GOSTO DO MIGUEL

madrugada_suja_MST

Gosto do Miguel, do que escreve e do que diz. Gosto de acompanhar a sua análise todas as semanas na televisão, por ser dos que pensa pela sua cabeça e, assim, se manifesta como homem livre que é. Lê-lo é sempre um prazer, por isso ter escolhido “Madrugada Suja”, o seu último livro, como companheiro de viagem. É daqueles livros que não apetece largar mas também não apetece acabar, para não me sentir fora da trama à última das frases. Através dele o Miguel acaba por voltar a um tema que lhe é caro e contra o qual há muito o ouvimos, qual Felipe Madruga, um dos protagonistas, com o seu quê de quixotesco: o da corrupção. A mesma que vai da base ao topo, entenda-se da autarquia ao governo, arrebanhando políticos, advogados, empresas de comunicação, jornalistas… A mesma que subverte a essência de um regime democrático. Só quem ama verdadeiramente o seu país escreve assim. Só quem se rege por valores de lisura e honestidade escreve assim. Se assim não fosse já há muito que tinha sido apanhado “na curva”. Gosto do Miguel e a melhor forma de lho dizer é continuar a lê-lo e a ouvi-lo, com o respeito que me merecem os que não mentem. Lido o livro, vou deixá-lo na biblioteca do hotel para que, porventura outro português, ou alguém que fale o mesmo, se deixe seduzir. Não tarda a lua vai tomar conta de mais uma madrugada, possivelmente suja, mas sei que logo depois há-de nascer uma outra manhã lavada. Como eu gosto de manhãs! Sempre o disse!

Frases esparsas, descontextualizadas da acção e suas personagens, mas que, mesmo assim, dão que pensar:

…”Achas que neste país alguém faz fortuna só a trabalhar? Conheces algum rico que não faça batota de alguma maneira, quanto mais não seja nos impostos?”

…”Os comícios são para os já convencidos: provavelmente não se ganha um único voto com os comícios. Mas são essenciais para criar um ambiente para as televisões, para criar uma imagem de dinâmica, de caravana que passa a caminho da vitória”

…”Há duas coisas na vida que não se pode deixar de ter, quando se quer ir longe: bons amigos e bons advogados” (advocacia de tráfico de influências).

…” A vida é feita de pequenas vitórias… são elas que antecipam e compensam as grandes derrotas”

19 comentários a “GOSTO DO MIGUEL

  1. Gaffe

    Confesso que não sou fã de MST, mas o que me leva a estar aqui (se não sou fã, não há razão aparente) é apenas uma notinha breve:
    O título da obra! “Madrugada suja”…

    A língua portuguesa é traiçoeira, como diz o outro. Acabo sempre por ler “uma drogada suja”. Não é bonito!
    beijito pequenino para não me habituar.
    :)

    Responder
  2. Piedade Esteves

    Olá Manuel Luís,
    Gosto e admiro-o tanto a si quanto admiro o Miguel Sousa Tavares. São dois Senhores no verdadeiro sentido da palavra, dois profissionais de classe que honram com grande categoria tudo aquilo que se propõem fazer, são daqueles que falam o que pensam mas também dos que pensam o que vão falar. São dos que, sem papas na língua se atrevem a deitar cá para fora o que lhes vai na alma sem disfarces nem falsos moralismos para agradar a gregos e troianos. Não temem a diferença mas sim a injustiça e a pequenês de pessoas ou países mal formados. Assim são, os homens verdadeiramente livres!
    Quanto ás obras do Miguel, li o Equador e espero ansiosamente que uma amiga acabe de ler Madrugada Suja para me o passar já que, neste momento não me é fácil comprar livros, mas acompanho as crónicas publicadas e os comentários televisivos que muito aprecio.
    Quanto ao seu blog, adoro…retrata bem a pessoa maravilhosa que é e o apego que tem á vida e, que sem arrogâncias e vaidades negativas partilha com todos nós.
    Obrigada Manel Luís!!! Um grande beijinho.

    Responder
  3. Maria da Graça Calado

    Gosto do Miguel. Sim gosto muito desse Senhor. Tenho todos os seus livros e adorei lê-los. A “Madrugada Suja” comprei-o na Feira do Livro em Évora no mês de Maio. Estou a guardá-lo para ser lido agora em Setembro, nas Férias. Ouço e vejo todas as suas entrevistas. Adoro a forma firme e expontanea com que argumenta as suas opiniões. É um homem LIVRE que fala com o coração ao pé da boca. Parabéns pelo seu trabalho e obrigada ao Manel por nos dar a oportunidade de podermos invadir o seu Blog, para opinarmos sobre o caráter, inteligência, sabedoria desse grande SENHOR.

    Responder
  4. Luisa Amores

    Magnifica a entrevista que o Manuel fez ao Miguel! Ambos estrondosamente bem.
    Gosta do Miguel , Sousa Tavares, eu também, tal como miçhares de portugueses. Vindo da familia que o Miguel vem, só podia ser como é, transparente, portador de uma sensibilidade ás vezes escondida atrás de alguma aparente frieza.
    não, não li AINDA o último livro dele, a vida nem sempre permite despesas extras, embora na minha opinião a leitura não seja um extra, mas uma forma de cultura. A escrit do Miguel Sousa Tavares é riquissima e fácil de entendimento, mas nos tempos atuais comprar livros é quase um luxo.
    Gosto muito do Miguel, e ADOROOOOO o Manuel.
    Tal como o Manuel dizia na entrevista, têm uma bomba atómica nas mãos chamada meio de comunicação social, e sei que ambos, cada um a seu modo, usá-la-ão em prol das injustiças!
    Obrigada Manuel, por nos ter dado a conhecer um pouco do “Madrugada Suja”, que irá ser traduzido noutras linguas, percorrerá o MUNDO, mas só podia ser assim, porque o Miguel é GRANDE!

    Responder
  5. José Manuel Sampaio

    Manuel Luis,
    Infelizmente, não sou um leitor assíduo faço o apenas esporadicamente. Sobre o Miguel Sousa Tavares, sempre que posso acompanho o seu trabalho, seja como comentador televisivo ou como escritor. Dele apenas li o Equador o qual gostei muito. Vou seguir o seu conselho e ler “madrugada suja”. Um abraço.

    Responder
  6. Graça Barreto

    Gosto muito do Miguel quer como pessoa quer como escritor. Tenho todos os livros dele e já os li todos, inclusivé o último Madrugada Suja e gostei bastante. Ficarei à espera do próximo….

    Responder
  7. MariaEmiliaCunhaLopes

    Gosto mt de ler,talvez por isso não seja mt ignorante,fiz a quarta e admissão em 51adorava ter estudado,mas não foi possível, tenho MTS livros,só não tenho do Miguel, gostava de ler, mas neste momento é impossível gastar dinheiro em livros
    Quando volta meu amigo.? Um bom resto de férias e um bom regresso. Um abraço

    Responder
  8. Alcina Guerreiro

    Comecei a ler este livro quando o Manel acabou…Feliz coincidência!… Adoro o Miguel e sigo tudo o que posso… Foi prenda de aniversário de alguém que sabe quanto o aprecio…
    Quanto ao Manel, sem comentário… Amo-o de Paixão!!! Ou melhor , de admiração profunda!!!
    Boas férias… mas volte depressa!!!

    Responder
  9. Dalila Alves

    Eu também gosto do Miguel, das suas opiniões, dos seus livros, e principalmente da forma como escreve… Costumo dizer que para mim, é o Eça dos nossos dias, esse outro que eu amo apaixonadamente. Ainda não li este seu último livro, mas será com certeza, um dos meus livros de férias.
    De si, Manuel Luís, também tenho a dizer que o admiro profundamente. Obrigada! Continuação de umas ótimas férias!

    Responder
    1. Rosi

      Já o novo livro de Miguel Sousa Tavares e gostei muito .. li o num fim de semana,para quem esta a ler digo apenas que vão gostar e muito.

      Responder
    2. Rosi

      Vou deixar uma sugestão para quem gosta de ler estou a ler o novo de “Don Brown, Inferno” é muito bom.É apenas uma sugestão.Boas Férias Manuel!!

      Responder
  10. Maria Chaves

    Também Adoro ler, mas ultimamente, devido a nunca ter podido enriquecer, por ser demasiado honesta num mundo corrupto, em que sem “cunhas” se consegue muito pouco materialmente, estando por isso, com a reforma que consegui e para a qual descontei durante Muitos anos de trabalho cada vez mais reduzida, tenho-me limitado a ler e reler livros que existem na biblioteca familiar, pois tenho livros Muito bons cá em casa. Mas fico satisfeita por o Manuel Luís ter lido um bom livro e fez muito bem em tê-lo deixado lá, para permitir que outra pessoa o possa ler. Eu gosto bastante dos livros do Miguel Sousa Tavares e já li alguns. E também admiro a sua frontalidade, ainda que ache que, infelizmente, neste país, nem todos a poderiam ter. Ele tem a sorte de ser filho de quem é e estou convencida, que nenhum dos incompetentes dos nossos políticos se atreveria a “tocar-lhe”…..porque todas as pessoas, apesar da cobardia da maior parte dos portugueses, lhes cairiam em cima. E também acho que é necessário duas coisas Muito importantes para se subir na vida: Bons Amigos e Bons advogados. Acredito mais nos Bons Amigos mas os Bons advogados também dão muito jeito…..Eu, infelizmente, nunca tive nem uns nem outros…..No entanto, apesar disso, graças ao meu trabalho duro e à minha honestidade e frontalidade, consegui subir ao topo da minha carreira, até porque nunca ambicionei enriquecer materialmente. E tinha uma reforma sóbria, mas que me permitia viver muito bem, até que com esta “crise” decidiram começar a reduzí-la de tal forma, que qualquer dia passo de uma classe média confortável para uma classe baixa carente.

    Responder
    1. Maria Chaves

      Afinal, o meu comentário foi publicado…..Peço desculpa por ter deixado um comentário no seu “Facebook” a dizer que tal não tinha acontecido. Mas apareceu uma frase a dizer que o comentário já tinha sido publicado anteriormente e deduzi, mal, que não o publicavam…..Peço Muita desculpa, Manuel Luís, pelo meu mau juízo.

      Responder
  11. ricardina correia

    QUANTO AO LIVRO VOU TENTAR COMPRAR. ADORO LER. « RICO SEM BATOTA « SINCERAMENTE ACHO QUE NAO HA. POIS POR DE TRAS DELES HA GRANDES INFLUENCIA. DA QUE PENSAR ….. MAS O MUNDO E FEITO ASSIM E QUEM SOMOS NOS PARA MUDAR??????????????? NAO VAMOS CONSEGUIR.BEIJOS E UMAS BOAS FERIAS

    Responder
    1. Luísa Ferreira

      Adorei as fotos e as legendas!Só quem gosta do que faz pode ter essa alegria (contagiante)de viver!
      Continuação de dias divertidos!
      Gosto do Miguel, tenho lido seus livros,falta me este!
      Obrigada Manel.

      Responder
      1. Cidalina

        Olá Manel Luís…Gostei muito das suas fotos, e principalmente da maneira como descreve os momentos,dos seus ócios, e não só.Itália é um dos meus
        países preferidos, e fico fascinada,com toda a Arte que a envolve.Que Deus continue a proporcionar-lhe muita saúde, para que muitas outras férias possa gozar.Também sou fã do Miguel e no fim de semana passado,li todo o livro e adorei,embora o Equador o supere.Um beijo de muita amizade, com muita admiração…

        Responder
        1. Dulce Ferreira

          Boa tarde Manuel Luís Goucha!
          Tal como Miguel Sousa Tavares são pessoas frontais e pensam com seu próprio juízo. Ser-se assim é bom, é ser natural, é ser um verdadeiro Ser. Adoraria conhecer o escritor e compará-lo com o que leio. Bem haja!

          Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>