O mundo mágico das palavras

foto1

Gosto de alfarrábios (ainda há muita coisa que não sabe de mim!) e se bem que hoje em dia os possa encomendar via internet faz me falta perder-me no pó do tempo, entre livros, gravuras, revistas, opúsculos, curiosidades, que sejam, com histórias para contar. Isso só mesmo num alfarrabista. Há dias, no dezoito da rua das Flores, no Porto, dei de caras com a Livraria Chaminé da Mota, e imediatamente me lembrei de ter conversado no “Praça da Alegria”, há uns quinze anos, com o seu dono, sobre esta paixão comum pelas palavras. E não é que reencontrei Pedro Chaminé da Mota mal entrei na sua livraria (alfarrabista), onde mais de um milhão de títulos nos esperam (“Ética” de Aristóteles, de 1517, será o mais vetusto), espalhados por quatro pisos, qual caverna de tesouros. Por todo o lado acumulam-se objectos vários que isto em que se comprando uma biblioteca há sempre outros recheios que vêm junto: caixas de música, grafonolas, onde ainda se põe a tocar “A Marselhesa”, “A Internacional”, entre outros temas heróicos, até frascos de tinta a litro, para escrever. Da próxima vou com vagar, permanente que é a minha sede de palavras e enredos.

Livraria Chaminé da Mota
Rua das Flores, 18
Porto

Telefone: 22 200 53 80

foto2 foto3 foto4 foto5 foto6 foto7 foto8 foto9 foto10

2 comentários a “O mundo mágico das palavras

  1. Madalena Ferreira

    Olá MLG,

    Mais um bom momento de história! As fotos maravilhosas que são partilhadas neste blog, são sem dúvida um bálsamo para os que gostam de livros – tenham pó, estejam amarelos e alguns até muito mal tratados.

    Um bem haja,

    Responder
  2. Paulinha Velez

    MLG,

    o cheiro dos livros é algo mais nada tem…parabéns pelas fotos mais uma vez parecem tiradas de…um livro de romance.
    Aprendemos sempre tanto consigo,,obrigado <3

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *