E vão três!

Em 2011 estreava-me na apresentação de um casamento real, o de William e Kate Middleton, em Londres, integrando uma equipa de jornalistas dirigida pela Judite Sousa e constituída pela Raquel Matos-Cruz, Cristina Reyna e Júlio Magalhães. Também a Felipa Garnel, à altura directora da revista Lux, fez parte e esteve sempre, ao lado da Judite, às portas do Palácio de Buckingham para os comentários mais ligados aos visuais dos muitos convidados, presentes, entre cabeças coroadas, Chefes de Estado e grandes nomes da sociedade britânica, ao passo que eu e o Júlio nas imediações da Abadia de Westminster nos dedicámos ao mesmo mas também a outros pormenores ligados à cerimónia propriamente dita e à história da Casa Real. Foram cinco horas de trabalho exaustivo em cuja preparação dediquei várias semanas, conforme aliás já neste blogue escrevi, mas valeu a pena (só assim vale!) pelo resultado obtido em termos de resposta do público que nos deu a liderança das audiências e a tal ponto que passados três meses já estávamos a cobrir, de igual modo, o casamento monegasco de Alberto e Charlene, e com resultados idênticos.

Sete anos depois, mais uma vez sou chamado a integrar a equipa que a direção de informação fez deslocar agora para Windsor para acompanhar todos os momentos do casamento de Harry, dizem que o neto preferido de Isabel II, e Meghan Markle. O evento é de menor dimensão, mas sempre com Judite no comando, dado não ser um casamento de Estado e pelo facto de se realizar numa cidade muito mais pequena que Londres e sem a dispersão geográfica que a capital exigiu em Abril de 2011. A preparação essa foi idêntica: li um livro sobre os Windsor, a Casa Real, ou se preferir a marca, reinante há cem anos, vi uma série de seis episódios documentais sobre a família e imprimi cerca de cem folhas com inúmeras informações que achei poderem fazer-me falta para a minha função de coadjuvar a Judite, compiladas depois num caderno azul que não larguei um minuto que fosse como se de uma jóia se tratasse. Fica sempre tudo por dizer mas só assim entendo este ofício de informar e entreter, mesmo que desta vez a tarefa tenha sido ainda mais complicada dadas as exigências da apresentação e acompanhamento permanente do que se passa na “Casa dos Segredos”, esse tão inesperado e nada consensual desafio televisivo que me haveria de desinquietar aos 63 anos, para além daquele que é o meu trabalho diário no “Você na TV”.

Mesmo devendo horas ao sono, tal a fona em que ando, não esqueço a frase que em Londres ouvi naquela manhã de 2011 quando ainda estremunhados fomos surpreendidos pela Judite, impecavelmente ataviada, com um repórter de imagem a tiracolo, e já a registar tudo o que se passava naquela improvisada sala de maquilhagem: “É disto que eu gosto!”
Pois também eu!

Aqui fica um pequeno vídeo e algumas fotos de momentos que fui registando:

20 comentários a “E vão três!

  1. Eva Lopes

    Bom dia Manuel Luís, não sei se viu as minhas mensagens sobre o chá já que estava em Londres há umas casas de chá que é uma maravilha é um mundo lá dentro chama-se T2tea há várias em Inglaterra, um gra2 abraço e parabéns pelo excelente trabalho diário que faz aquece o meu coração visto que vivo aqui num país tão frio

    Responder
  2. Joana de Paiva e Pona

    Como sempre foi um Senhor!
    O que mais me agrada em si, é nunca ceder à rasquice e saber sempre que boa educação está acima de tudo.
    Obrigada por ser assim

    Responder
  3. Paulinha Velez

    MLG
    Foi bom ,muito bom o vosso trabalho,sei que se prepara bastante e esse é um dos seus trunfos mas aquilo que faz o profissional que é ,é sem duvida a sua maneira de ser…é você próprio e isso poucas pessoas o fazem.. Elegante ,alegre,feliz é isso que vemos no ecran,é isso que sentimos quando estamos perto de si! Obrigada… E até logooooo 😉

    Responder
  4. Cristina Brito

    O Manuel Luís é uma pessoa que eu admiro muito. Já tive o privilégio de o ver pessoalmente, nos vários programas que fez e faz na Venda do Pinheiro. Gosto muito de o ver junto com a Cristina são um par muito divertido. Como sempre fez um bom trabalho, assim como vai ser o de logo à noite. Parabéns

    Responder
  5. Nélia Santos

    Boa noite Manuel Luís!
    Tenho pena de não o conhecer pessoalmente…mas deixo-lhe aqui os meus Parabéns pela pessoa que é.
    Admiro a sua forma de estar e de ser…faz sempre tudo com toda a entrega, dedicação e amor, tem uma alma generosa e uma cultura admirável! Por vezes penso que nasceu fora de época…mas depois relembro que é preciso termos almas assim para que possamos aprender e evoluir constantemente.
    Grata por ser quem é e por todas as partilhas!
    Abracinho forte❤

    Responder
  6. Maria Helena Dias

    Adorei como estava e a apresentação que fez!!! Como sempre está de parabéns. Um verdadeiro Senhor…
    Gostei de ver este casamento.

    Responder
  7. BELINHA ANAHORY

    Boa Noite Manel,

    Como sempre a reportagem foí como tudo o que faz “TOP”

    Beijos e até segunda porque ganhei no Passatempo do Tony e lá estarei !

    Responder
  8. Maria Amélia pereira

    Como édo nosso conhecimento Manuel Luís sempre no seu melhor.
    Com uma apresentação espetacular com uns conhecimentos como ninguém .
    Como eu gosto deste nosso grande repersentante nunca nos deixa ficar mal.
    Obrigada Manuel .Parabéns tenho muito orgulho em si .
    Um grande abraço .
    Até amanhã com mais uma grande gala.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *