Ó milhão, milhão…

jmilhao
Anda “meio mundo” a cantar esta música tão tradicional, mas alterando a letra para apregoar que agora, ao apostarmos no Euromilhões, também apostamos neste outro prémio de um milhão, que é certinho sair cá todas as sextas-feiras. Um dos filmes que promove a campanha do “M1LHÃO”, o que passa na TVI, foi feito no estúdio do programa da manhã, com a Cristina, comigo e com o público que costuma sentar-se nas bancadas do cenário. Com ele tudo é mais fácil, calhado que está connosco, cúmplice habitual das nossas diabruras. Por isso também, uma vez mais, o trabalho virou festa. Não levou muito a acertarmos na “nova” letra da música que conhecemos de infância. Repetiu-se a acção apenas umas três vezes, para garantir a captação de planos em várias escalas e pronto, dali fomos apostar no Euromilhões com a esperança de ganharmos, pelo menos, o Milhão extra, garantido que é ele sair todas as sextas no nosso país.

Mas há mais: agora é a sua vez de fazer um pequeno vídeo interpretando o “Ó Milhão, Milhão” com a letra da campanha do novo jogo “M1lhão”. Use a sua criatividade, pois a ideia é reinterpretar a música de forma original. Há um prémio de 1000 € à sua espera. E, para se inspirar, tem vários exemplos de vídeos caseiros no site:

http://galodouro.jogossantacasa.pt/ e

Seja você a cantar de galo!

1 comentário a “Ó milhão, milhão…

  1. Aida

    Olá Manuel Luís!
    Desculpe a ousadia,mas preciso mesmo de lhe oferecer um livro,não é um livro qualquer “é uma história comovente e empolgante,narrada na primeira pessoa por Remela,um cão comum que vive num bairro comum.O modo como nos apresenta a sua visão do mundo e a relação que, ao longo dos anos, vai estabelecendo com os outros pares e com os humanos diverte e comove o leitor,ao mesmo tempo que conduz a uma reflexão sobre o valor da amizade, da família e do amor incondicional.”
    Sei que adora animais principalmente cães,pois tenho a certeza que se vai emocionar ao lê-lo,é um livro emotivo que se lê com uma lágrima no canto do olho.
    Quem o escreveu?Não…não fui eu…(infelizmente não tenho aptidão para tanto).Foi uma minha amiga Soni Eesteves.
    Quem é a Soni?
    A Soni Esteves,1958.
    Braga é a cidade onde nasceu e se licenciou em Estudos Portugueses.É também nessa cidade que exerce a docência da disciplina de português.
    Assume a literatura como uma paixão,sendo desde sempre,uma leitora assídua.A escrita de poesia e contos está sempre presente,tal como a de textos para peças de teatro que encena,frequentemente,com os alunos e professores.
    Os cães da minha rua é,contudo, a sua primeira obra publicada.
    Por tudo isto gostaria muito que o lê-se.
    Posso enviá-lo?
    Qual o endereço?
    Desculpe se lhe ocupei muito tempo.
    Um abraço.
    Aida A.G. Silva

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *