Fidúcia

fotografia 1

Gosto de quem mostra audácia (fidúcia), ainda por cima quando a braços com uma situação de desemprego. A história conta-se de uma penada, se bem que a marca VICRI, de que há muito sou fiel cliente, tem muito que se diga (fica para outro escrito). Dia houve em que a fábrica de camisas e gravatas teve de ser deslocalizada para onde era o mais da confecção, o que se revelou um verdadeiro sufoco para quem contas fez e logo viu que não dava mais para continuar. Para trás ficaram muitos anos de dedicação ao ofício e à marca, mas há quem não seja de cruzar os braços. Porque não criar um negócio próprio a partir do que sempre fez e muito bem?

Meu dito meu feito, quem o diz é o próprio: Fernando de nome, Queirós de apelido. Afinal este havia sido o seu sonho de sempre, ter uma pequeno atelier onde camisas para já, gravatas e laços para depois, são feitos com saber e paixão. Ao Fernando juntaram-se mais três ex-colegas unidos pela mesma vontade e determinação. Confiança (fidúcia) é o que não lhes falta. Encomendas também não, até da estranja, do Reino Unido, por exemplo. Eu também tenho fidúcia total no trabalho de quem há tantos anos faz as minhas camisas, tal qual as quero, de três botões no colarinho, macho e punhos duplos para levarem abotoadura. E depois gosto de pessoas que sabem pegar os problemas pelos… colarinhos!

fotografia 2 fotografia 3 fotografia 4 fotografia 5 fotografia 6 fotografia 7 fotografia 8

Fidúcia
Rua Pedro Hispano, 1121
Porto
Telefone 918801998

Aqui fica a reportagem apresentada esta manhã no Você na TV:

14 comentários a “Fidúcia

  1. Alberto Almeida

    Demorei tempo a ver estas preciosidades. Foste um bom parceiro, Fernando e deu gosto trabalhar contigo. Como eu te chamava: o Mac Giver, pois ias a todas. Ganhaste, porque construistes o teu rumo e tens tudo para o sucesso, assente em ti, mas também na tua adorável Família, nos teus amigos e muito nessas Senhoras de mãos de fada que aí tens. Vai em frente que amigos não te faltam

    Responder
    1. Ana Queirós

      Também demorei tempo a ver esta mensagem que deixou acerca do meu pai!

      Apesar de suspeita de sobrenome, é com orgulho que digo que agradeço e concordo na íntegra com o que disse acerca deste grande Homem.

      Felicidades,

      Ana Queirós

      Responder
  2. Maria Emilia Cunha Lopes

    CÁ estou outra vez,mas a minha vontade ainda não é mta,vai a pouco e pouco.Jáfiz a minha operação á anca e estou em recuperação k vai mt bem,o pior é k td cá em casa anda doente,com gripe,mas vamos indo,qd estiver melhor faço-lhes uma visita,até lá um grnd abraço e bjo meu querido Manel e tbm para a nossa maravilhosa CRISTINA

    Responder
  3. maria dos anjos

    eu adoro tu que e trapos mas nao posso fazer o que amo tive de partir para outro pais pois tenho 4 filhotes lindos em Portugal tinha a minha loja de costura deseijo do fundo do coracao que corra tudo pelo melhor

    Responder
  4. Florbela Gavina

    Como ex-colega de esse grupo de 4 excelentes na arte da camisaria desejos muito sucesso porque não se pode baixar os braços na situação deles eu estou no reino unido a 8 anos não tinha pratica como elas de costura e na baixei os braços que já abri um atelier de costura e vai crescendo de dia para dia beijos para todo muito sucesso

    Responder
    1. Vera

      Não pondo de parte a qualidade desta empresa,sou funcionária de uma firma de camisas em Guimarães que após vários prémios de qualidade foi esta semana premiada com prémio de Exelência é com grande orgulho que lá trabalho e acho que o Manuel deveria conhecer…….

      Responder
      1. MLG

        Obrigado Vera pela sugestão mas realmente há muitos anos que o Fernando faz as minhas camisas como eu quero e com qualidade. Por isso não sinto necessidade de conhecer outra firma de camisas. Mas é sempre bom saber que existem empresas de qualidade. Um beijo para si.

        Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *