Tarte de nata

tarte_nataMassa quebrada de compra (pode usar massa folhada)
2,5 dl. de natas
200 gr. de açúcar
5 gemas
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 casca de limão
1 pau de canela

Pré-aqueça o seu forno a 180C.
Forre uma forma de tarte de fundo móvel, untada, com a massa quebrada. Pique a massa com os dentes de um garfo.

Leve as natas a lume brando com a essência de baunilha, a casca de limão e o pau de canela. Deixe levantar fervura.
Retire do lume e coe as natas.
Bata as gemas com o açúcar, de modo a obter um creme fofo e esbranquiçado.
Junte, em fio, as natas, com a batedeira a trabalhar a uma velocidade baixa.
Deste este preparado na forma.
Polvilhe, a gosto, de canela em pó. Decore, se quiser, com frutos secos.
Leve ao forno. Deixe cozinhar por uns vinte minutos.

Cá em casa come-se esta tarte, fria ou morna, acompanhada com uma colherada de nata batida.

tarte_nata2

30 comentários a “Tarte de nata

  1. Graciela Luz

    Boa tarde.

    Fiz exatamente como diz na receita e nao ficou nada boa. Criou-se uma crosta na parte de cima da tarte. Pode me ajudar a perceber o que se passou? 🙁

    Obrigada pela atenção.

    Responder
  2. Andreia Carvalho

    Parabéns! Experimentei a receita e devo dizer que é uma delicia!!!
    No entanto, aconteceu-me uma coisa estranha, depois de estar no forno há cerca de 10 minutos, uma parte da nata formou uma bolha e depois quando arrefeceu essa bolha transformou-se em nada!!! Ou seja onde se formou a bolha deixou de existir recheio…
    Consegue ajudar-me a perceber o que fiz de errado?
    Obrigada!

    Responder
    1. Sandra Pedrosa

      Olá
      Amei esta receita, pois fiz 2 tartes, uma aqui para casa e a outra para a casa da minha mãe
      É uma delícia, eu gosto muito de fazer doces e esta receita já faz parte do meu livro
      Obrigada MLG amei a tarte
      beijinhos

      Responder
  3. Benvinda

    Olá MLG. Sou assídua do seu blogue. As receitas são simplesmente fabulosas. Quanto a esta tarte, simplesmente divinal. Sou sua fã incondicional. Adoro ouvi-lo e gosto imenso do modo como escreve. O Manuel Luís é alegria, é competência, é esperança, é classe, é cultura. Gosto muito de si.

    Responder
  4. Benedita Lopes

    Boa noite 🙂 acabo de tirar a tarte do forno, e não sei se me correu muito bem. Ainda vou ver a nível de sabor. Mas está muito muito baichinha!! É normal?

    Responder
    1. Benedita Lopes

      Acabei de provar e está deliciosa. Cortei 50gr ao açúcar, e acabou por ficar um bocadinho doce ainda, mas está maravilhosa. Da próxima vez vou fazer numa forma mais pequena pra ver se fica mais alta. Adorei 🙂 Obrigada Manuel

      Responder
        1. Helder Macedo

          Olá Sr. Goucha, fiz esta receita e é qualquer coisa de especial.
          Gostaria de saber se é possível fazer em mini formas como pastel de nata.

          Cumprimentos e parabéns pelo blog

          Responder
  5. Lucia

    Manuel Luís acabei à pouco de fazer a tarte de nata é simplesmente divinal
    aínda estava morna quando a comemos, não houve pasciência para esperar que arrefecesse.
    Manuel Luís gostava de saber se é o Sr. que responde aquí às mensagens ou se é um administrador do blog é que já tenho feito perguntas e nunca tive resposta, mas também compreendo que o Senhor é uma pessoa muito ocupada.
    Obrigada por partilhar as suas receitas.
    Amanhã vou fazer o peito de frango que parece delicioso.
    Beijos de alguém que muito o admira….
    Lucia…

    Responder
  6. Anabela Lopes

    Olaaaa gostaria so de saber quantos ovos sao necessarios,pois parece me que se esqueceram de tao pouco escrever isso nos ingredientes, obrigado!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *