Arquivo de etiquetas: património

No Forte da Graça

Maqueta do Forte da Graça, feita com 98.620 fósforos, da autoria do elvense Luís Manuel Rondão Anjos Confesso que não sou propriamente um apaixonado por património militar, ainda que este seja indissociável da nossa história enquanto povo. O que me […]

Ler mais

O melhor de Nisa

Nem sei por onde começar, tanto lhe quero contar sobre este dia inesquecível. Talvez o melhor seja mesmo começar pelo Museu do Bordado e do Barro, já que foram essas artes tradicionais que me levaram a querer ir a Nisa. […]

Ler mais

Quem passa por Alcobaça…

…não passa sem entrar no seu Mosteiro ou melhor na sua Real Abadia de Santa Maria. Assim foi, no passado Domingo, sob pretexto de mais uma gravação do MasterChef Junior. Já o havia feito, ainda apresentava o “Praça da Alegria” […]

Ler mais

No rastro de Maria Pia de Sabóia (I)

Foi Isabel Silveira Godinho, então directora do Palácio Nacional da Ajuda, quem me deu a conhecer Maria Pia de Sabóia, apaixonada que era pela personalidade quase vanguardista para a época daquela que foi nossa rainha consorte pelo seu matrimónio com […]

Ler mais

História de uma colcha

Quando aqui mostrei a minha mesa da consoada houve quem tivesse gostado do que a parede do fundo exibe. Tapeçaria, disseram alguns e até que poderia ser, que na foto não se percebe bem, mas é de uma colcha de […]

Ler mais

Breve ida a Lamego

Vá-se lá saber porquê, mas nunca tinha ido a Lamego, e por várias vezes terei até andado pelas redondezas. Foi desta, e logo numa manhã fria de Domingo, com a cidade ainda dolente, sem movimento, porém com o seu Museu […]

Ler mais

Do(s) convento(s) para o Cabaré

Gosto de lugares de silêncio, outrora de recolhimento e oração. E é na contemplação do que deles resta que me encontro e apaziguo. Desta vez foi em São João de Tarouca (acreditou-se que o primeiro mosteiro fundado em Portugal pelos […]

Ler mais

Um palácio feliz

É a ideia que sempre tive do Palácio da Pena. Pelas cores, por sinal as originais, rosa velho para o antigo convento Jerónimo de Nossa Senhora da Pena, comprado, em hasta pública, por D. Fernando de Saxe-Coburgo Gotha, rei consorte, […]

Ler mais

A Sul

Tem património religioso de fazer inveja a outras cidades mais badaladas. Entrei em meia dúzia de igrejas, sendo que muitas mais ficaram por ver,  no casco histórico e fora dele. A da Misericórdia é tida como a mais fulgurante expressão […]

Ler mais

Memórias afectivas

Gosto do nosso Património, já se sabe, e pena é que muito dele que se tenha, entretanto, degradado ou, mesmo, perdido, dada a incúria e desinteresse de quem nos tem (des)governado ao longo das últimas décadas, mas por estes dois […]

Ler mais