Últimas emoções

E pronto, o primeiro MasterChef Junior de Portugal acabou, não sem antes termos tido um último programa marcado pela emoção.

A emoção de recebermos, de novo, todos quantos fizeram o programa ao nível da competição. Apenas o Gonçalo faltou à chamada, como seria, aliás, de prever. Sem concorrentes não há este tipo de programas, por isso é para todos eles, sem excepção, que vão as minhas primeiras palavras de reconhecimento. Quando se começou a falar da hipótese de fazer em Portugal o MasterChef Junior, seguindo a mesma fórmula de sucesso usada em muitos outros países, muitos duvidaram das capacidades dos nossos jovens para se desenvencilharem de tamanho desafio, dando sempre como exemplo a qualidade dos concorrentes australianos. É a eterna mania de menorizarmo-nos face ao que é da estranja. Após a estreia do programa, não levou muito tempo a que os mesmos se mostrassem embasbacados com o desempenho dos jovens concorrentes. Realmente estes miúdos revelaram-se de uma destreza, técnica e criatividade culinárias, notáveis, a par de todo o brilho que mostraram ter como protagonistas de um programa de televisão.

masterchef1

masterchef2

masterchef3

masterchef4

masterchef5

masterchef6

masterchef7

masterchef8

A emoção de ver que três dos finalistas (já que o João Mata ficou escolhido logo na primeira prova, por mérito das suas tarteletes de chocolate com pimenta rosa e frutos vermelhos) iriam entrar pela primeira vez numa cozinha altamente profissional, ao nível da melhor hotelaria internacional, envergando as suas próprias jalecas, para reconstituírem uma ementa de três pratos elaborada pelo Chef Carlos Cardoso, o responsável pelo restaurante “Varanda”, do Ritz Four Seasons Hotel. Até no último programa o destino trocou as voltas aos concorrentes, a nenhum deles saiu o que queriam cozinhar. Bem que a Rosarinho desejava a sobremesa (tarte de chocolate com sorvete de ginja), como seria de esperar, mas foi o Tomás que teve de a fazer, quando o que ele queria era a receita da entrada (carabineiro salteado, presunto ibérico, emulsão de yuzu e condimento de limão), sendo que esta foi parar às mãos da Maria, logo ela que preferia trabalhar o prato de peixe (filete de peixe-galo, espargos, funcho e caldo leve de cardamomo e yuzu), que acabou por ser confeccionado pela Rosarinho.

ritz1

ritz2

ritz3

ritz4

A emoção de me sentar à mesa com Maria de Lourdes Modesto, pioneira dos programas de culinária na televisão, grande conhecedora das técnicas a usar e autora da “bíblia” da cozinha tradicional portuguesa, Fátima Moura, crítica e sábia dos prazeres da mesa, Paulo Salvador, jornalista apaixonado pelas coisas de comer, e o Chef José Enrique Gonzalez, que pelo terceiro ano consecutivo se deslocou ao nosso país como professor da melhor escola de alta-cozinha do Mundo, “Le Cordon- Bleu”, de Madrid. Foi um almoço memorável, pelo ambiente, o salão nobre do Ritz Four Seasons Hotel, dominado pelas belíssimas tapeçarias de Pedro Leitão e pelos imponentes lustres de cristal, de origem austríaca, pela conversa e pelo que nos foi dado a provar, uma cozinha superior. Que orgulho perceber que qualquer um dos três finalistas brilhou ao mais alto nível. Não foi fácil escolher o(a) concorrente que iria disputar o título de MasterChef Junior, com o João Mata.

Fora do último desafio acabaram por ficar a Rosarinho e o Tomás. Um e outro grandes concorrentes. Se a Rosarinho se revelou ao longo de toda a competição uma exímia pasteleira, evoluindo grandemente na área dos salgados, a ponto de ter ganhado, também aí, algumas provas, para além do seu irrepreensível comportamento, o Tomás, o galã do grupo, teve uma prestação muito equilibrada durante as dez semanas, sempre marcada pelo talento, destreza e simpatia.

masterchef9

masterchef10

masterchef11

masterchef12

masterchef13

Emoção pela mais difícil das provas, a última, aquela em que é o tudo ou nada. O próprio desenho do cenário muda como se a cozinha fosse agora um ringue onde dois titãs lutam pela distinção maior. Maria e João Mata mereceram plenamente o momento, de tal modo se impuseram, acima dos demais, pelo engenho e constância. Cedo percebemos que tínhamos neles os mais fortes candidatos à vitória. A gravação desta final decorreu, como sabeis, no primeiro fim de semana de Abril e ainda hoje tenho dificuldade em dizer qual dos dois é o melhor, para mim ambos são vencedores. O título coube à Maria, é certo, com toda a justeza, pelas opções culinárias apresentadas, pela execução e resultado final , mas se tivesse sido o João Mata o escolhido, ter-me-ia sentido de igual modo orgulhoso da nossa decisão. Parabéns aos dois, por quanto fizeram ao longo de dez semanas, e igualmente pela suas tão distintas, mas de igual modo cativantes, personalidades, se bem que essas nada contem para a avaliação.

Emoção por uma vez mais me ver integrado num grande projecto de televisão, sem dúvida, o maior de que alguma vez fiz parte. Lado a lado com cerca de oitenta profissionais, dos mais capazes e dedicados em todas as áreas, da produção à edição, da cenografia à realização… Emoção por ver que este produto televisivo de luxo, já na sua terceira edição na TVI, voltou a liderar todas as audiências, mostrando que o público sabe premiar a qualidade.

O primeiro MasterChef Junior terminou. A Maria é a grande vencedora.

Se estou pronto para outro? Venha ele! Talvez para o ano, e que seja Junior, para também eu voltar a brincar! E para, de novo, me emocionar.

masterchef14

masterchef15

masterchef16

masterchef17

masterchef_final

22 comentários a “Últimas emoções

  1. CARLOS ALBERTO SIMÕES

    EM PRIMEIRO LUGAR OS MEUS PARABÉNS PARA TODOS OS RESPONSÁVEIS POR TEREM LEVADO A CABO TÃO BRILHANTE PROGRAMA…FOI SEM QUAISQUER DÚVIDAS DE PRINCÍPIO A FIM UM NOTABILÍSSIMO PROGRAMA…GOSTARIA DE DESTACAR A POSITIVA E INCONFUNDÍVEL RESPOSTA QUE OS ADOLESCENTES CONCORRENTES DERAM A TODOS OS TELESPECTADORES DESIGNADAMENTE ÀQUELES QUE ESTÃO CONSTANTEMENTE A DENEGRIR OS JOVENS CONOTANDO-OS COMO VAGABUNDOS ,MAL EDUCADOS ,PREGUICEIROS ETC ETC….ESTA PROVA PAUTOU-SE POR UMA POSTURA E UMA HABILIDADE POR PARTE DOS JOVENS CONCORRENTES QUE MUITOS ADULTOS GOSTARIAM DE POSSUIR—PARA TODOS OS CONCORRENTES OS MEUS PARABÉNS PORQUANTO TODOS SEM QUAISQUER EXCEPÇÕES ESTIVERAM À ALTURA DAS CIRCUNSTÂNCIAS ….O PRÉMIO FOI ARREBATADO DE UMA FORMA EXTRAORDINÁRIA PELA MARIA O QUE NO MINHA MANEIRA DE VER COM TODO O MERECIMENTO ..O JÚRI TEVE UM PAPEL DEVERAS PREPONDERANTE PARA QUE O PROGRAMA TIVESSE UM ROTUNDO ÊXITO….PARABÉNS…….CARLOS ALBERTO SIMÕES

    Responder
  2. Carla Margarida Fernandes Goncalves Contreiras Queiros

    Boa Noite,Sr. Manuel Luís Goucha, boas férias para si e para a sua Mãe e para todos os seus familiares.
    Gostaria de lhe dizer que o admiro enquanto profissional, pessoa e considero que é alguém com uma cultura acima da média , não tem problemas em o demonstrar e isso é fantástico. Muitas vezes até demonstrar que sabemos um pouco mais nos assusta.
    Gostei muito de acompanhar este Masterchef Júnior foi especial, foi com crianças e mostrou-nos que elas, inocentes também nos ensinam algo todos os dias. Continue assim por favor Manuel Luis e o o segredo é essa boa disposição, fazer-nos rir todos os dias com a sua Colega Cristina Ferreira e cada vez mais natural. Acho que os outros ….não chegam lá, vocês estão sempre uns passos mais à frente.
    Continuem, até na Crónica Criminal vocês conseguem fazer rir……o máximo!!!!
    Cumprimentos,
    CarlaQueirós

    Responder
  3. Manuela Castro

    Adorei o programa e tenho que dar os parabéns à TVI por apostar neste projecto. Foram muitas semanas de muita emoção e não escondo o meu palpite na Maria uma querida romântica o que só prova que na cozinha tudo se faz com amor …daí o excelente resultado dos seus pratos. Foi uma final renhida e muito emotiva… Só foi pena a publicidade que quebrava a emoção… Parabéns a todos os concorrentes e também ao maravilhoso trio de grandes qualidades que souberam tão bem corresponder ao carinho e dedicação dos concorrentes. Parabéns a todos e principalmente à nossa querida Maria a primeira Master Chefe Júnior de Portugal!

    Responder
  4. Paulinha Velez

    MLG,
    E pronto…quero ver o vazio do próximo domingo,,mas ganhou quem eu mais gostava dos finalistas,ela é um poço de emoções,e ganhou porque soube dar a volta ás emoções e por alma naquilo que estava a fazer.
    Mas volte por favor com este Masterchef JUNIOR,por tudo ,pelos cenários ,pela vossa maneira de estar com a maltinha pequena,adorei essa sua faceta de tio.
    Parabéns também aos chefs Rui Paula e Miguel pois estiveram muito bem!
    e parabéns Maria como o tio Goucha diz ,serás aquilo que quiseres
    beijsss

    Responder
  5. Teresa Esteves

    Foi muito bonito de se ver. O programa e a qualidade daquelas crianças honraram o nosso país. Destaco a amizade, entreajuda, solidariedade, humildade de (quase) todos os concorrentes. Mas quem esteve de boa fé e entrega total não pôde deixar de apoiar os grandes finalistas. Os pratos a que assistimos ontem são dignos de qualquer restaurante de topo, em originalidade, confecção e apresentação. Os meus sinceros parabéns. Estiveram todos à altura do enorme desafio. Não desistam da ideia. Quero ver mais e mais. Bem hajam os chefs e o tio que tão bem os apoiaram, mimaram e fizeram crescer. O nosso país tem muito que se orgulhar.

    Responder
  6. Antonia Ramalho

    Bom dia Manel, adorei o ultimo programa do Master Chef Junior, alguma vez me passou pela cabeça que se poderia fazer uma tartelete de chocolate com pimenta rosa?? Estou a 9 dias de fazer 66 anos, sempre cozinhei e fiquei completamente pasmada com as misturas que estas crianças faziam e que resultavam tão bem. O empratamento era fabuloso e gostava de saber se ha algum livro com as receitas deste programa para eu comprar e juntar aos seus que me autografou. Agora vou ver a receita deste fim de semana que tambem estou curiosa de experimentar para ver como sai a combinação do chocolate com o poejo. Beijinho Manel e que tenha uma boa semana, hoje ainda aqui esta por estas bandas? Beijinho

    Responder
  7. Augusta rocha

    Só uma palavra ” ESPECTACULAR” o programa ,os concorrentes e os jurados em especial o Manuel Luís. Obrigada por ter preenchido as nossas noites de Domingo, espero que haja a possibilidade de se repetir muito em breve . Bjs

    Responder
  8. Ana Teixeira

    Bom dia,
    Estou no UK e normalmente ao domingo acompanhava a emissão online. Ontem não consegui e não vi o programa. Há alguma gravação em algum lado que eu possa ver?
    Obrigada

    Responder
  9. Maria José campos

    Olá Manel, adorei o programa Masterchef. Correu muito bem, prendia-nos do princípio ao fim ao ecrã.
    Adorei mesmo, que grandes talentos. Fiquei Hó. Foram todos muito bons, mas por acaso eu achava a Maria uma possível vencedora, também para ela os meus Parabéns.
    Adorei, adorei, adorei.
    Excelente programa e você é sem sombra de dúvida ESPECIAL.

    Responder
  10. ana

    Não perdi um episódio! Além da qualidade dos pequenos chefes,achava imensa piada a toda a conversa que ia surgindo ao longo do programa! Todos tinham imensa graça! Estão de Parabéns! Todos …..

    Responder
  11. Ana Carvalho

    Querido Manuel, quero acima de tudo felicita lo pelo profissionalismo que deposita em todos os seus desafios!! Adorei o programa que hoje(ontem) terminou, contudo ,pelo percurso, pela método, pela originalidade/criatividade, pela gestão do tempo nas provas solicitadas,o JOÃO MATA era, e é para mim, o inequívoco VENCEDOR!!!

    Obrigada

    Responder
  12. Maria Joaquina Aguiar

    Miúdos extraordinários, a fazerem inveja a muitos adultos. A mim também… Trabalhos esplêndidos em qualidade, cor e sabor… Parabéns para todos e à organizaçao também. Adorei!

    Responder
  13. maria fernanda lopes

    Muitos parabens Maria! Es uma menina muito alegre e dinâmica e por isso merecedora do prémio com que foste justamente brindada, beijinhos para ti e também para os restantes concorrentes, teus amigos, que se portaram sempre com muita dignidade,
    Muitos parabens para a organização do concurso e aos extraordinários chefes, tendo sempre em conta o grande charme do Tio Goucha! Um abracinho para tdos vós,.

    Responder
  14. Ana

    Olá Manuel Luís,

    adorei o programa ! Tem um erro no seu magnífico texto, quem cozinhou o prato de peixe foi a Rosarinho, pois o João Mata já era finalista 😉
    Parabéns a todos, sem excepção!

    Responder
  15. Tatiana

    Boa Noite Meu querido Manuel Luís (Tio Goucha)
    Acho que sem dúvidas todos os que chegaram á final foi com muito mérito e justiça. Adoro vê-lo a interagir com crianças, eu própria ainda sou uma criança mas com os meus 16 anos. Também adoro cozinhar e hoje sendo a final do masterchef decidi cozinhar um dos pratos que tem no seu livro. “O nosso rolo de carne” vosso que agora também é meu ☺ Você já sabe que eu o acho um grande senhor, também você e o Rui são a minha inspiração na cozinha, eu tenho um habito estranho mas com o qual não sei x
    Cozinhar, que é enquanto preparo tudo desde os ingredientes á confeccão falo como se tivesse a apresentar o meu prato e a dizer passo a passo o que estou a fazer. É estranho para mim mas muito bom admito , se eu já amava o Masterchef adultos, então o de crianças ainda me encantou mais, as crianças são genuínas, é pena é que alguns portugueses não saibam separar emocões, personalidades, qualidades e defeitos, de COMPETIÇÃO! Pois bem parabéns á Maria , e a todos os outros, e claro a si “Tio Goucha” que continua a fazer me sorrir por ser quem é: ESPECIAL

    Responder
  16. Susana Ribeiro

    Ainda agora acabou, já estou com saudades!! Foi tão bom! Parabéns a todas as crianças! Foi maravilhoso acompanha-las estas semanas!! Voltem depressa!!

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *