Arquivo da Categoria: MEMÓRIAS

A que cheiro?!

Ricardo Claudino foi modelo e tem formação superior em Desporto mas apaixonado que é por fragrâncias diferentes, foi nos perfumes que encontrou o seu actual modo de vida. Uma semana antes do Natal abriu a sua perfumaria de nicho, tais […]

Ler mais

Bolo-Rei

Hoje é dia de o comer! E logo eu que sou capaz de aviar um, quase de uma assentada. Com fartura de frutos cristalizados e massa fofa, que nisso sou pela tradição, por muito que gabem o bolo rainha, apenas […]

Ler mais

Viagem à nossa infância

É o que lhe proponho, se andar para os lados de Estremoz, que no Palácio dos Marqueses de Praia e Monforte, em boa hora comprado e recuperado pela autarquia, exibe-se agora uma exposição de brinquedos portugueses, a partir da paixão […]

Ler mais

O filme da minha vida

Amanhã celebra-se o cinema, no seu dia mundial, é sempre assim a cinco de Novembro, e por isso já houve quem hoje me fizesse a pergunta sacramental: qual o filme da minha vida? A resposta nunca é fácil tantas as […]

Ler mais

Voltei ao Teatro

Desta é que foi, voltei a entrar no Teatro Bernardim Ribeiro, em Estremoz, quarenta anos depois de ali ter subido ao palco, como actor e integrando a companhia Teatro do Povo, de Pedro Pinheiro, no decorrer de uma digressão feita […]

Ler mais

Um dia inesquecível!

Mas, hoje dou por mim a lembrar aquela imagem da Cristina (8), ainda a casa não havia acordado, olhando o nada, comigo atrás sem que ela desse conta do meu pensamento: foi ali que verdadeiramente, pela primeira vez, lhe jurei fidelidade!

Ler mais

A Ponte a pé

Lembro-me como se tivesse sido ontem e já lá vão cinquenta anos. A 6 de Agosto de 1966, curiosamente também num sábado quente como este, era inaugurada com toda a pompa e circunstância a tão desejada Ponte sobre o Tejo, […]

Ler mais

A senhora dos panos brancos

Andou meio mundo a falar da mariposa que se “colou” ao rosto de Cristiano Ronaldo, como que a beber-lhe as lágrimas, no momento em que o campeão percebeu que fazer parte daquela final era para ele um imenso sonho perdido. […]

Ler mais

Foi há (quase) sessenta anos!

Cresci ouvindo a minha mãe a recordar a primeira visita de Isabel II de Inglaterra a Portugal, há praticamente sessenta anos. Craveiro Lopes era o Presidente da República e Salazar governava, presidindo ao Conselho de Ministros. Pelo visto foi coisa […]

Ler mais

Sonho(s) de menino

Teria uns dez anos, não mais, e ficava preso ao ecrã sempre que aparecia uma senhora com duas fiadas de pérolas ao pescoço, modos gentis e voz doce, para dar conselhos de decoração. France de Vasconcellos, assim se chamava. Recordo-me, […]

Ler mais