De cortiça!

artipel1

artipel2

artipel3

artipel4

artipel5

artipel6

artipel7

artipel8

artipel9

E se eu lhe disser que todos os artigos que está a ver nesta publicação são feitos em cortiça? Custa a acreditar, dir-me-á, talvez pela elegância e criatividade do seu design, pela cultura do detalhe que se vê presente e que faz a diferença. Foi o que pensei quando há dias entrei na Artipel, uma empresa familiar da Terrugem, bem perto da raiana Elvas. Pasmei com o bom gosto e delicadeza do muito que a sala de exposição nos mostra, fruto da visão e da dedicação de um homem, Gaspar Joaquim Magarreiro, e de quantos com ele trabalham. Aos saberes aprendidos nas fábricas dos tios que mantinham uma das tradições da região, a de trabalhar a pele, Gaspar Magarreiro juntou, há já uma boa dezena de anos, como matéria-prima, a casca de sobreiro, tão daquelas lonjuras. O resultado patente em centenas de acessórios de moda que anualmente são pensados, produzidos e lançados, tem conquistado exigentes públicos nacionais e internacionais. Saber que sua filha Rita já lhe segue a paixão é perceber que este negócio, que casa tradição com modernidade, vai continuar a honrar o que temos de melhor e muitas vezes esquecemos ou não valorizamos: a capacidade de sonhar e empreender.

www.artipel.pt

artipel10

artipel11

artipel12

artipel13

artipel14

artipel15

artipel16

artipel17

artipel18

artipel19

artipel20

artipel21

artipel22

14 comentários a “De cortiça!

  1. Maria Sousa

    Boa tarde Manuel.
    Adorei, têm peças lindas com muita criatividade. Os Portuguesas são assim. Desejo que tenham boas vendas.

    Beijo

    Maria Sousa

    Responder
  2. Maria Teresa Gomes

    querido Manel, tudo muito bonito, e ainda por cima produto nacional. Por falar em bonito, não tire a barba, acenta-lhe na perfeição. Adorei, BEIJINHOS!

    Responder
  3. Carla

    Manuel
    São preciosas, adoro!
    O cesto e mala recortado a laser, las quiero!!

    Ontem estava um borracho, o verde fica-lhe bem devia andar mais vezes sem gravata.

    Permita-me partilhar uma frase que ouvi ontem, faz todo o sentido.

    Um povo que lê, nunca será um povo escravo.
    António Lobo Antunes

    Abraço
    Carla

    Responder
  4. Ana MAria Moreira

    Adoro o Manuel Luís já o via na Praça
    Fez me companhia durante muitos anos
    Sempre que possovjo em directo
    Beijinhos continue feliz!!

    Responder
  5. Lurdes Fitas

    UAU!!
    Artipel só podia! Um espaço na Aldeia da Terrugem ( Elvas) a minha terra Natal, onde a escolha de torna difícil!
    Gostei de ver a publicação Manuel Luís.
    Abraço

    Responder
  6. Helena Teixeira

    Uauuu Manuel Luís! Acessórios lindos!
    No entanto, revele-nos lá o preço de algumas peças…eu adoraria aquela mala rectangular com as folhas verdes, mas deve ser fora do meu orçamento…e fios lindos…sapatos…aiii

    :)

    Obrigado por partilhar e o que é nacional é bom :)

    Responder
  7. Maria Alice Rodrigues dos Santos Lopes

    Olá, Boa Noite, Sr.Luis
    Adorei as malas de cortiça, também tenho uma mas está que está na oitava posição encheume os olhos.
    Tenho chinelos, pantufas com o eu nome adoro mesmo, Lindasmuitas Felicidades e Saúde

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *