Arquivo de etiquetas: alentejo

Flores do meu jardim

Temos rosas, gentis, ufanas, pomposas, alguém a disse flor do amor e talvez por isso o seu vermelho seja tão vibrante quanto a paixão. Também as temos brancas e com cor de de si próprias, rosa pálido tal qual o […]

Ler mais

“Rica” prenda!

Sabe-se a minha opinião sobre a festa brava, não entendo que em nome da tradição se continue a molestar um animal (corrijo: um ser vivo), e até estou a usar um verbo relativamente “meigo” para que a prosa não se […]

Ler mais

Lembra-se dela?

Lembra-se dela? O dia é dos gatos e das gatas, segundo o calendário das efemérides, que isto agora há dias para tudo e mais alguma coisa. Independentemente da ridicularia da data, apetece-me falar da Pesqueirinha, a gata que leva o […]

Ler mais

Férias … sem televisão!

Acho que nunca passei um dia sem que a televisão da casa estivesse ligada quanto mais não fosse para ouvir música, por isso gosto particularmente do canal Mezzo, e saber das notícias. Claro que sigo regularmente uma ou outra novela, […]

Ler mais

Um passeio na barragem do Maranhão

Um passeio na barragem do Maranhão! Deram-se ao trabalho de procurar a herdade para numa das porteiras pendurar um convite, elegantemente dirigido aos dois, não sem um textinho incluso que os apresentasse: ”Somos o Ricardo Moutinho e a Inês Meneses, […]

Ler mais

O Rui na tela!

“Adoro os seus vestidos!” – para começo de conversa não podia ser melhor. Logo soltei uma sonora gargalhada e expliquei que vestido é feminino e homem usa fato. Renaud é francês e apesar de viver em Portugal há uma vintena […]

Ler mais

Quem casa quer casa!

Lembram-se dos dois pares de gansos que comprámos, há uns dois meses, no mercado dos sábados em Estremoz? Pois, lá andam felizes na barragem se bem que volta e meia tema por eles, que há javalis pelas redondezas a ver […]

Ler mais

África e suas paixões

Não me canso de voltar a Évora e sempre pelas mesmas razões: a beleza do seu património e a simpatia dos de lá. Já muito conheço entre museus, igrejas, espaços verdes e floridos e até restaurantes, já que ali também […]

Ler mais

Na terra dos porcos

Há sempre uma história ou estória (quando não provada, o que parece ser o caso)para justificar um nome, um dito, uma designação, o que seja! Então eu que gosto sempre de saber o porquê das coisas! Quando se fala de […]

Ler mais

À sombra dos jacarandás!

Podia ser Lisboa a pintar-se de lilás, que em chegando a Primavera é certo que os jacarandás da cidade, e tantos são, começam a dar flor. Mas foi em Estremoz que me deixei surpreender por tamanha glória, ao ver que […]

Ler mais