Velha bonitona

Esta semana, ao conversarmos no programa com a artista plástica Maria Seruya (www.velhasbonitonas.com) sobre as suas velhas bonitonas, senhoras saídas da sua imaginação cheias de vida e poder, o poder do riso e das rugas, lembrei-me de quem poderia ser uma das suas fontes de inspiração: Iris Apfel.

Tenho pena de não a conhecer para além do que me é dado, e já é bastante, através dos artigos e documentários que sobre ela se escreveram e fizeram (Netflix), e onde a própria se expõe falando do seu jeito de ser e viver. Tem 97 anos, é nova-iorquina e toda a sua vida foi empresária e decoradora de interiores, sendo ainda hoje um ícone da moda, uma “starlet geriátrica” como gosta de se assumir. Licenciou-se em História da Arte e foi na decoração de interiores que encontrou uma das suas grandes paixões. Junto com o marido Carl Apfel (que Morreu em 2015, com 100 anos), viajou por todo o mundo à procura de tecidos únicos e perfeitos para os seus projectos. Assinou inúmeras decorações para as maiores celebridades do mundo do espectáculo e da alta sociedade nova-iorquina chegando a ser igualmente da sua autoria a da Casa Branca.

O seu gosto pela moda passa pela irreverência e mesmo pioneirismo. Quando jovem, “na época em que os dinossauros ainda habitavam a terra”, como costuma gracejar, foi das primeiras mulheres a usar jeans. Da mãe terá escutado um dos mais valiosos conselhos: “tenha um vestido preto e invista nos acessórios. Serão eles a transformar esse mesmo vestido preto em diferentes modelos!”. Assim descobriu o poder dos acessórios, comprados não importa onde, e que sabiamente continua a misturar com peças de vestuário impressionantes desde as tribais às mais exclusivas, assinadas pelos maiores nomes da alta costura internacional.
Aos noventa e sete anos continua fiel ao seu inconfundível estilo, afinal é tudo uma questão de atitude e esta nada tem a ver com a idade!

4 comentários a “Velha bonitona

  1. Maria Amorim

    Que Vida tão bela e vivida desta maneira
    Uma inspiração assim a Vida têm mais ” COR”…
    sem dúvida !!!
    Obrigada por ter dado a conhecer esta “MULHER”!!!

    Responder
  2. Luisa Galvão

    Espetacular um dia quero vonhecer um ser humano que eu admiro e nesta fase me faz companhia e rir quando a vontade por vezes a chorar bjs será um velho gaiteiro

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *