Fim de semana alucinante(?)

Alucinante pelas emoções e não por correrias ou sobressaltos, que há um tempo diferente nesta terra imensa e quente. As coisas fazem-se, claro que sim, mas pela fresca da alva ali até manhã alta, que é quando o sol já arde na pele, e depois a partir do meio da tarde até aquele se afundar no horizonte que é quando os campos são como que aspergidos de oiro.

No monte há sempre coisas a alterar ou a melhorar, agora substituiu-se a gravilha do chão por pavimento em pavê, por uma questão de praticidade e limpeza, assentá-lo é coisa trabalhosa e de minúcia, como quem rendilha, e fico horas a ver quem o faz, inspirado por saber na eficaz equipa dois homens de setenta, cheios de energia. Ganharam-se mais espaços para a contemplação e aqui entro eu em cena com o jeito que julgo ter para a decoração. Há que criar novas zonas de lazer, já tenho ideias, é “trabalho” para a próxima vinda, mas mesmo assim mudou-se o que estava, da cama, onde leio e modorro, vejo agora os campos e as águas mansas da barragem.

Chegou a gaivota que havia encomendado antes das férias de Agosto (não das minhas, que gosto desse mês para oficiar), não havia em estoque, que a queria com azul para não destoar do mais do monte, se bem que o amarelo proposto também tivesse a ver com as bordaduras do casario deste Alentejo do alto. Claro que houve passeata, a bom pedalar, com cantorias e um rosé fresquinho, de 2017, da adega Lima Mayer, que é aqui a dois passos. Apreciador que sou de bom vinho não podia ter melhor vizinhança, que por estas terras de Monforte não faltam opções vinícolas de excelência, entre brancos e rosés acídulos e frutados e tintos de mastigar.

É altura das ovelhas parirem, por aqui já começaram os nascimentos, três entre uns oitenta que estão previstos. É o milagre da Vida a que assisto sempre com espanto e alguma comoção. Também três das éguas estão cheias mas esses partos já só para o ano, quero é ver se não falho a estar presente nem que para isso meta férias.

Fizeram-se saladas para saciar o apetite, que é o que apetece, com temperaturas nos trinta enquanto o país a norte “metia água”, e desta nada de pão, quase pecado nestas terras, tamanha é a perdição. Variadas e gulosas como a de peito de pato que em breve aqui publicarei.

E passeou-se muito sempre acompanhados pela Azeitona, já guardadora do rebanho, e pela Pesqueirinha que, apesar de felina e completamente à solta na herdade, segue-nos por todo o lado.

É viver em estado permanente de deslumbre e contentamento. Ingrato não sou, por isso a cada aurora (e se aqui durmo bem!) agradeço à Vida!

60 comentários a “Fim de semana alucinante(?)

  1. Élia L Pinheiro

    Estou extasiada com a sua escrita e com as suas fotos.
    Vivo na Ilha da Madeira, Funchal. Não conheço o Alentejo. Sempre preferi viajar para a Alemanha, Suíça, Áustria e este ano fui a Paris no meu aniversário. Adorei tudo e lembrei muito de si, que sempre apresentou Paris como uma cidade única. Adorei tudo, mas mais marcante foi Versailles. Dia 6 de Julho passei lá o dia meu dia. Dia em que completei 59 anos.
    Obrigada pelo que nos dá, gosto muito de si.

    Responder
  2. LAVINIA DUARTE

    Adorei ver essas maravilhosas vistas da sua lindo monte adorei adorei gosto mto do senhor acho um senhor com mto gosto tanto no vestir como no seu lindo monte .ja lhe disse pessoalmente que veste como ninguém tem mto gosto uma beijoka desta sua fá LAVINIA SILVA

    Responder
  3. Maria Sousa

    Boa tarde Manuel

    É tão maravilhoso o que escreve e as imagens que publica, bem haja pelo ser humano que é!!!!!

    Como é bela a natureza e os animais que tem, parece que paramos no tempo a contemplar tamanha maravilha.
    Transporta-nos para lá e até parece que consigo sentir os cheiros desse pedaço de terra.
    Desejo que viva muitos e bons anos em saúde para aproveitar tudo isso que tem em seu redor, na companhia de quem mais desejar.
    Obrigada pela sua generosidade de nos dar um bocado do que se vive aí.
    Até o seu cão está a saborear o que se passa em volta, que lindo.
    Beijinho grande

    Maria Sousa

    Responder
  4. Natércia Vieira

    O seu Monte é muito bonito, adoro os animais, os cães os gatos as cores das casas, gosto muito. E é como uma senhora acima comentou, edite um livro, com os seus pensamentos fotos do seu Monte, a sua filosofia de vida, porque adoraria tê-lo.

    Beijinhos aos dois

    Natércia

    Responder
  5. Antónia Marques

    Bonita reportagem fotográfica e óptimo texto descritivo. Senti-me transportada para lá ! Sugestão : edite livro com todos estes sentires e memórias, eu gostaria de o ter … Bjns
    Ma. Antónia

    Responder
  6. Maria Ilidia Neutel Pereira

    Manuel sigo o seu trabalho em televisão desde que começou. Adoro ler o que escreve e as fotos que publica. Obrigada por existir e continue por muitos e bons anos a transmitir a sua alegria e felicidade . Um beijinho

    Responder
  7. Suzy

    Que maravilhoso silêncio que vive por ai
    bem merecido pois a semana é cheia de
    de partilha sua com o ser Humano todos
    nós que o acompanhamos …Parabéns ..
    Sei que não acredita mas desejo que Deus
    o acompanhe sempre e toda a família sejam
    muito Felizes Beijinho
    Suzy

    Responder
  8. Maria Aleixo .adeira

    Olá Manuel,sou a Maria Aleixo,resido na Alemanha á cerca de 23 anos,tenho 73 anos de idade,estou a ficar velha,sim,como o Manuel diz ser velho e ser sábio,adoro estar a ficar velha, é de uma alegria que os mais jovem não entendem,hora bem,eu sou sua fã desde a primeira vez que o vi na televisão,segui todas as suas receitas,as que me foi possível seguir,fui cozinheira alguns anos,em Portugal,Toronto,Berlim Salamanca,aqui na cidade de Münster,adoro cozinhar,inspirei-me muito nos seus doces,agora já reformada tento velo todos os dias, tenho TV Portuguêsa,o Manuel e um Senhor,com letra muito grande,como também um grande profissional, obrigado por existir e nosdartao bons momentos de profissionalismo

    Responder
  9. Isabel Osório

    Como é possível ter uma afinidade tão grande com uma pessoa que só conhecemos da televisão.
    Por vezes sinto-me quase parente. Gosto de saber que está bem, feliz porque realizou o seu sonho de 50 anos, gosto de bisbilhotar os cantinhos da sua casa e da sua vida, não por despeito mas por gostar de si. Parece que entro na sua casa que me sento junto à piscina a ler um livro ou ao seu lado a conversar. Imagino um passeio nos campos com o sol a tostar a minha pele a sentir a presença dos seus cães a puder afagar os seus lombos de pelo macio. Enfim, quando não se vive de inveja e mesquinhez podemos ser felizes com a felicidade dos outros que estimamos e consideramos “amigos”. Eu adoro ver o Manel em qualquer programa porque com a sua constante noção de profissionalismo se entrega e prepara todos os programas de modo a acrescentar sempre alguma coisa de interessante aos temas. Tenho aprendido muitas coisas interessantes consigo. E também tenho ficado com dor de barriga de tanto rir com as suas brincadeiras.
    Desejo-vos, a si e ao Rui ( que acho super divertido) as maiores felicidades pois vê-se o amor que vos une. Vou continuar a seguir tudo o que quiser ir mostrando da sua maravilhosa vida. Muitos abraços porque sei que não gosta de beijos. E até amanhã

    Responder
  10. Maria Teresa C. Santos Ferreira

    Manuel, depois de todos os comentários que recebeu esta semana, acho que está quase tudo dito! Um ser humano que cresceu sempre para melhor e que continua a atingir os objetivos para que nascemos: ser felizes!!!
    Em relação ao seu programa: não precisa de acompanhante… O Manuel é um apresentador completo: diverte-nos, traz-nos momentos de cultura e enche-nos a manhã!!!
    Gostaria de ter a sua cultura geral, mas sei que o Manuel se prepara muito bem para os seus programas e é esse o segredo ao longo dos anos…
    Gosto muito de si, mesmo sem o conhecer pessoalmente! Mas gosto muito, muito do Goucha que vejo quase todos os dias!
    Um grande abraço, apertado e continue a ser feliz!

    Responder
  11. Ana Fernandes

    Sendo eu uma admiradora do Manel, queria dar-lhe os parabéns pelo seu magnifico monte.
    Adoro ver os canteiros das flores , e sentir a paixão que nutre pelos animais.
    Felicidades
    De uma alentejana

    Responder
  12. Amália Cristina M. C. Rodrigues

    É um precioso contador da vida maravilhosa que acontece aí nesse lugar mágico do nosso Alentejo ❤️ Amo ler o que escreve,!!! Identifico-me nos detalhes,na sensibilidade,na simplicidade,na elegância e…….. obrigada

    Responder
  13. Raquel Silva

    Boa noite Manel acabei de ler o texto do fim de semana vi as fotos o que senti muita felicidade amor paz… a pequena leitura que onde se sente uma “felicidade plena”, dizem dizem que não existe! Ela no monte do Manel e do Rui. Como eu gostava de ter metade para ser uma mulher muito feliz e realizada. Desejo que essa felicidade esteja sempre presente . Obrigada por este belo texto. Vou-me deitar com o coração cheio de esperança . Bjnhs

    Responder
  14. Fátima Machado

    Manuel adoro suas palavras,bebo-as com imensa vontade deixando minha imaginação solta, sentindo sabores e odores que nem conheço.Imagino seus bebés nascendo nesse paraíso alentejano,esses partidos felizes,essa Pesqueirinha sortuda percorrendo caminhos,seguindo os donos com felina devoção!Grata pelas palavras tão belas!

    Responder
  15. Maria Leonor da Silva Pereira

    Tuto tão bonito e harmonioso. Respira-se Paz.
    Parabéns Manul Luis e Rui.
    Muita Saúde e Alegria para que possam usufruir desse recanto de tranquilidade, que bem merecem.
    Amanhã às 10h, cá estarei à espera dessa alegria contagiante que anima o meu dia. Obrigada por serem como são.
    Um beijinho aos dois e TUDO de BOM!

    Responder
  16. Clara maria Alves cordeiro

    Bem haja por transmitir essa serenidade apanágio próprio do Alentejo que também adoro! Os animais a minha paixão! Que tenha saúde para usufruir dessa dádiva da vida ! Tudo de muito bom para si! Uma admiradora sua desde do tempo da culinária ( outra paixão) . Felecidades para si a para o Luís. Beijinhos

    Responder
  17. Conceicao pestana

    Gosto muito do Senhor Manuel Luís goucha . Sei que não gosta de ser tratado por senhor mas é no sentido de ser um grande ser humano a todos os níveis adoro o seu humor a maneira de falar com as pessoas. Resumindo muito o Manuel Luís goucha tem tanto de Deus é uma alma nobre. Gosto muito de si . Obrigada por ser assim.

    Responder
  18. Maria Alice Figueirrdo

    Amo ler o que escreve, pela maneira poética e pela forma linguística como o faz.
    Sou da Beira Baixa, lisboeta de vivência há 47 anos, mas adoro o campo e as actividades que nele se desenvolvem, as quais presenciei e aprendi na minha juventude. Um abraço.

    Responder
    1. Ana Sampaio

      Manuel Luís que lindo esse fim de semana, quem me dera ter assim um pedacinho de terra para descansar depois de uma semana de trabalho desgastante. Beijinhos e tudo de bom, também sou capricórnio, 29

      Responder
  19. Paulinha Velez

    MLG
    Que bom…que bonito fico sempre encantada quando põe estas fotos.
    Depois é saborear as suas palavras…que como quem conta uma história.
    Obrigada por isso…ahhhh sabia que ía cantar a canção da gaivota mal tivesse a sua gaivota…que divertido .. Os borreguinhos são algo de maravilhosos a Vida é bela….

    Responder
  20. Maria Helena Calado

    Adoro a forma como descreve a sua vivência nessa bela herdade alentejana.
    Faz-me lembrar os cheiros e cores da minha terra, Nisa, e sinto uma saudade enorme das férias escolares que lá passei, em casa dos meus falecidos avós.
    Ainda hoje tenho presente o pequeno almoço que me preparava a minha avó materna, gente pobre mas de coração enorme.
    Eram batatas cortadas às rodelas, fritas em azeite proveniente das oliveiras do quintal, e ovos estrelados.
    Sem dúvida o melhor pequeno almoço que alguma vez comi.
    Obrigada Manuel!
    Por ser como é, por escrever como escreve, e por nos mostrar um pouquinho da sua vida.
    Um abraço

    Responder
  21. Filomena araujo.

    Parabéns Manuel admiro muito a sua cultura ,um homem com H grande.Em tudo na bondade na educação na humildade e na sua inteligência.E por tudo isto tudo o que tem se deve ao seu mérito próprio.Desejo-lhe muitos anos de vida para q possa disfrutar desse seu alentejo querido junto do seu companheiro e dos seus animais.um abraço de quem o admira muito.

    Responder
  22. Ermelinda

    Sr. Manel lindas palavras outra coisa não seria de esperar. O Sr. é um Senhor muito conhecedor do fala e escreve. Aproveitem o paraíso que têm. Sejam felizes

    Responder
  23. Catarina Saragoça

    Meu caro “vizinho” Manuel, quer dizer são alguns quilômetros que nos separam, no entanto, no Alentejo tudo o que fique a menos de 100km é já ali.. sabe Manuel, cresci a vê-lo na RTP, assisti à sua mudança para a TVI e vi o seu amor e da Cristina crescer ao longo destes anos.. e não me vai levar a mal se disser que assisti também ao seu crescimento enquanto ser Humano, porque apesar de não o conhecer pessoalmente, sinto que também cresceu, não na idade, porque aí parece que está cada vez mais jovem. A cada ano que passa gosto mais de si, do facto de saber brincar consigo próprio, de não “se levar a sério”. Desejo-lhe do fundo do coração que continue a ser muito feliz com o Rui neste nosso Alentejo, porque não há terre como esta, com este cheiro e calor tão nossos. É um gosto tê-los como alentejanos.

    Responder
  24. Fernanda Vilela

    Cores a chamar o Outono. …tudo a ficar dourado….que beleza. ….é bom ser grato…..e agradecer todos os dias poder contemplar semelhante beleza…..saúde para continuar nesse paraíso. ….

    Responder
  25. Paula Dias

    Gosto mt de si num todo. Amei as fotos que colocou de facto no Alentejo o tempo têm mais tempo, nesse pedacinho do céu eu também sou feliz quando posso vou passar uns dias na bonita vila de assumar pertinho de Monforte beijos para vós e seja sempre essa pessoa integra.

    Responder
  26. Isabel Almeida

    Parabéns Manuel pela sua conquista,e muitas felicidades para que continue a disfrutar de todos os prazeres que a vida lhe dá.
    Isabel Almeida

    Responder
  27. Luca

    Vocês dois são encantadores. Do Manel, como já referi noutra ocasião, sou fã de toda a vida. Do Rui estou completamente fã. Vá, não canta grande coisa… mas encanta completente. Sejam felizes !

    Responder
  28. Ana Torres

    Espreito sempre as suas fotos , porque há uma ou outra coisa que gosto muito . Gostaria de conversar consigo pessoalmente , não sei até que ponto é viável. Um bj

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *