Um dia inesquecível!

Sei que muitos estranhavam o facto da Cristina nunca ter ido a minha casa e vice-versa, como se isso fosse condição atestatória do afecto que nos une, enquanto companheiros de trabalho. Pode ser defeito meu, ou característica, mas não sou de andar na casa dos outros, estou-me “nas tintas” para a casa dos outros e não faço qualquer juízo sobre a casa dos outros. Entendo a casa como espaço inviolável da pessoa que nela habita, quase sagrado, espelhando o seu gosto, que é coisa que não discuto. No nosso caso particular, será o reduto que nos resta de alguma privacidade. Depois, há doze anos que estamos todos dias sete horas juntos, pelo que não sentimos necessidade de prolongar por mais tempo o tempo em que somos um do outro.

Isto foi assim até ao passado dia 16 de Julho. Já há muito que a Cristina me “ameaçava”:”Quando o monte estiver pronto fazemos lá a capa da revista contigo!”. E eu:”Está bem, logo se verá!”, desejando, por um lado, que as obras decorressem a bom ritmo, que o sonho de ter um chão alentejano já vinha de criança, por outro que fossem como as de “Santa Engrácia”, que assim a produção sempre se ia adiando. Mas naquele sábado teria de ser, não havia como protelar o inevitável. O dia estuava, que pelo menos quarenta graus o termómetro marcou e logo quando tínhamos de trocar de roupa várias vezes, consoante as fotografias e os ambientes escolhidos.

Cheguei na antevéspera, faltando ao programa na sexta, para que tudo no monte estivesse em condições de receber a Cristina, o Tiago, e a Claúdia (amiga e cúmplice), já que eles iriam ali pernoitar. Nada poderia falhar, que sou assim quando recebo: lençóis de linho nas camas, água fresca engarrafada nas mesas de cabeceira, roupões imaculados em cada quarto (e não é que, mesmo assim, faltaram os chinelos dos ditos?), toalhas brancas, secador de cabelo e produtos de higiene, inviolados, em cada casa de banho. E cheiros, cheiros bons por todo o monte.

A mesa foi posta para um jantar descontraído, no alpendre, mas isso não quer dizer que a sua decoração tenha sido descurada, que se há coisa de que gosto é essa que criar cenários para uma refeição: individuais em tecido campestre acomodavam os pratos que, por vezes, gosto de ver de serviços desemparelhados, copos transparentes para as bebidas e vários ao centro para as velas. Dois galarozes em cerâmica dominavam um dos topos e a seu lado um imenso molho de poejos secos, saído de um talego, perfumava o ambiente (1)(2). O Rui cuidou da entrada (lasanha de espinafres e queijo de cabra) e do prato de sustança (costeletas de borrego com couscous perfumados de hortelã) e eu da sobremesa. Estava tudo pronto quando chegaram, já a tarde ia crescida.

(1)

monte1

(2)

monte2

É a própria Cristina quem o diz no seu editorial “…Liguei-lhe para avisar da minha chegada. Minutos depois vejo-o a descer na estrada de terra batida, de máquina fotográfica em punho, de calções e pólo azul, numa moto-quatro conduzida pelo Rui. Trazia um sorriso no rosto. Percebo agora que jamais esquecerei aquela imagem. O Goucha ia abrir-me os portões da sua casa”. (3)

(3)

monte3

E fi-lo realmente de braços abertos e sorriso escancarado, deixando-a entrar no meu sonho. Que só assim vale a pena celebrar o afecto e a lealdade. O que rimos naquela noite ao jantar e depois dele, já as estrelas nos serviam de tecto! Éramos um do outro, uma vez mais, mas pela primeira vez sem maquilhagens, sem poses, sem público. Até o Tiago que nunca me havia dirigido uma palavra que fosse, em ocasiões em que estivemos próximos, ali tagarelou, brincou… conquistou. Senti-me em família. Tio e irmão. Sempre companheiros. De vida!

Mal dormi a zelar-lhes pelo sono, não fossem precisar de algo, mas se no dia seguinte sobrassem olheiras poderia sempre contar com a magia da Inês para as atenuar.

O dia seguinte começaria cedo, muito cedo, com um tropel de vinte pessoas a entrar-me pelo monte, entre fotógrafos, câmaras, iluminadores, maquilhadora, produtores de moda e não só… que a Cristina nunca brinca em serviço. E aquilo que seria suficiente para eu ter um ataque, revelou-se uma jornada inesquecível de emoções. Porque, uma vez mais, tudo estava preparado ao pormenor para os receber.

Providenciou-se um serviço de pequeno-almoço (4) para as oito, para aproveitarmos as horas de canícula menos infernal, deixando as filmagens da entrevista para perto da uma. O almoço seria servido depois de concluído todo o trabalho. Em boa hora encomendei os préstimos do Chef Joaquim Ramalho, o “Tola” de Vaiamonte, combinando com ele a ementa, sobretudo do almoço, dado que por ser cliente fiel do seu “Tintos e Petiscos” lhe conheço o talento: gaspacho como nunca provei igual, sopa de cação, empadas de lebre com frutos vermelhos e outras de pombo bravo, galinha tostada… queijos, enchidos, cabeça de xara… tudo regado com os brancos, tintos e espumante alentejanos, que isso aliás é regra cá do monte: servir o que é da terra (5)(6)(7). A azáfama foi tal que tive a noção que aquilo mais parecia a festa de inauguração do monte, que uma revista chegou a anunciar ser meu desejo fazer sem que isso alguma vez me tivesse passado pela mona, logo eu que gosto muito de confusão! Mas soube muito bem ver os outros felizes, por se acharem estimados e apaparicados, levando desse dia de intenso trabalho uma recordação agradável.

(4)

monte4

(5)

monte5

(6)

monte6

(7)

monte7

Só não me preparei para a conversa que seria o miolo escrito e registado, em vídeo, da produção. Não fazia sentido erguer barreiras para quem me entende tão bem. Também eu a conheço, jubilando com o seu triunfo e bebendo-lhe as lágrimas. Por isso acabei por desabar quando fui mexer no que me atormenta e inquieta (mas isso terá de ler na revista).

Por longos momentos ficou o vazio quando, mais tarde, o monte voltou ao seu silêncio de chocalhos e balidos. Felizmente sei encher uma casa vazia… não me escondo em severidades ou melancolias. Mas, hoje dou por mim a lembrar aquela imagem da Cristina (8), ainda a casa não havia acordado, olhando o nada, comigo atrás sem que ela desse conta do meu pensamento: foi ali que verdadeiramente, pela primeira vez, lhe jurei fidelidade!

(8)

monte8

140 comentários a “Um dia inesquecível!

  1. Isidro Martins Paulino

    Olá Manuel Luís. Este tratamento é de quem já o viu duas vezes. Tive esse gosto pela primeira e única vez em que ao Você na TV e no meu bairro ( Campo de ourique, o meis lindo de Lisboa) Tenho 80 anos.Tenho passado por muitas coisas, mas umas das mais belas é o contacto diário com o Manuel e a Cristina. Sim porque quando voces aparecem no pequeno ecrã algo de belo acontece. Pena, neste momento, só vermos episódicamente a Cristina! Felicidades para os dois. Bijos à Cristina e um grande, mas grande abraço para si Manuel Luis.
    6/04/2017

    Responder
  2. M Luisa Brogueira

    Eu adoro o vosso programa, adoro os dois juntos de preferência, se algum de vocês não estiver, eu vejo o programa na mesma, sem as doideiras saudáveis que vocês fazem e eu adoro, mas… já sei o que espero de cada um de vocês quando estão sozinhos.
    Vejo o vosso programa todos os dias, a não ser que tenha mesmo que sair de casa. Tenho a sorte ou não de ser aposentada dos Correios de Portugal por reforma antecipada… Então tenho um netinho de 7 meses que está todos os dias comigo, e então vemos os dois, sinto-me feliz a tratar do meu neto e ver o vosso programa, vou fazendo o almoço para o esposo e filhos que mais tarde virão almoçar.
    Adoro-os, continuem que fazem muita gente feliz, beijinho aos dois.

    Responder
  3. LUKA

    Por diversas razoes ou não, goucha e cristina são pessoas. Vivem e dizem ao que vieram fazer a este mundo. e partilham.
    Ora de lagrima na canto ora sem pachorra. Verdadeiramente são especiais e tão simplesmente verdadeiros.
    Fiquem com a vida ….
    Abraços

    Responder
  4. Mafalda Castro

    Tenho 27 anos e há vinte e muitos que sei quem é o Goucha da televisão.
    Um dia a Educadora pediu que escrevêssemos um texto com o tema “Se eu fosse uma televisão”. Eu ainda não sabia escrever, mas a Educadora escreveu por mim o que eu gostava que os meus “donos” vissem em mim “se eu fosse uma televisão”. Sabia que o meu texto ia ser oferecido, entre outros, à RTP no dia em que fossemos fazer a visita à Praça da Alegria. O que eu não sabia e estava longe de adivinhar, era que o meu texto ia ser lido pelo Goucha! Estava super bem sentadinha, refugiada na minha timidez quando o Goucha pergunta pela Mafalda. Que vergonha! As minhas bochechas rapidamente se tornaram em duas rodas vermelhas no meu rosto. Lá fui eu… Da minha boca saíram poucas palavras, de resposta curta e sintética. O Goucha começou a ler em voz alta. No texto dizia “que se eu fosse uma televisão, gostava que os meus donos de manhã vissem a Praça da Alegria”, facto que o Goucha adorou mas logo perdeu o entusiasmo quando prosseguiu e leu: “(gostava que) de tarde vissem os desenhos animados da TVI, e à noite as novelas da SIC”. O Goucha sorriu mas disse que não podíamos dizer aquelas coisas ali!! Claro que mo disse num tom de brincadeira, mas pequena como era não entendi e foi nesse momento que deixei de gostar do Goucha. Quem era o Goucha para dizer o que eu podia ou não podia dizer? O texto era meu! Não gostava não lia!
    Como é evidente, a timidez exterior não deixou demonstrar a indignação interior que ia na minha cabecinha de cinco ou seis anos! Para me fazer gostar ainda mais de si, começou a fazer aquelas perguntas que todas as meninas gostam entre as quais se eu tinha um namorado!!! Diabos do homem!!! Nunca mais se calava! Queria sair dali, que me deixasse em paz, para aquele calor das bochechas finalmente passar!!! Rapidamente percebeu que de mim não levava mais que “sim” e “não” como resposta, deu-me um beijinho e mandou-me para o lugar. Eu tinha decidido que a partir daquele dia não gostava do Goucha!
    Os anos passaram e muito rápido percebi que não podia estar mais enganada. A verdade é que adoro o Goucha, adoro a essência, a humildade, a pessoa feliz que é. Adoro porque sim. Adoro porque me ensina. Adoro ainda mais desde que tem a Cristina todos os dias ao lado. Hoje vi a vossa entrevista n’A Tarde É Sua, reli este texto e caramba… Dá vontade de dizer “quando for grande quero ser como vocês”. Deveria ser lei universal todos termos um amor destes. Porque para mim o que vos liga é Amor na sua forma mais genuína e desprovida de interesse.
    Obrigada pelo tempo que nos dedicam todos os dias. Obrigada pelas pessoas que são.
    Obrigada Goucha por me ter chamado naquele dia que se tornou numa das memórias mais vivas, pormenorizadas e engraçadas da minha infância.
    Um beijinho,
    Mafalda

    Responder
  5. Carina Marlene da Fonseca Cabral

    Olá meus lindos e maravilhosos apresentadores.
    Sr, Manuel Luís Rocha e Cristina Ferreira, vocês são a minha inspiração. Será que um dia terei o sonho de vós conhecer e dar um abraço a cada um de vocês? É um sonho. Continuem a ser as pessoas fantásticas e incansáveis que são.
    Sou de Ovar um dia eide estar com vocês e sentir pessoalmente a vossa inspiração.
    Tenho esperança. Beijinhos

    Responder
  6. Ana Guerreiro

    Um dia em que já não lhe apeteça “dar a cara” muito terá para escrever.
    A sua escrita reconforta a alma.
    O seu desprendimento seduz.
    Adoro.
    Agradeça esse seu dom.
    Eu agradeço por ter tido a oportunidade de ler.

    Responder
  7. Vitor Machado

    Boa tarde Manuel Luís é sentir de tua parte e da Cristina uma liberdade e cumplicidade entre vocês. Tens as tuas ideias e princípios, ela Cristina idem aspas. Muito saboroso sentir isso e muito mais. O nosso país é um espetáculo existe tudo mas mal aproveitado pelo nosso povo (foi um aparte) . Não vos conheço pessoalmente mas sinto… Grande abraço de um (amigo) que esta na Suíça e sempre que quer tenta ouvi-los Ass: Vitor Machado

    Responder
  8. Sara Tavares de Mello

    Manuel Luís,
    Comove-me a vossa amizade, comove-me serem um do outro, comove-me a jura de fidelidade!
    Comovem-me pessoas assim, de já tão raras e genuínas!
    Um beijo à Mãe, de Parabéns, e desejos de muita saúde!
    Um abraço ao Manel e ao Rui.
    Um beijo à Cristina.
    Sara

    Responder
  9. Maria Gonçalves de Sousa Sirgado

    Não é por mal, mas sim por falta de tempo, que não comento, mas hoje quis rever e deixo com muito gosto, umas simples palavras. Vi a entrevista e vi o Manel que há muito analisei….. comovi-me e admiro-o muito como é; com uns bons predicados. É pena não poder dialogar com todos os que admiramos e gostamos. Escolheu uma linda Província, um Monte lindo e onde o silêncio paira a todo o momento. Continuará a ser Feliz, lá e onde estiver enquanto quiser trabalhar. Desejo vê-lo ainda muitos anos ao lado da nossa Cristina, na TVI, canal que vejo uns 99%, todos os dias. Muito obrigada, por tudo o que partilha connosco. Mais uma vez, Felicidades e para quem lhe é Querido. Obrigada meu amigo

    Responder
    1. rita

      Adorei a entrevista, adorei a sua escrita. Comovi-me ao ouvi-lo falar tao abertamente pela primeira vez. Continue sempre assim.
      Cada vez mais admiro o seu trabalho e o trabalho da cristina. Sao pessoas únicas e super talentosas, parabéns.

      Responder
  10. Florbela

    Amei “ouvi-lo”… como escreve bem! Consegue tão bem pôr na escrita o que lhe vai na alma… admiro-o cada vez mais! Obrigado por ser como é! Deus o abençoe.

    Responder
  11. Carla Costa

    Palavras esbeltas estas que já me habituei diariamente.

    Foi com lágrimas nos olhos que li esta frase, transcrita, do seu pensamento.. <> das frases mais linda e puras (acredito) que li até hoje.

    Responder
  12. Aldina Bravo

    como é contagiante a vossa alegria – sente-se um bem estar a vossa volta é lindo .

    O céu era o meu tecto
    as estrelas eram o meu calor
    e Deus queira que perdure
    essa amizade ,esse carinho , esse amor .

    Aldina Bravo

    Responder
  13. Natália Simões

    Olá, boa tarde.
    Só agora acabei de ler o seu artigo sobre o que considera o seu lar. Será por termos os mesmo signo e uns meses de diferença, também eu sou muita zelosa do meu cantinho (só lá entra quem eu gosto). Odeio que, quando visito alguém pela primeira vez, me mostrem todos os compartimentos da casa, como quem está a anunciar uma venda ou, pior do que isso, como quem quer fazer inveja que tem a casa mais bonita e melhor do que a minha. Estou-me borrifando para para os moveis, tapetes, quadros, etc. etc.
    Já tive momentos difíceis na minha e momentos de abundância e, por isso, valorizo mais as pessoas e não o que têm. Gosto de rir, brincar, de andar com calças jeans e sapatilhas, gosto de surpreender as pessoas, quando apareço, em ocasiões especiais, com vestido comprido, maquilhada, de salto alto e muito sofisticada. Enfim, gosto de viver a vida como me apetece sem me preocupar com que os outros pensem ou falam de mim. É por o Manuel Luis viver como gosta e lhe apetece, que o admiro como ser humano e profissional. Bem haja, pelo que é e continue sempre assim.

    Responder
  14. Maria Isabel Castanheira

    Senhor Manuel Luís Goucha

    Ao ver e ouvir a receção que teve em relação à Cristina, também me emocionei. Vê-se que é autêntico e verdadeira a vossa amizade.
    O vosso programa, para mim, é único. Eu trabalho, mas o finalizar do meu dia, depois de jantar, à hora que me é possível, vou ver o v/ programa. Eu rio, fico bem disposta, quando existem situações mais sensíveis, também a lágrima vem com a maior facilidade.
    Muito, muito sinceramente admiro-vos MUITO. Não consigo imaginar-vos separados.
    Um GRANDE beijinho,
    Sou e vivo em Coimbra
    Maria Isabel Castanheira

    Responder
  15. Maria Sousa

    Boa Tarde Sr. Manuel

    Gostei imenso da reportagem da visita da Cristina Ferreira. A bonita forma como a recebeu.

    Adorei o encantamento da Cristina a olhar o horizonte pela manhã.

    Continuem sempre assim, amigos, divertidos e bonitos com essa vossa amizade.

    Viva o amor que transmitem em tudo o que fazem.

    Grande Beijo

    Maria

    Responder
  16. Alexandra Fernandes

    Tio Goucha,
    Parabens pela entrevista,pelas fotos,pelo texto e cumplicidade entre os 2.
    Continuem assim,a alegrar os meus dias e de mts portugueses.
    Obrigada,Obrigada,Obrigada.

    Responder
  17. Elisabete oliveira

    Sr Manuel Luís Goucha e sim trato o por Sr porque o tal merece conheço tão poucas pessoas que merecem ser tratadas por Srs mas o Sr Manuel é sem forma de dúvida uma delas.
    Tenho 44 anos ,Lisboeta, Emigrante á 27 anos mas sempre me delíciei a ouvi lo e a ler textos seus, é daquelas pessoas que tal como a Sra minha Mãe eu não quero que desapareça nunca, e sei que quando tal acontecer é como seja uma pessoa de família ou talvez mais ainda, vai custar me imenso mas pra mim o meu Goucha como é tratado cá em casa nunca desaparece é eterno
    Obrigado pelo ser humano lindo que é e por tudo que nos tem dado ao longo destes anos desta sua fã incondicional
    Elisabete oliveira no Liechtenstein ….

    Responder
  18. Carla

    Manuel
    Solo hoy he visto el post, he quedado maravilhada eres muy detallista en todo!!
    Está todo muy elegante, harmonioso con muy buen gosto.
    É um anfitrião 5 *, a mim parece-me que prima pelo perfeccionismo, por querer receber quem gosta com todo o detalhe imaginável. Deixar os convidados surpreendidos.
    Até o figos estavam sem pele, pessoalmente gosto de os comer com a pele são mais saúdaveís, mas não deixa de ser um pormenor.
    Obrigado por partilhar esse fds , não o vejo como exibicionista mas sim como um homem livre de fazer/pensar/ mostrar o bom da vida, o lado da amizade. Gostar é isso, podemos mostrar o afecto de diversas formas, Mia Couto diz “Cozinhar não é serviço. Cozinhar é um modo de amar os outros.”
    Também não sou de andar na casa dos outros, e só gosto de levar a casa pessoas que gosto que me dizem algo. A meu ver a casa ,o nosso ninho não deve ser exposto a qualquer um. Este domingo tive familia em casa vieram da terra do José Alho , conhece bem o meu padrinho. Também caprichei fiz um bom repasto, o vinho da Quinta da Bacalhôa uma delicia.

    NB- Na Feira das antiguidades em Azeitão estavam umas galinhas como as que tem em cima da mesa, só não comprei porque eram carotas.

    Abraço aos 2
    Carla

    Responder
  19. Filipa Mata

    Acho que é a primeira vez que escrevo para uma figura pública ! Gosto imenso de si e da Cristina, mas a si, considero-o um grande homem. Parabéns por tudo.

    Responder
  20. maria pereira

    Gosto e percebo as suas palavras. O meu marido tem uma pequena casa que o pai lhe deixou em Vaiamonte.
    Aquele calor, ou melhor, aquele bafo quente que me abraça, aquele silencio com o som dos chocalhos é a minha grande bengala quando me encontro com menos alegria. Cheguei a invejar a vida dos bois no Alentejo.~
    Tambem conheço o Tola e os seus petiscos.
    Nunca pensei que Vaiamonte fosse tão falado e bem. O meu sogro veio de lá a fugir a pobreza Há cinquenta anos. Chegou a trabalhar na ferdade do Monte de Palma.
    Eu Simplesmente adoro o Alentejo. Muitos parabens . Atrevo-me a dizer, um beijinho

    Responder
  21. MLG

    Acanham-se-me as palavras para vos agradecer uma vez mais a vossa gentileza para comigo. Muitas vezes respondo aqui pessoalmente a cada um dos comentários , mas como devem compreender, dado o numero de opiniões que esta publicação suscitou, é-me impossível, desta vez, fazê-lo. Li todas com muita atenção e agradeço, do coração, cada uma delas. Gosto de vos saber aqui no blogue, porque é aqui que me encontram inteiro. Muito obrigado.

    Responder
  22. Cristina Costa

    Sr. Manuel Luís Goucha:

    O senhor diz: “(…) não sou de andar na casa dos outros (…)”.
    O senhor tem a sua Mãe (que passa temporadas na sua casa) e tem o seu Irmão.
    Não vai visitar o seu Irmão, estar com ele, a sua Cunhada e seus Sobrinhos? Almoçar ou jantar em casa dele?
    E o seu Irmão não vem com a família passar 1 fim de semana a sua casa e estarem juntos?

    E o seu companheiro Rui? Deve ter família muito próxima (pais e irmãos). Não estão convosco 1 fim de semana para conviverem, conversarem, etc?

    Gosto imenso do seu blog!

    Responder
    1. MLG

      Obrigado Cristina pelo seu comentário. Fico contente por gostar do blogue.
      Quanto às três questões que me coloca a resposta é não, não e não.
      Um beijo

      Responder
  23. Anabela

    SEMPRE PENSEI E NUNCA CALHOU ESCREVER LHE, ACHO O Manel desculpe de trata lo assim mas sinto que já o conheço há mto tempo ESPETACULAR .Talvez por ser de ascendente Leão que eu também sou.
    Preocupa se com os pormenores do que quer que seja, e uma outra coisa muito importante, repara naquelas pessoas que querem dizer qualquer coisa e não são capazes, pelas mais variadíssimas razões. Acho o muito Humano. Parabéns por ser assim!

    Responder
  24. Olivia Bento

    Manuel Luis Goucha,
    Nåo tenho adjectivos no meu vocabulário para comentar o seu bom gosto, fico pela expressão francesa “savoir faire “, isto não é para todos.
    Em tudo o que faz e escreve há sempre um ar poético, atitude adequada ao lugar, ao momento, as cores que utiliza, atenção aos seus “hotes” até ao minimo promenor.
    Não me surpreendeu absolutamente nada do que escreveu, porque o Manuel Luis é uma pessoa génuina.
    Nunca li a revista Cristina, porque não vivo em Portugal hà 28 anos e confesso que nunca tive curiosidade, mas desta gostaria de a comprar…
    Quero deixar aqui os meus Parabéns ao Manuel Luis é à Cristina Ferreira pelo vosso profissionalismo, pela longevidade da vossa dupla de apresentadores.
    Um Beijinho

    Responder
  25. paula santos correia

    Q belo texto e q bem escrito está! Gostei imenso.
    Goucha, desejo aos três, uma vida cheia de saúde, cumplicidade, alegria e amor. Vocês merecem!

    Responder
  26. Maria Santos

    Parabéns aos três! Sim, acho que devo juntar o Rui á “festa”.Não o vejo nas fotografias mas sei que está sempre presente.
    Continuem felizes. Os três!

    Responder
  27. Maria Santos

    Parabens aos três! Sim, acho que devo juntar o Rui á “festa”. Nas fotos não o vejo, mas sei que ele está sempre presente. Continuem felizes. Os três!

    Responder
  28. Conceição

    Parabéns Manel pela pessoa que é. Eu até concordo consigo quanto a preservar a nossa privacidade pois eu sou assim um pouquinho, como tsabalho toda a semana ao fim de semana acho que devemos viver e aproveitar a família que escolhemos. Mas a entrevista…essa sim devia à aos portugueses porque voçê é a Cristina são especiais,e nós (portugueses)deixamo-vos entrar todos os dias em nossa casa.beijinhos e continue como é .E admirável , beijinhos

    Responder
  29. Manuela Ascenção

    Caríssimo Manel…permita que o trate assim…..
    Sempre que me é possível vejo o vosso Programa! Desde o início sabia que seria um SUCESSO!
    O Manel com uma Cultura do tamanho do mundo, um ser humano sensível e atento a todos os problemas que nos rodeiam e quer gostem ou não com uma opinião muito própria, com um saber estar, ÚNICO…..
    Depois de ter visto alguns pequenos vídeos da sua entrevista e ler a revista, que tanto percorri para a adquirir, ainda fiquei a admirá-lo mais como pessoa INCRÍVEL que é!
    Obrigada Manel e Cristina por nos fazerem passar todas as manhãs presos ao écran e nos contagiarem com a vossa energia e alegria.
    Um Beijinho muito grande da vossa Admiradora e Fã
    Manuela

    Responder
  30. Diogo

    Caro Manuel,
    Admiro o sentimento que envolve cada palavra escrita por si, na clarividência de que expõe o que de mais genuíno vive.
    Congratulo-o pelo ser humano que revela ser, pela cultura do detalhe, do pormenor, colocando quanto é no mínimo que faz… sendo todo em cada coisa.
    Louvo o valor inestimável da amizade verosímil e comovo-me com a jura de fidelidade advinda de um ato de tão grande generosidade.
    Um grande abraço,
    Diogo

    Responder
  31. Antonia Narciso

    Há muitos anos que o admiro pela sua verdade pela sua coragem pela maneira como vive a vida é por tudo o que viveu não ser uma pessoa revoltada por ser uma pessoa bem resolvida e de bem com a vida. Parabéns.

    Responder
  32. antonio jose oliveira machado da costa

    Parabéns pelo seu bom gosto, o que é habitual em si, em tudo que mete o nariz (desculpe a expressão). A minha admiração e como gostaria de ver mais,dessas coisas maravilhosas que que de certeza tem por aí. Tudo de bom e que consiga tudo o que ambiciona, porque merece.Obrigado por ser a pessoa maravilhosa que é. Um grande abraço para si e para o Rui também uma pessoa bem disposta. António da Costa

    Responder
  33. Margarida Ferreira

    Sr. Manuel tenho uma grande admiração por si e pela Cristina. Adoro o vosso programa e não consigo passar um dia sem assistir nem que para isso tenha de ficar ate à uma da manha a vê-los, sabe eu tenho uma Tasquinha e durante o dia trabalho embora vá deitando o olho de vez em quando mas não é a mesma coisa assim depois dos meus afazeres domésticos la vou eu assistir ao vosso programa todos os dias ate à uma da manha. Divirto-me imenso, mesmo quando estou em baixo uma palavra, uma frase faz com que eu olhe o problema de outra forma.Adoro-os. Vocês são INCRÍVEIS.Bom regresso ao trabalho.

    Responder
  34. AnaMar

    Parabéns pelo trabalho que fazem, continuem com a vossa postura tão genuína. Este texto transportanos ao silêncio e ao cheiro dos petiscos do Chefe Ramalho que já tive o prazer de degustar no seu habitat tão acolhedor. Obrigada pela partilha.

    Responder
  35. ana carvalho

    SR.MANUEL ADORO O A SI E À CRISTINA MUITAS VEZES CHORO POR VER A VOSSA VERADEIRA AMIZADE/CUMPLICIDADE ….. POUCAS AMIZADES ASSIM EXISTEM
    A REVISTA ATÉ FOI O MEU MARIDO QUE FOI LOGO NA QUARTA ( 1 EDIÇÃO ) A CORRER COMPRAR
    BEIJINHOS PARA SI E CLARO PARA A CRISTINA
    ATÉ AMANHÃ

    Responder
  36. teresa

    Manel, desculpe a intimidade, mas tantos anos a “entrar na minha casa” a intimidade é muita, ainda por cima porque o adoro e considero uma pessoa especial, um homem muito grande, sou sua fã desde sempre. Não o conheço pessoalmemte (tenho muita pena) conheci o seu companheiro no restaurante de Sintra onde se comia divinalmente, uma pessoa muito simpática e discreta. Estou feliz por si pela felicidade que tem demonstrado por estar nesse Alentejo maravilhoso (sou algarvia) . A senhora sua mãe também deve estar muito feliz. Bem haja por ser quem é.
    Tereza Bonetti

    Responder
  37. Marilia Carvalho

    Manuel Luis já no outro dia fiz um comentário muito sincero, hoje volto a dier que muito o admiro,irrepreensivel no seu trabalho,todos os dias o vejo na TVI,fico agarrada ao seu Programa e da Cristina e não arredo pé enquanto não acaba.Desde sempre o tenho seguido e estas cronicas teem sido maravilhosas.Muito obrigada pelo bem que me faz.!

    Responder
  38. Isa Borges

    Goucha, é assim que o trato quando valo de assuntos que vejo no vosso programa, tenho apenas uma (ou 2… ou 3…) para lhe dizer: você é Um Senhor.
    Obrigada por partilhar esse texto connosco.
    Parabéns aos dois…

    Responder
  39. isbela maria casal varandas

    Manuel, como gostei de ler a descrição que o Manuel faz de tudo,até dos cheiros e como descreve os quartos,é como se eu estive-se lá,é como se estive-se a ler um livro e como personagem entra-se na historia! Fantástico o Manuel não podia descrever melhor !Bem haja adoro-o a si e à Cristina que seja muito Feliz aí .

    Responder
  40. Carla

    Olá Manuel Luís Goucha
    Queria só lhe dizer que o admiro muito…Este texto me emocionou , está maravilhoso isto sim é Amizade. Um beijinho e muitas felicidades

    Responder
  41. Aida Faria Cunha

    Tenho-lhe muito respeito e sou uma grande fan sua e da Cristina.
    O José e a mulher,
    andavam em zaragata.
    Começaram a ver o vosso programa,
    Fez-se uma gente pacata.

    Dentadinho numa cama,
    Jazia o senhor Tomé.
    Começou a ver o vosso programa,
    Num salto se pôs de pé.

    Responder
  42. Tatiana Mateus

    É impressionante como você me faz encher de orgulho da sua pessoa. Que monte fantástico, que sonho incrivelmente perfeito, eu fico muitissimo feliz por si pelo o Rui. Esperava esta revista á tanto tempo , que comprei no dia em que saiu ás 8 horas da manhã e não consegui abri-la até ás 8 da noite. Porque sabia que estava ali algo muito especial, um “tesouro” , o Manuel falar sobre o que é para alem da Tv é especial. Chorei consigo na sua entrevista, li cada frase e senti emoção palavra por palavra. É uma pessoa muito especial. Ja agradeci á Cristina no dia de anos por ter realizado um sonho que era ter o “Tio Goucha ” na capa, agora OBRIGADA A SI TAMBÉM! Ja esta assinada pela Cristina, só falta assinada por si! Todo o carinho por si é merecido, cresceu tanto ao longo dos anos, e é para mim o melhor comunicador em Portugal! Parabéns! Tenho muito orgulho em privar consigo! E irei sempre apoiar os dois! Meus verdadeiros ídolos! Um orgulho para a vida! Obrigada e continue sempre a ser quem é!! Um enorme abraço, e um beijinho muito especial

    Responder
  43. Maria da Graça Martins

    Parabéns Manel, pela belíssima descrição que fez da visita da Cristina ao monte. Senti-a tão verdadeira e profunda que me comovi. Cada vez gosto mais dos dois e desejo o melhor a ambos, como para mim e os meus. Tudo de bom.

    Responder
  44. Carla costa

    Ola Manuel desde pequena que o sigo em televisao apesar de agora uma mulher e estar fora do meu portugal nao deixei de o fazer admiro muito como pessoa que é e o que acabei de ler e simplesmente lindo so podia vir de voçe obrigado por estar nas nossas vidas todos os dias igual penso sobre a Cristina uma pessoa sincera de bom coraçao mais uma vez obrigado de coraçao bjs

    Responder
  45. Mara

    Um sentimento profundo e inabalável o seu. Um senhor com uma alma profunda e surpreendente. Adorei ler este seu post. Como eu já sabia pelo que vejo na televisão o mesmo senhor reservado mas sempre com um bilhete de entrega para quem aprende a gostar. Adoraria poder ler a revista que não posso. Mas tenho a certeza que terá sido uma das melhores edições da revista Cristina.
    Um beijinho

    Responder
  46. Albina Rosa Pereira Borges

    Parabéns adorei ,cada dia que passa mais gosto de si e já vão alguns anos ,mas este ano realizei o meu sonho de o abraçar em Viana e tirar uma foto a seu lado com a minha filha beijinhos e felicidades

    Responder
  47. Sandra Branco

    Boa noite,
    Agora que li o seu texto e depois de já ter lido a revista parece que, também eu, estive no monte.

    Sempre uma delicadeza no trato, um gentleman. Continue a fazer e a ser muito feliz.
    Bem haja.

    Responder
  48. Anabela Assunção

    A isto que acabo de ler, não se chama jurar fidelidade (isto claro se permite o meu puro pensar) mas sim AMAR a Alma de outro Alguém com a pureza de todas as coisas, sem dúvida alguma, são duas pessoas que nasceram para trabalhar juntas…. OBRIGADO PELA VOSSA PARTILHA…

    Responder
  49. Miguel Silveira

    Há palavras que nos beijam como se tivessem boca. E as últimas deste bonito texto, são isso mesmo.
    Há coisas que não se explicam…
    Parabéns

    Responder
  50. Maria Manuela Silva

    Se palavras para comentar algo tão belo como esta Amizde,estou emocionada com tanta ternura e se já os admirava agora estou perdidamente rendida,sejam felizes

    Responder
  51. Paulinha Velez

    MLG
    Geralmente as ler os seus artigos no seu blog…sei logo dizer o que achei e principalmente os seus textos levam nos logo para o local, as vezes até parece que sinto o cheiro das receitas que faz….
    Mas hoje não tenho palavras, é de facto mágico tudo o que escreveu…Não abriu as portas de sua cada à Cristina, mas ao seu público também…
    É impossível ficar a gostar mais de si, mas parece que fiquei….
    Obrigado

    Responder
  52. Telma lima

    Gosto de ler. Goste de leitura que me prende, que me faz ter vontade de ler mais e mais. Foi o que senti nestas suas palavras. Que tal um livro? Seria, certamente, mais um que me colocaria a dormir poucas horas durante a noite. Obrigada

    Responder
  53. Clara

    Estou sem palavras; ) Adoro! Tenho a revista, comprei-a bem cedo e superou as expectativas…..de facto,vocês são os melhores, e não só nas manhãs da tv;)
    Obrigada;)

    Responder
  54. Adorei... e ainda mais ter o seu sonho concretizado Parabéns que sejam mto felizes bjos

    Adorei… e ainda mais por ter o seu sonho concretizado.. parabens que sejam muito felizes bjos

    Responder
  55. soniaesteves

    Ola sr Manuel nota se que o que escreveu ė de coração parabéns por realizar o seu sonho podem dizer o que disserem mas como vocês não existem são uma dupla única

    Responder
  56. Juanabarbero

    Lindo tudo tanbem a revista da primeira edição gosto muito do Manuel ainda tenho un autografo numa mochila que ja se conhece mal mas eu guardo e ja ten uns anos cuando u manuel vei ao porto en frete ao rivoli na praça dos cabalos isto é para dicer que continuo a ter muita admiração por si e continue a darnos muitos e bons programas junto a critina un abraço bjs

    Responder
  57. Ana Caires

    Olá Manuel Luís.
    Logo que soube da revista esperei ansiosamente pela sua saída. Quando fui comprar já estava esgotada. Andei à procura até que encontrei. E li com sofreguidão a vossa entrevista. Emocionei-me, ri, chorei. Bebi cada palavra como se estivesse presente. Simplesmente…AMEI .
    E agora lendo o seu comentário mais uma vez me senti em casa junto com vocês. E é assim que me sinto sempre que me é possível ver as vossas manhãs.
    Um dia irei assistir, estarei com vocês, estarei em casa.
    Forte abraço grande Homem, grande ser humano ❤

    Responder
  58. Ema Madureira

    Boa noite! Adorei o texto! Vejo uma amizade linda! Não consegui comprar a revista mas acredito que deve ter sido uma bela e emocionante entrevista! Felicidades para si!

    Responder
  59. Sara Santos

    Manuel. Permitam-me que o tratr assim, entra em minha casa todos os dias.
    Parabéns e obrigada.
    Parabéns aos dois e obrigada aos mesmos. Todos somos únicos, mas esta dupla que acompanho desde que me lembro de ser gente.. Tenho uma admiração muito grande, pelo lado profissional e não só. Pela essência principalmente.
    Tenho 23 anos e quando chegar aos 61 ainda me quero lembrar de vocês!

    P. S consegui comprar a revista e vou guardar no meu baú
    Bom regresso ao trabalho até amanhã

    Responder
    1. Cristina Rodrigues

      Querido “Manel”.
      Acanho-me a tentar escrever qualquer coisa como “resposta” a si. Depois de tantos anos a “acompanhá-lo”.
      Tanto para dizer mas nem me atrevo. A sua pessoa fascina-me! A sua extravagância, ou prefiro dizer, o seu modo bonito de viver, contrasta e, porém, complementa-se deliciosamente com a sensibilidade e ternura que o seu “SER” emana. Acho que muitas vezes o “Manel” nem tem noção do quão boa pessoa é.
      Tenho 32 anos e acompanho-o pela TV desde “pequena”. Admiro-o IMENSO. Não tenha receio de nada. Seja simplesmente assim como é. LINDO.
      Obrigada!!
      Cristina*

      Responder
  60. Sandra

    Adoro ler as suas palavras… Transportam nos de imediato… Infelizmente ainda não consegui a revista :( mas não desisto.. Um grande beijinho admiro o muito e a sua Cristina também :)

    Responder
  61. Miraldina Diogo

    Parabéns Manuel Goucha, pela sua maneira de estar na vida, saber ser feliz é uma grande sabedoria. Adorei ler a entrevista na revista Cristina……Que a vida continuo a dar tudo o que deseja….Bj

    Responder
  62. Manuela

    Adorei a sua escrita Sr.Manuel Luis Goucha nada a dizer o senhor é genuíno em tudo adoro-o. O senhor cresceu por si e é o que é por si, parabéns, mas isso já o senhor sabe nada é novo sou uma admirador vossa um beijinhos e tudo d bom para vocês.

    Responder
  63. Maria Odete

    Que grandioso texto!! Chorei.
    Que esperança me trouxe, ao ler tanta gentileza, amizade e hospitalidade.
    Esperança por saber que existem pessoas como o Sr. neste mundo tão estranho de hoje em dia.
    Com amor
    Maria Odete

    Responder
  64. Veronica Da Costa

    Palavras para que? Uma dupla fantástica, única, inesquecível… Parabéns a ambos. Pelos incríveis profissionais que são e pelas extraordinárias pessoas que transmitem ser. Muito obrigada por serem quem são, por me fazerem companhia a tarde depois das aulas. E novamente parabéns, do fundo do coração. Um beijinho para si Manuel e um para a nossa princesa Cristina! <3

    Responder
  65. celsa

    Olá Manuel Luís adorei saber que realizou o seu sonho do Alentejo.Tem uma quinta linda adorei a sua entrevista com a Cristina .Só consegui a revista na segunda edição.
    Manel você é um ser uma maravilhoso.
    Espero que consiga realizar os seus sonhos futuros

    Beijinhos

    Celsa Guimarães

    Responder
  66. Gertrudes da Lus Ferra

    Boa noite senhor Manuel Luís Goucha. Não consegui comprar a revista nem a primeira nem a 2 segunda edição Com muita pena minha. O seu texto que eu o li com muito agrado espelha bem a formaçao e o caracter que o senhor tem. Os meus parabéns. Os verdadeiros amigos são assim e eu não esperava outra coisa do senhor. E da Cristina também. Que o Manuel Luís e o senhor Rui desfrutem muito desse seu sonho (monte) e que sejam muito felizes. Agora só é preciso terem muita saúde e sorte. Um grande abraço. Gertrudes

    Responder
  67. Pedro Sérgio Simões

    Caro Manuel (permita-me trata-lo assim)!
    Já tive oportunidade de estar convosco uma vez no programa mas, mesmo assim, conseguiu uma vez mais surpreender-me pela positiva.
    Adorei este texto, tal como a reportagem! Neste mundo atribulado em que vivemos, é LINDO ver a vossa amizade, bem como o respeito que têm um por o outro e também por todas as outras pessoas.
    Sou Cristão Católico (sei que é Agnóstico) mas sou incondicionalmente vosso “seguidor” (seu e da Cristina)!
    Já é muito difícil encontrar pessoas como vós, que sabem divertir-nos mas também sabem ser sérios quando o assunto é sério.
    Como disse, estive uma vez no vosso programa, no dia em que foi apresentada a coleção da “Hush Puppies” da Cristina e em que eu e a minha mulher fazíamos anos de casados. No intervalo, tivemos a oportunidade de falar sobre os nossos animais e, de facto, nesse dia tivemos a certeza da vossa simplicidade e simpatia mesmo com as câmaras desligadas (o que infelizmente não podemos dizer de tantos outros(as) profissionais.
    Tenho a felicidade de, no meu trabalho, poder ver o vosso programa práticamente todos os dias… São a minha companhia das manhãs.
    Muitas felicidades para todos vós e continuem como são!!!
    Aceite um grande abraço de um seu espectador e seguidor,
    Pedro Simões

    Responder
  68. manuela branca

    Adorei as fotos do Menu, aposto que com tantas iguarias a Cristina se tenha esquecido de tudo(visto que adora provar tudo).Voltando ao Menu adorei a simplicidade, pena é que não tenha sentido os odores.Parabéns tudo muito bem conseguido.

    Responder
  69. Guilhermia Neves

    Goucha como é lindo o que acabei de ler, adorei cda vez vos admiro mais, Bjos (Amanhã certamente vamso ouvir muitas conversas sobre o monte. Estou aguardar com muit estusiasmo.

    Responder
  70. Maria Helena Silva Santos

    Li a revista e ao ler hoje a sua publicação, fiquei com lágrimas nos olhos. Manel o Senhor é único, um ser especial, transparente. A verdadeira amizade existe, e a vossa é prova disso. Desejo-lhe a maior felicidade do mundo. Um abrazo do tamanho do céu azul e estrelado do seu Alentejo.

    Responder
  71. ermita

    Oh! Que lindo, seu relato desse acontecimento, que tanto se aguardava! Gostei muito do que li na revista, mas aqui também. A Menina Cristina foi ao seu” castelo” e foi recebida que nem uma rainha. Uau, parece que estou vendo um filme… gostei muito de tudo, mas o que mais mexeu comigo, foi o que srº Manel, senti-o pelo pequenino Tiago. Porque o Tiaguinho não vai ai, uns dias? Acho que ele ia adorar ser seu “sobrinho” Acho que tem uma cumplicidade com a menina Cristina, e não são só colegas mas amigos. Parabéns pelo sucesso da TV e pelo resultado da venda da revista… bis bis
    abraço, para si e seu companheiro :)

    PS: desculpe qualquer abuso

    Responder
  72. Antonia Ramalho

    Manel, depois de ler estas palavras tão sentidas que partilhou com quem o admira, fiquei completamente sem jeito de encontrar palavras para dizer fosse o que fosse. Obrigada por em fotos e palavras me deixar entrar no seu “sonho” e neste fim de semana que de certeza, jamais esquecerá . Bom regresso a Lisboa e boa semana de trabalho junto da sua Cristina. Beijinho

    Responder
  73. Paula Cordeiro

    Com este texto, parece que nos encontrávamos todos juntos nesse monte maravilhoso. Como é vosso apanágio diário. Uma conversa que nos entra todos os dias em nossa casa e que nos envolve numa bruma de felicidade, onde todos juntos, fazemos parte do vosso programa e vós da nossa vida. Bem hajam. Felicidades

    Responder
  74. Lurdes Esteves

    Foi este Manel que eu sempre conheci,e que um dia ( sabe se lá porque ??? ),Suprendeu me como não esperava…
    Tudo serve para aprender e crescer…
    Mas apesar de tudo gosto de ver a sua Felicidade assim como Eu posso dizer que sou muito feliz…

    Responder
  75. Camila Santos

    Gostei muito do texto e admiro muito a vossa relação. São muito diferentes, mas a verdadeira amizade é assim. Respeitar o outro, não questionando. Sejam felizes.

    Responder
  76. Andreia

    Muito muito bonito. Adorei a escrita
    Desde que sou pequena, que ainda hoje não sou muito grande, que o admiro através do ecrã. E anda assim é me permito tantas e tantas vezes surpreender-me.
    Muito obrigada, a ambos, pela grande inspiração.

    Responder
  77. Ana Luísa

    Parabéns Manuel.adoro.o a si e a Cristina.fantástica escrita e fantástica revista a deste mês.até fiquei emocionada com a entrevista.simplesmente maravilhoso.um Beijinh grande

    Responder
  78. Graça campos

    Boa noite Manuel, que bom deve ser ter um amigo assim, penso que os dois se merecem , os dois são a minha companhia todos os dias, para me ajudar a combater uma danada depressão..seja muito feliz como acho que merece…abraço

    Responder
  79. Ana

    Boa Noite
    Assim não vale, deixou-me lavada em lagrimas, desejo-vos mta saude para poderem desfrutar de tudo o que alcançaram, Manel escreve muito bem tem uma caracteristica que muito poucos têm , conseguimos quase cheirar, sentir e entrar.mos nas suas “histórias”. Parabens

    Responder
  80. Eugénia Dias

    Adorei o texto, adoro a sua maneira de escrever, aprendemos muito consigo…se me permite, um beijinho de uma alentejana para um alentejano (emprestado mas não importa )

    Responder
  81. Marisa bicho

    Adorei!!!Sigo o seu blogue desde que começou mas hoje senti necessidade de comentar… Parabéns pela pessoa que é e pela cumplicidade que tem com a Cristina.Adoro vê -los!! São a minha companhia e da minha pequenina durante as manhãs!!claro que como a maioria das pessoas adorava vê -los ao vivo, difícil eu sei quase impossível mas nunca se sabe sonhar vale a pena!! Beijinhos e mais uma vez parabéns!!!

    Responder
  82. Cristina Rodrigues

    Porque é que só ao fim de 12 anos lhe jurou fidelidade?
    O texto tá muito sentido!
    Gostei muito!
    Aliás gosto muito dos dois!
    Beijinhos

    Responder
  83. ETELVINA ANTUNES

    adorei o que li e realmente uma pessoa integra que adora o que faz e respeita todas as pessoas gosto imenso de ver as suas publicaçoes do monte principalmente aquelas em que esta junto dos seus animais que tal como eu adora bjs

    Responder
  84. Alexandra Temudo

    Boa noite Manuel Luís,
    Como sempre, adoro ler o que escreve… como escreve.
    No final, tenho sempre a sensação de que estive presente… até os cheiros o os sabores sinto…
    Tenho uma pena imensa por não poder comprar a revista pois estou em UK.
    Beijinhos grandes e seja sempre muito feliz.

    Responder
  85. julia vieira

    Ola Manuel Luis Goucha adoro ver o vosso programa adoro a Cristina ferreira acho os dois tao sinceros tao genuínos sai tudo com uma verdade que me leva a ficar especada a ver . Adorovos sou vossa fã e qualquer dia vou assistir ao você na TV.:)

    Responder
  86. Maria do Carmo Rocha

    Palavras para quê? Fiquei emocionada. Tudo ao pormenor como não poderia deixar de ser, ao seu estilo Manel. Muitos parabéns por ser quem é e como é/quem são e como são. Grande beijo.
    N: Ainda não perdi a esperança de ir ao Alentejo visitar essa maravilha!!!!

    Responder
    1. Maria João Cardoso

      Sinto as palavras a deliciarem o meu coração, tal é o encanto com que os meus olhos as decoram, as sorvem…Parabéns pela verdade dos seus olhos Manuel Luís Goucha! Bom sentir que a vida vos deu um ao outro e essa cumplicidade é daqueles tesouros inigualáveis. Obrigada por me aquecerem o ❤

      Responder
    2. Fernanda

      MANUEL LUIS admiro muito a pessoa que é com as suas fragilidades mas com tantas qualidades escreve que nem um poeta deus lhe dê muita felicidade com o só no realizado beij sua fã fernanda

      Responder
      1. rr

        Que maravilha sò um gentleman como o Manuel tem este charme,ainda bem que existem cavalheiros como o Manuel parabens pela pessoa que e.gosto muito de vocês

        Responder
    3. Fátima Martins

      Além da minha família,que, é tudo para mim vocês ( Manel e Cristina) são as pessoas que eu mais ademiro,por os seres humanos que são!!!

      Responder
    4. Albina Rosa Pereira Borges

      Cada dia que passa mais o admiro e já lá vão muitos anos,o meu sonho de o ver pessoalmente e de o abraçar felizmente realizou-se em Viana pois tirei uma foto ao seu lado com a minha filha felicidades e um grande beijo Albina Borges

      Responder
    5. Joana Faria

      Que belíssimo reprodução!! Obrigado, muito obrigado. Gosto muito de viajar com as palavras.
      Agradeço, sobretudo, conseguir transpor por palavras esses momentos felizes.
      Bom trabalho.

      Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *