Aquivo do autor: admin

tico_teco5

Mais dois para a família

Estavam para adopção estes dois irmãos de seis meses. Separar um do outro nem pensar e depois “ratoneros bodegueros” que são não vão dar descanso a qualquer rato ou cobricha que apareça intra-muros, lá no monte. A raça é muito popular na Andaluzia, de onde é originária, e é usada nas adegas (bodegas) com a […]

Ler mais
masterchef4

MasterChef Júnior: Metade já está!

Tem sido uma animação! Também, outra coisa não esperava de mais uma edição do MasterChef Júnior. Redigo que, de todos os formatos possíveis, com a marca MasterChef, este é o que me dá mais gozo fazer. Pelos concorrentes, jovens, muito jovens, desafiantes na irrequietude e na imprevisibilidade (o país vai voltar a apaixonar-se por uns […]

Ler mais
cristina11

Minha rosa rubra!

“Vou ser a capa da revista Cristina e vais ser tu a entrevistar-me”- disse-mo de chofre, mal me sentei à mesa do pequeno-almoço. Ela é assim, desafia-nos permanentemente e cabe-nos estar à altura das expectativas. Conheço-a como poucos, tantos são os sonhos, as cumplicidades, os júbilos … que somamos à vida a dois. As suas […]

Ler mais
patchouli1

Cheiro a patchouli

Cá em casa há quem não dispense o cheiro a patchouli, doce, intenso e herbáceo, na pele e na roupa. Confesso que já me habituei, até porque o perfume da marca em questão é resultado de um trabalho cuidado e sofisticado,  mas quando se fala em “patchouli” inevitavelmente recuo aos idos de setenta quando “guedelhudos e drogados” […]

Ler mais
manolo blahnik6

Quando os sapatos são arte!

“Os sapatos do Manolo são melhor que sexo e ainda por cima duram mais!” – quem o disse foi Madonna, referindo-se à paixão de Manolo Blannik, o icónico criador. Manolo Blannik cedo conquistou, com o seu trabalho, um público exigente e de requintado gosto onde pontificam alguns dos nomes mais famosos do espectáculo e da […]

Ler mais
tap1

Nas asas da TAP

Gosto de viajar na TAP, sentindo-a ainda como nossa, por isso só em último caso escolho outra companhia de bandeira. Desta vez foi para Milão e se a segurança da companhia é sempre o primeiro factor a ter em conta, a simpatia e eficiência da tripulação ganha igualmente papel de decisiva importância. Volta e meia […]

Ler mais
Scala2

Na casa da Ópera

Se me perguntassem qual é o meu maior luxo não hesitaria na resposta: sentar-me, volta e meia, no “Alla Scala” de Milão. Gosto de ópera, de bailado, de música clássica … é a Arte que me leva a viajar. Frequento com alguma regularidade o “Fenice”, de Veneza, a ópera de Viena, a “Garnier” e a […]

Ler mais
milao13

Mais perto do céu!

A primeira vez que a vi fiquei que nem basbaque. Não estava a contar com ela, mal saído das galerias Vittorio Emanuele, que quando visito uma cidade gosto de andar um pouco à deriva, e muito menos que tivesse aquela dimensão, por alguma razão é tida como uma das maiores catedrais góticas da Europa. Se […]

Ler mais
douro azul11

A magia de uma noite

Já há quatro anos a festa havia sido memorável, junto ao cais de Gaia, com a ribeira do Porto nos olhos, e há lá melhor vista da cidade! Mário Ferreira não faz por menos, quando quer celebrar o sucesso da sua empresa, considerada em 2016, e pela segunda vez, a melhor da Europa em cruzeiros […]

Ler mais
pai_goucha

Carta a meu pai

Em que estarias a pensar quando me pegaste ao colo? Sei que torceste um pé, tais os pulos de contentamento por eu ter nascido, naquele dia de Natal. Olha que bela prenda a Vida te deu! Que planos terias para mim? Os pais projectam-se nos filhos, bem o sabes, naquele tempo queriam-nos formados em “económico-financeiras” […]

Ler mais
personalidades masculinas lux

Meia dúzia

Pelo sexto ano consecutivo os leitores da revista Lux escolheram-me como personalidade masculina televisiva na área do entretenimento. Fico-lhes grato uma vez mais, pela fidelidade e simpatia. É agradável sermos mimados e gostados, se bem que não pense em prémios ou distinções sempre que entro em estúdio para trabalhar. Penso apenas em ser feliz e […]

Ler mais
nicolau_breyner5

Sempre Nico

O Nicolau deixou-nos há um ano, como o tempo voa. Recordo-o muitas vezes, quando estou comigo e com as lembranças que me enriquecem, património único e inviolável. Hoje foi dia de lembrar como tocou e inspirou quantos com ele privaram profissional e pessoalmente. Na preparação do programa desta manhã lembrei-me do muito material que teríamos […]

Ler mais
memoria1

Objectos da memória!

No monte guardo objectos que me fazem viajar a um tempo já distante mas não perdido, que deste jeito avivo memórias e estórias de quando era catraio e tudo me deslumbrava. Sobre a lareira há uma fiada de utensílios de cobre: dos caçoilos das compotas e geleias, feitos de frutos, açúcar e muito vagar, à […]

Ler mais
collage

Os cinco

Foram estas as fatiotas usadas na mini-série de galas especiais de “A tua cara não me é estranha” e a exemplo do que já havia feito, no final da sexta edição, permita que lhe pergunte: de qual gostou mais? São casacos de gala e smoking criados pelo alfaite Paulo Battista para o espectáculo, televisivo e […]

Ler mais
Joana Reymão Nogueira 1

Com açúcar e afecto

Gosto de quem é empreendedor. Veja-se o caso de Joana Reymão Nogueira e de como o que começou por ser uma simples brincadeira na cozinha, com horas marcadas pela mãe, não fosse toda a rotineira organização da casa descambar, acabou por se tornar num negócio de sucesso e ainda com muita margem de progressão. Foi […]

Ler mais
Cedric Grolet 1

O mago dos doces!

É terno, o que, convenhamos, suscita alguma estranheza num mundo ferozmente competitivo como este da cozinha e da pastelaria. Acresça-se o talento, a honestidade e a humildade e temos ingredientes mais do que suficientes para que todos gostem dele, desde os seus mentores aos pares, passando pelos clientes e pelos críticos gastronómicos. Cedric Grolet foi […]

Ler mais
atcnmee8

Desta é que é!

E pronto, a mini-série de galas especiais de ” A tua cara não me é estranha” terminou. E esta gala tem que se lhe diga por ser diferente das últimas quatro, em que pudemos reencontrar alguns dos grandes nomes que concorreram em edições anteriores. Terá estranhado certamente ter visto os concorrentes da sexta edição, mas […]

Ler mais
atcnmee2

A uma semana do fim

Pois é, quando vi, ainda em catálogo, o tecido que esta noite usei no casaco de gala, pensei em Joana Vasconcelos e nas suas obras vestidas de croché. Porém, é um tecido de Christian Lacroix, tal como foi o da semana passada e será o da próxima. Já havia percebido pelas fotografias do José Ferreira, […]

Ler mais
mercado11

Dia de mercado

Desde que esteja por perto, aos sábados não falho o mercado de Estremoz. Começo por um café no “Águias de Ouro” ou no “Alentejano”, fazendo-o acompanhar por uma empada, mais por gulodice que outra coisa, que o pequeno-almoço já vai tomado de casa e se eu gosto ao fim de semana da mesa posta com […]

Ler mais
de perto1

De perto!

Gosto do detalhe, do pequeno pormenor. Muitas vezes são eles que fazem a diferença. No monte é fácil “perdermo-nos” na coisa, aparentemente, pequena e simples. Há uma paz infinita na solidão da planície e é nela que me acho.

Ler mais
vidro1

Uma boa ideia!

Que eles são necessários já sabemos, neste caso, para a recolha de todo o vidro não utilizado para mais tarde ser reciclado, mas que os vidrões são inestéticos, são, sobretudo pela sua enormeza. Não há volta a dar-lhes, dir-me-á, que importante mesmo é cuidarmos do ambiente, pois também eu pensava assim antes de saber da […]

Ler mais
atcnmee6

E vão três!

Mais uma gala e vão três! Carolina Torres, para mim a grande surpresa da edição anterior, que não a conhecia de todo e fiquei fã pelo seu talento e humor, e Ricardo Soler, concorrente da série de duetos (aqui para nós a que mais gostei, mas isto sou eu que me pelo por ouvir cantar […]

Ler mais
monte5

Domingo no Monte

Algumas nuvens não davam para ameaçar a tarefa. Havia que cuidar dos canteiros, queimados do frio e das geadas. Flores nem vê-las, que ainda não é o tempo delas, resistem os oliandros e algumas ervas de bom cheiro. Foi dia de revolver a terra, de a estrumar com esterco das nossas éguas curtido pelo sol […]

Ler mais
rodin15

Com Rodin

A primeira vez que estive junto às obras de Rodin foi, curiosamente, em Viena e por mero acaso. Caminhando sem destino pelo centro histórico, dei de caras com uma exposição retrospectiva das mais importantes obras do escultor. Foi uma emoção, a juntar a outras (como assistir a “Don Giovanni” de Mozart, nos Jardins de Schonbrunn, […]

Ler mais
paris6

Postal de Paris

Sempre que vou a Paris penso não fotografar, já que tantas vezes o fiz, mas depois não resisto. É como o que sinto: já lá fui mais de sessenta vezes mas o arrebatamento é sempre como se fosse a primeira.

Ler mais
bordeus2

Postal de Bordéus

Praça da Bolsa Onde estou costuma haver um espelho de água que reflecte toda a Praça. Catedral de Bordéus Porta medieval, a principal da cidade de então. Arte urbana junto ao Grande Teatro Pormenor do monumento aos girondinos, um dos grupos políticos ao tempo da Revolução Francesa, naquela que é a maior praça de Bordéus […]

Ler mais
Rotschild2

Nos domínios da família Rotschild

Falar de “Chateau Mouton Rotschild” é falar de um dos melhores vinhos do Mundo. Visitar as caves, a uma hora de Bordéus, é entrar num mundo feito de paixão, de saber e de audácia, marcado pelas personalidades de Philippine de Rotschild (1933/2014) e de seu pai, o barão Philipe de Rotschild (1902/1988). A história do […]

Ler mais
Bernard Magrez4

Na “casa” de Bernard Magrez

Bernard Magrez, de oitenta e dois anos, tem a quarta maior fortuna de França. Senhor de quarenta propriedades vinícolas, tem nos últimos quarenta anos dedicado a sua vida a elevar os seus vinhos ao patamar da mais celebrada excelência. O seu “Chateau du Pape Clement” é disso exemplo. Este em concreto ganha o nome do […]

Ler mais
Saint-Emilion1

Caverna de tesouros

Museu e olaria são duas palavras que despertam sempre a minha atenção, por isso mal cheguei a Saint-Emilion percebi que não poderia deixar de ver o seu museu. Estava longe era de imaginar que todo ele está instalado no interior de uma antiga pedreira, de onde se tiraram as pedras para muralhar a vila, mais […]

Ler mais
atcnmee7

E vão duas!

Quando sou eu a conversar com os concorrentes, o que acontece pela manhã, para que depois se iniciem os trabalhos de caracterização que as imitações exigem, acabo por almoçar e ficar pelos estúdios da Venda do Pinheiro até às horas da gravação e é no meu camarim, entre leituras e escritos para o blogue, que […]

Ler mais