do meu pai…tambem ele teve casa em Fontanelas,na praia da Aguda a tal Casa da Chaminé que ainda hoje está no meu coração..
    Depois de uma vida de trabalho os meus pais trocaram Sao Joao do Estoril ,,,pela vida do campo..acho que foram os tempos em que mais aprendi ,,,eramos quatro manas eu a mais velha, mas era apenas um ano que nos separava…eu amava tudo…elas odiavam tudo 🙂
    Cheguei a apanhar maçãs com quase um kilo,,,aquelas macieiras rasteiras em chao de areia jamais esquecerei…o cheiro…a maçã assada…saudades desses tempos.
    Durou ainda uma meia duzia de anos até que começou a moda (anos 90) de se comprar quintas para se fazer casamentos,e foi aí que o meu pai vendeu e comprou uma casa mais pequena…nunca questionei o meu pai até esse dia,,,chorei muito e acho que ainda choro…
    um sonho secreto….um dia a Quinta da Chaminé ainda será minh,pois acho que nunca deixou de ser..
    e agora vou ver se arranjo umas maças para por no forno e matar saudades…
    beijssss

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *