Aquivo do autor: admin

de perto1

De perto!

Gosto do detalhe, do pequeno pormenor. Muitas vezes são eles que fazem a diferença. No monte é fácil “perdermo-nos” na coisa, aparentemente, pequena e simples. Há uma paz infinita na solidão da planície e é nela que me acho.

Ler mais
vidro1

Uma boa ideia!

Que eles são necessários já sabemos, neste caso, para a recolha de todo o vidro não utilizado para mais tarde ser reciclado, mas que os vidrões são inestéticos, são, sobretudo pela sua enormeza. Não há volta a dar-lhes, dir-me-á, que importante mesmo é cuidarmos do ambiente, pois também eu pensava assim antes de saber da […]

Ler mais
atcnmee6

E vão três!

Mais uma gala e vão três! Carolina Torres, para mim a grande surpresa da edição anterior, que não a conhecia de todo e fiquei fã pelo seu talento e humor, e Ricardo Soler, concorrente da série de duetos (aqui para nós a que mais gostei, mas isto sou eu que me pelo por ouvir cantar […]

Ler mais
monte5

Domingo no Monte

Algumas nuvens não davam para ameaçar a tarefa. Havia que cuidar dos canteiros, queimados do frio e das geadas. Flores nem vê-las, que ainda não é o tempo delas, resistem os oliandros e algumas ervas de bom cheiro. Foi dia de revolver a terra, de a estrumar com esterco das nossas éguas curtido pelo sol […]

Ler mais
rodin15

Com Rodin

A primeira vez que estive junto às obras de Rodin foi, curiosamente, em Viena e por mero acaso. Caminhando sem destino pelo centro histórico, dei de caras com uma exposição retrospectiva das mais importantes obras do escultor. Foi uma emoção, a juntar a outras (como assistir a “Don Giovanni” de Mozart, nos Jardins de Schonbrunn, […]

Ler mais
paris6

Postal de Paris

Sempre que vou a Paris penso não fotografar, já que tantas vezes o fiz, mas depois não resisto. É como o que sinto: já lá fui mais de sessenta vezes mas o arrebatamento é sempre como se fosse a primeira.

Ler mais
bordeus2

Postal de Bordéus

Praça da Bolsa Onde estou costuma haver um espelho de água que reflecte toda a Praça. Catedral de Bordéus Porta medieval, a principal da cidade de então. Arte urbana junto ao Grande Teatro Pormenor do monumento aos girondinos, um dos grupos políticos ao tempo da Revolução Francesa, naquela que é a maior praça de Bordéus […]

Ler mais
Rotschild2

Nos domínios da família Rotschild

Falar de “Chateau Mouton Rotschild” é falar de um dos melhores vinhos do Mundo. Visitar as caves, a uma hora de Bordéus, é entrar num mundo feito de paixão, de saber e de audácia, marcado pelas personalidades de Philippine de Rotschild (1933/2014) e de seu pai, o barão Philipe de Rotschild (1902/1988). A história do […]

Ler mais
Bernard Magrez4

Na “casa” de Bernard Magrez

Bernard Magrez, de oitenta e dois anos, tem a quarta maior fortuna de França. Senhor de quarenta propriedades vinícolas, tem nos últimos quarenta anos dedicado a sua vida a elevar os seus vinhos ao patamar da mais celebrada excelência. O seu “Chateau du Pape Clement” é disso exemplo. Este em concreto ganha o nome do […]

Ler mais
Saint-Emilion1

Caverna de tesouros

Museu e olaria são duas palavras que despertam sempre a minha atenção, por isso mal cheguei a Saint-Emilion percebi que não poderia deixar de ver o seu museu. Estava longe era de imaginar que todo ele está instalado no interior de uma antiga pedreira, de onde se tiraram as pedras para muralhar a vila, mais […]

Ler mais
atcnmee7

E vão duas!

Quando sou eu a conversar com os concorrentes, o que acontece pela manhã, para que depois se iniciem os trabalhos de caracterização que as imitações exigem, acabo por almoçar e ficar pelos estúdios da Venda do Pinheiro até às horas da gravação e é no meu camarim, entre leituras e escritos para o blogue, que […]

Ler mais
cristina

De camarote…

… assisti a tudo quanto se disse na última semana sobre a revista Cristina e a própria que lhe dá nome e nervo, sabendo há cerca de um mês que estes dias iriam chegar: o dia em que a “Masemba” dá conta do fim de um contrato que unia as duas partes, não deixando contudo […]

Ler mais
palacio_ajuda1

Um olhar real

Não me canso de visitar o Palácio Nacional da Ajuda, tanto é o que descubro a cada ida, entre salas, objectos, livros e exposições temporárias. Mercê da dedicação do seu director José Alberto Ribeiro, há sempre iniciativas a acontecer naquele que é, sem dúvida, o nosso maior museu de artes decorativas. Não me alongo na […]

Ler mais
atcnmee10

De volta!

Ainda há duas semanas acabou uma série de “A tua cara não me é estranha” e já estamos de volta, agora ao domingo, se bem que para uma série mais pequena de galas especiais. Já está tudo gravado, mas a qualidade do que viu esta noite, e há-de continuar a ver nas próximas semanas, é […]

Ler mais
barons_cage1

Os sapatos do barão

Gosto de saber da qualidade do nosso calçado e que damos cartas nos grandes mercados internacionais, usando a mestria dos nossos artesãos aliada a um “design” contemporâneo e sedutor. Veja-se o caso da recente marca “The Baron’s cage” (pena que o nome não seja em português mas compreendo-o no objectivo de conquistar outros públicos, que […]

Ler mais
Untitled

Ruas da minha cidade

Rua de São Bento Rua de muitos negócios como o das antiguidades, se bem nem todas as coisas velhas o sejam ou venham a ser, por falta de interesse artístico, valendo porém como curiosidades; de acervos documentais únicos como o de Mário Soares na sua Fundação; de disputas políticas em nome da Democracia, na sua […]

Ler mais
casa de Anastácio Gonçalves1

Na Casa de Anastácio Gonçalves

Já o deveria ter feito há muito tempo, tantas as vezes que à porta passei gabando-lhe a arquitectura, desconhecendo porém o recheio, mas desta é que foi e lá diz o povo que “mais vale tarde do que nunca”. Entrar numa casa-museu, seja ela qual for, é sempre comovente por ser um espaço vivido e […]

Ler mais
hilary vs ivanka

Branco, branco e mais branco!

hillary clinton Na recente cerimónia de posse de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos da América três pessoas se destacaram pela coincidência da alvura das suas fatiotas. Mas será que a escolha de Ivanka e Tiffany, filhas de Donald Trump, tem o mesmo significado que a de Hillary Clinton, sua adversária? Esta é a […]

Ler mais
julio cesar

J de Júlio e de Joel

Tenho verdadeira estima pelo actor Júlio César, tantas as memórias a ele associadas. Habituei me a vê-lo no teatro de revista e de comédia, de que recordo algumas inspiradas interpretações, como uma recriação de Fernando Pessoa, a partir do retrato que dele pintou Almada Negreiros, no palco do Monumental, não posso é precisar o nome […]

Ler mais
vitor sobral

Parabéns Chefe!

Chefe Victor Sobral 50 anos de idade 30 anos de carreira Dizê-lo “homem do petisco”, como ouvi ontem numa reportagem televisiva com que se procurava celebrar os seus já trinta anos de carreira, é pouco, muito pouco, para quem foi um dos pioneiros da moderna cozinha portuguesa. Para melhor entendermos o conceito teremos de recordar […]

Ler mais
alentejo1

Tinto, petiscos e amigos

É difícil resistir aos petiscos do “Tola” (chef Joaquim Ramalho), por isso em estando no monte tenho de lá ir saboreá-los, uma vez que seja. É o Alentejo que se serve à mesa, de modo inspirado e genuíno, com a garantia de qualidade do produto. Já o seu filho Filipe oficia entre Monforte e Vaiamonte, […]

Ler mais
goucha

Vestido para a festa!

Sim, não são para o dia-a-dia, ir ao supermercado ou até mesmo para o meu ofício matinal de apresentação. São de festa, eventos formais ou galas que exigem outro brilho. São espectáculo, que é dele que se faz a minha vida! Salvo raras excepções (fotos 4, 8, 10), todos os smokings ou casacos de gala […]

Ler mais
atcnmee3

O final?

E será que acabou “A tua cara não me é estranha? A sexta edição sim, pelo que se viu, e foi uma final renhida dada a qualidade dos finalistas (Maria Sampaio, David Antunes, Darko e Jorge Mourato) e das imitações por eles escolhidas. Ganhou David Antunes, brilhando numa soberba imitação de Joe Cocker. Assim termina […]

Ler mais
perks3

Perks (ou melhor, «Regalias»)

Sou de escolher a dedo os eventos em que estou presente, por não ter tempo e menos ainda paciência para conversas de circunstância e festinhas do croquete. Acho mesmo que foi a primeira vez que fui a uma apresentação à imprensa de uma marca, neste caso, de sapatos. Fi-lo porém com gosto, pela marca em […]

Ler mais
cheiro9

A que cheiro?!

Ricardo Claudino foi modelo e tem formação superior em Desporto mas apaixonado que é por fragrâncias diferentes, foi nos perfumes que encontrou o seu actual modo de vida. Uma semana antes do Natal abriu a sua perfumaria de nicho, tais as marcas que exibe, num espaço delicadamente sofisticado, à rua Rodrigues Sampaio. Soube pela Cristina […]

Ler mais
cha3

Onde compro o meu chá!

Numa antiga sapataria de 1880 nasceu uma loja de chá que, em estando ou vivendo em Lisboa, não pode deixar de visitar. Ali compro os meus chás sempre com vontade de comprar mais e mais, tantos os cheiros que me arrebatam. Pensava eu que o problema seria depois deixá-los passar o prazo de validade ou […]

Ler mais
irritadiça

Uma espectadora irritadiça!

“Estou a ver… estou a adorar… A vossa alegria faz-me falta!” (Isabel Vaz) “Tenho por si um apreço que não imagina, sou jovem mas a sua candura é contagiante. Tenho 28 anos, fui empregada doméstica, durante 11 anos, com muito gosto e brio. Recentemente comecei a estudar e todos se riem quando digo que sinto […]

Ler mais
atcnmee13

Antes da final

Estamos a uma semana da grande final e já sabemos quem vai disputar a derradeira das galas: Maria Sampaio, David Antunes, Darko e…, surpresa das surpresas, Jorge Mourato. A sua imitação desta noite, de Louis Armstrong, foi avassaladora, a ponto de o guindar à condição de finalista. Dado que não é cantor, antes actor, a […]

Ler mais
atcnmee5

A primeira Gala do ano

De branco me vesti para a primeira Gala de “A tua cara não me é estranha” de 2017. Branco era o casaco em seda, mais a camisa, o laço e até as bolas dos sapatos, também eles em seda, sendo este o toque mais irreverente de todo o visual. Gostou?

Ler mais
aletria

A minha aletria em calda de açúcar

Era um regalo ver a avó Palmira quando se afadigava na feitura do arroz, doce de açúcar e de muitos cuidados, desde o mexer com pau de laranjeira para que ganhasse travo, até ao rendilhado de canela com que o coroava. Do que gostava mesmo era de rapar o tacho, com o que sobrava do […]

Ler mais