Vida de Cão

vida de cão
“Quando eu morrer, espero ir para o céu dos cães e não para o dos homens”
Mark Twain

Vida de cão nem sempre significa sofrimento e amargor. Que o digam os meus, ladrando e abanando a cauda, que, fora as fábulas, esse é o seu jeito de expressar o que sentem, desejados que foram, estimados que são. E vão sete a juntar a outros que ao longo da minha vida fui tendo (ou terão sido eles a terem-me?) e dos quais conservo as melhores lembranças. É nelas que renasço, sempre que nas perdas vou morrendo. Não me entendo sem eles, desde catraio, por tanto me darem, incondicionalmente, em fidelidade e afagos. Estão ali do meu lado ou, literalmente, em cima de mim, felizes e confiantes. Sabem que me preocupo com eles, que os alimento e lhes presto outros cuidados, que os quero na minha vida para com eles ser melhor.

Por isso é com gosto que faço parte deste livro como que a celebrar a sua existência, enaltecendo quanto com eles podemos aprender, em tolerância, lealdade, respeito pela diferença (é que também no que toca a canídeos não há dois iguais), preceitos valiosos num quotidiano que, entre humanos, é bastas vezes um “osso duro de roer”.

Pena que nem todos pensem assim. Todos os anos somos confrontados com a deplorável situação de animais maltratados e abandonados à sua sorte. E não é o facto de, finalmente, saber que tão desprezíveis práticas podem ser criminalizadas que me tranquiliza, quando em meu entender há ainda muito para fazer no que toca à educação pelos direitos do animal, como medida preventiva de muitas safadezas.

Os que maltratam e abandonam os animais serão os mesmos que mais tarde repetirão tais impiedades com os mais velhos e vulneráveis. Rói-lhes a raiva, cheiram ao ranço da baixeza e nada mais são além de bestas convencidas que são gente. Reveja-se, com carácter de urgência, a expressão “mundo cão”, que mundo assim, nada tem a ver com eles, os canídeos, mas sim com os homens.

Felizmente são os animais a porem-me de bem com a Vida.
Afinal não foi de Vida que estivemos a falar? Sem eles, a minha seria bem mais pobre de afectos e de emoções. Por isso faço tudo para os merecer.

34 comentários a “Vida de Cão

  1. Maria Eugénia Ruas Vaz

    Adorei este video. Eu também os adoro. Tive 5 e agora estou reduzida a uma . É muito triste vè-los partir e afinal tèm uma vida muito curta. Eu gostava de arranjar mais um mas devido à minha idade tenho receio, pois para os meus filhos seria uma responsabilidade muito grande. A minha filha tem 2 cadelas grandes e muito territoriais. Eu não posso levar a minha, que é uma yorqshier pois comiam-na viva… Adoro cães e gatos e são eles que me fazem companhia. Muitas felicidades para si e para os seus animais. Maria Eugénia Vaz

    Responder
  2. leonilde sila

    26 de Janeiro ficará para sempre na minha memória.Partiu o meu melhor amigo (um filho ). Foram 13 anos de amizade verdadeira e muito,muito amor.Nunca tinha tido cães não porque não quisesse mas os meus pais tinham uma casa muito pequena e não havia condições para tal.Quando me casei foi das primeiras coisas que fizemos.Fomos buscar um amigo.Não tinha um mês.Lindo.Passado 1 ano encontrei abandonada,uma menina e lá foi ela fazer companhia ao Gugui.Dois amigos inseparáveis.Ainda não acredito que perdi o meu menino.Doí muito.Como o MLG diz eu tb quero ir para o céu dos animais.Saudades tuas meu ursinho.

    Responder
  3. Maria Moreira

    Os cães ensinam-nos que o amor é incondicional. Eles amam com muita fidelidade aqueles que entram em suas vidas, não olhando para o estatuto social nem para a aparência. São os melhores psicólogos daqueles que acham que a vida se resume a coisas, problemas, solidão ,etc. Os cães são o espelho que reflecte o amor e o respeito na sua essência , é um dar sem pedir nada em troca,é a incondicionalidade de uma criança e de uma verdadeira mãe!
    Adoptamos uma cadela abandonada, cinco gatos e somos uma família muito feliz!!!! <3

    Um grande abraço para o Manuel Luís e sua linda família .

    Responder
  4. Carla

    Manuel
    Adorei!!
    Gostei imenso q sua definição de idoso, em Portugal os idosos são vistos como empecilhos não como sábios.
    Os seus cães fazem-no feliz, como os meus me fazem. Amor incondicional.
    O Manuel é grande num todo.
    Admiro a forma como vive a vida, em liberdade , é genuíno.
    Permita-me que faça uma sugestão, escrever um texto com ensinamentos de vida, o que fez ser assim, todos temos um percurso que nos faz despertar para algo mais. Segundo Nietzsche é preciso ter um caos dentro de nós para nascer uma estrela cintilante, o Manuel é uma estrela cintilante para muitos.

    A grandeza de um país e seu progresso podem ser medidos pela maneira como trata seus animais
    Mahatma Gandhi
    Carla

    Responder
    1. António Medeiros

      De facto estou muito grato com este seu texto. Tenho três caniches. Tudo começou com a mãe que andava no lixo, na rua. No inicio fugia de casa e voltava muito tarde. Hoje dá a volta ao quarteirão e volta para casa. Porém, sinto muito em baixo porque estou à espera de tratamento da hapetite C e espero. Queria muito ter uma segunda oportunidade

      Responder
  5. lucia

    Olá Luis é com enorme prazer k digo ademiro muito muito ,e saber destes getos tao nobres me enche a alma.A minha vida sem os meus bebes seria muito pobre:tambem tenho 2 gatinhos de rua um albino cego ,um cao e um papagaio e é com eles que muitas vezes nas minhas tristezas encontro um motivo para sorrir.Amo-os todos pelo mesmo modo a minha vida sem eles certamente nao seria a mesma.Um bem aja por essa familia maravilhosa,bjs de coracao.VIVA A TODOS OS NOSSOS AMIGOS DE 4 PATAS.

    Responder
  6. Isabel Santos

    Eu também quero ir para o céu dos cães, não tenho dúvida alguma, mas também lá quero as aves, o meu KIKAS e já agora a FAUSTA e o PAIXÃO, mas os seus ainda ca vão ficar muito tempo …
    Beijos

    Isabel Santos

    Responder
  7. Paulinha Velez

    MLG.. Durante a reportagem disse que quem tem um animal como amigo é sem dúvida uma melhor pessoa… Nunca vivi sem um companheiro de quatro patas cheguei a ter dois..hoje tenho a Luna, com seis anos, também a encontrei..o meu marido uma noite apareceu me com ela bebé.. Nem dentes tinha e nem sei o que senti…foi amor para a vida! Mas falando de si e desta ideia maravilhosa deste livro…Tenho acompanhado a sua matilha e agradeço a sua gentileza de o ter feito,se tivesse de escolher um seria o João os ser um rafeiro puro e ela sua estória… É de facto uma melhor pessoa por esta tropa o ter escolhido mas também porque o Manuel Luís não conseguia ser de outra maneira 😉 beijs e obrigado pelo livro

    Responder
  8. E o Economista Sou Eu

    Cá em casa também temos animais e somos muito mais felizes por isso.
    Choramos quando estão doentes.
    Damos gargalhadas quando fazem das suas.
    Ficamos chateados quando não se portam da melhor maneira.
    Mas não fazia qualquer sentido, vivermos sem eles.
    Obrigada por este vídeo tão bom!
    Proporcionou um agradável momento em família.
    Um beijinho e um abraço desta família.

    Um blogue de uma família que decidiu poupar uns trocos e ser feliz!
    http://eoeconomistasoueu.blogs.sapo.pt/
    https://www.facebook.com/EoEconomistaSouEu/

    Responder
  9. cristina

    “A grandeza de uma nação pode ser julgada pelo modo que seus animais são tratados.”
    Mahatma Gandhi

    … esse jardim é uma nação tão especial … !

    Responder
  10. cristina

    … a tua amiga aguarelista sempre me falou do céu para onde vão os animais.
    Julgo que o “céu dela” há-de ser parecido com o do Mark Twain muito embora aquele céu sempre tenha existido na cabeça dela.
    Eu imagino que deve ser um céu bonito!
    bj

    Responder
  11. Daniela

    O Manuel é daquelas pessoas que me enche o coração de alegria. Acho extraordinário como me consigo ligar a si ainda que não o “conheça”.
    Eu adoro animais, tenho cá em casa duas pestes que também vieram da rua. :) Foi a minha prenda de natal. Ter animais é uma responsabilidade, mas são eles que me fazem rir quando menos espero, mesmo quando destroem tudo. E acredito que estar com eles é uma terapia para mim. Eles gostam de nós de verdade e ficam tristes na nossa ausência.
    Os meus parabéns por este vídeo, já a algum tempo que gostava de conhecer os seus amiguinhos. Obrigada por fazê-los felizes, obrigada por partilhar connosco. Um bem haja a todas as pessoas que gostam de animais.
    Beijinhos

    Responder
  12. Ana Bela Anahory

    Mais uma vez parabéns por ser quem é!

    Como eu o compreendo, pelo carinho que tem pelos seus animais.

    Adoptei uma gata que me seguiu por mais de um mês.

    Apesar de achar que os gatos não eram da minha simpatia, acho que ela me escolheu pela simples razão que realmente eu iria precisar muito da sua companhia.

    Hoje passados 3 anos, continuo a viver sem a companhia de um ser humano mas na companhia de um ser que me dá muito e que me completa inteiramente.

    Votos de uma Boa Noite para si e para os seus amigos de quatro patas.

    Responder
  13. Liliana Carvalho

    ADOREI !!! Partilho esse amor pelos irmãos de 4patas que tenho. Eles transmitem um amor, sinceridade e fidelidade que nenhum ser humano transmite e que só quem convive com eles e capaz de perceber.
    Obrigado por fazer este excelente trabalho em beneficio dos animais.

    Responder
  14. Claudia

    Olá Manuel, adorei o vídeo também tenho um cão que adotei à 5 anos, para mim é um membro da família e não entendo a indignação das pessoas quando lhes digo que adoro dormir com o meu cão

    Responder
  15. Paula

    Tenho 6 cães e 7 gatos…….fora outros que me foram passando pela vida……nunca escolhi nenhum…….dão-me tanta paz……a minha transformação como pessoa nota-se na observação dos meus cães, que têm diferentes faixas etárias……que tranquilidade……é um vídeo muito bem conseguido……é que os animais quando gostam mostram…..

    Responder
  16. MARIA .P. BARRETO

    OS NOSSOS AMIGOS ANIMAIS

    São animais como nós
    Só que não sabem falar
    Mas essa mera condição
    Não lhes retira o condão
    De nos puderem ensinar

    São fiéis a nós humanos
    O dito… ( Ser Superior )
    Nada nos pedindo em troca
    A não ser o seu sustento
    E um pouco do nosso amor

    Dizem que são irracionais
    E que não teêm sentimenos
    Mas isso não é verdade
    Nutrem por nós uma amizade
    Demonstrada a todo o momento

    Nem sempre os tratamos bem
    Somos até cruéis demais
    Parece que temos prazer
    Em os ver a sofrer
    NÓS …é que somos os ANIMAIS..!!!! Autora : M.P Barreto

    Responder
    1. Maria de Fatima correia

      Lindo de se ve r e ouvir cada vez o ademiro mais ,enquanto homem e o gostar de animais. A nossa sociedade tem vergonha de assumir que gosta de animais. Um ben haja para si e para o Rui.

      Responder
  17. Margarida Rosa Oliveira Dias

    Boa noite, já conhecia a família de 4 patas, mas acabei agora de ver o vidio e adorei, ainda não contou o que é que aconteceu ao galgo que encontrou, ou disse nalgum programa que não vi, quem lida com animais não há dúvida que se torna melhor pessoa a cada dia que passa, bem haja.

    Responder
  18. Dilia Silva

    Muito bom Manel obrigada por ter partilhado connosco. Adorei ouvi.lo falar com tanto carinho amor admiração e respeito por eles cada um com a sua personalidade e não apenas só mais um cão. Faltou falar da faneca… beijinhos

    Responder
  19. Berta Veiga

    Eu também sei que um dia,se houver um céu à minha espera, tenho a certeza que será o céu dos animais.Dão tanto e pedem tão pouco!Os seus e os meus e os de tantas outras pessoas que tal como nós ama e cuida os seus familiares de quatro patas.Felizes desses seres que têm vidas caninas e “gatinas” felizes e que nunca passaram por canis. Infelizmente há outros tantos(muitos)que nunca souberam o que foi o amor,o carinho e um colo sempre pronto a acolhê-lo.É desses que tenho pena e me revolta haver seres ditos humanos que de humanos nada têm :( . Ah já gora e para terminar,livrinhos para a plateia ?e para casa não há???que mau :( .Beijo meu querido amigo e quando puder,não se esqueça do que lhe pedi….ração(muita se puder ser)para a midas de matosinhos.Eles estão mesmo a precisar!!!

    Responder
  20. Sofia Dias

    Adoreiiii!!!
    Ainda hoje me lembro da Berta. Chegou a ir a vários dos seus programas.
    É simplesmente o sr que mais admiro, tirando o meu falecido pai.
    Bem haja, hoje e sempre.

    Responder
  21. O Fabuloso Destino de Maria Amélia

    Manuel,
    Hoje não consigo comentar sem ser com o coração na ponta dos dedos.
    Que lindo este vídeo.
    É com muita emoção que sinto o amor que o une aos seus animais.
    Transportou-me para uns anos atrás, quando tive um fiel companheiro que me ensinou a ser uma pessoa melhor e me amou incondicionalmente todos os dias durante muitos anos.
    Escrevi sobre ele, caso tenha curiosidade fica aqui o link: http://ofabulosodestinodemariaamelia.pt/meu-companheiro/
    Ainda bem que gosto muito de si há muitos anos, não gosto de me desiludir e fico muito orgulhosa quando não me engano e quando as pessoas que admiro me fazem felizes e me tocam directamente no coração.
    Concordo quando diz que as relações com os animais fazem de nós melhores pessoas nas relações com os outros.
    Obrigada por partilhar este vídeo, tenho a certeza que virei cá vê-lo muitas mais vezes.
    Um grande beijinho e um monte de festinhas para esses peludos mais queridos e felizes.

    Maria Amélia
    http://ofabulosodestinodemariaamelia.pt/

    Responder
  22. Paula Cristina Bastos

    PS: Eu também tenho uma cadelinha pinscher de seu nome Estrela.
    Não me larga parece a minha sombra e quando me ausento por alguns dias
    Ela emagrece porque deixa de comer.

    Responder
  23. Paula Cristina Bastos

    Boa noite, o Manuel Luís Goucha é o meu ídolo. Eu adoro-o.
    Ainda não desisti do sonho de o conhecer pessoalmente, o mundo precisa de mais
    Pessoas como o Goucha.
    Bjs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *