PALAVRAS DO CORAÇÃO

Roma

Agnóstico que sou não discuto Deus, por não reconhecer aos homens capacidade para falarem do que é indizível, mas interessa-me, particularmente este Francisco que há menos de uma semana entrou nas nossas vidas, como Pai, que é isso que quer dizer Papa, pastor de almas, sendo que a minha há muito se tresmalhou, e Chefe de Estado, logo político, que em se falando do Vaticano, não vai uma coisa sem a outra. Esta manhã, na missa que celebrou o início do seu Pontificado, ficou, mais uma vez, claro o rumo que pretende para o seu Ministério: uma Igreja do lado dos pobres, dos desfavorecidos, dos mais velhos, afinal de quantos têm estado na periferia dos nossos corações. Quase diria um discurso revolucionário na sua simplicidade, que nos convoca a agir perante o outro, que muitas vezes é ali a nosso lado e não vemos, tamanha a cegueira que nos leva por caminhos superficiais, inúteis, que em nada nos acrescentam. As palavras de Francisco abrem-nos um horizonte de esperança, são como um raio de luz entre nuvens de tormenta. Porque são de quem sofre com o sofrimento dos outros. São palavras inspiradoras e por isso desafiantes, para que cada um, a seu jeito e usando o que de melhor tem, possa perceber e cumprir o sortilégio da Vida. São palavras do coração. Mas serão elas suficientes para tanto que há a fazer no seio da cúria de Roma? Serão elas suficientes para abalar prepotências, hipocrisias, poderes instalados? Céptico me sinto, confesso, por acreditar que haja nas estruturas do Vaticano muitos que continuam a pensar, como o cardeal Marcinkus, de má memória, que dizia que “a Igreja não se governa com avé-marias!”.

13 comentários a “PALAVRAS DO CORAÇÃO

  1. Paula Clemente

    Quando era criança aprendi a rezar as orações mais comuns, fiz muita fé de que sendo boa menina, Deus me ouviria o pedido mais repetido, vezes e vezes sem conta, nas noites em que o meu progenitor ficava desvairado de tanto álcool. Deus não me ouviu, nunca deixou de beber…Se Deus fizesse tudo o que se pede seria nosso escravo e não nosso mestre… Mas, por vezes e talvez vezes demais, me sinto orfã de pai de carne e de pai de espírito, no entanto quando caio é para ele que viro em socorro… A ideia é a de sermos justos e aceitarmos o que nos desagrada com humildade. Justos num mundo injusto, ainda que os olhos se afoguem em lágimas… Gosto muito de si, pelo que transmite e oferece todos os dias…

    Responder
    1. Ana Luisa

      Adoro ler e ver o Manuel Luis, e hoje estou tão emocionada, que não consigo dizer grande coisa. O Manuel Luis é um homem que não acredita em Deus, no sentido mais comum, aquele DEUS que as igrejas ensinam, mas tem no seu interior uma centelha DELE. Eu acredito no Universo, na natureza QUE estão acima de todos nós, para mim DEUS é esse todo. Praticar o bem, olhar e sentir o sofrimento do outro como o Manuel Luis faz todos os dias, é um exemplo que deveria ser seguido por tantos e tantas que não largam as Igrejas e cujas acções deixam muito a desejar.
      Para si um grande abraço, não por ser o dia “dele” (e também eu embirro com estas invenções), mas simplesmente porque me apetece abraçá-lo.

      Carinhosamente,
      Ana Luisa

      Responder
  2. Berta Veiga

    A mim,aquele sorriso enche-me a alma.Acredita que cada vez que o vejo sorrir os meus olhos ficam vidrados?Nem eu sei o porquê mas sei e sinto que gostava de o saudar pessoalmente de sentir a sua boa energia,a sua bondade.Não sou praticante e detestava(palavra um pouco forte mas sentida)Bento XVI que para mim foi mais um “politico” com sede de poder!Este papa não!não posso estar enganada!Eu não costumo me enganar com as pessoas e apesar de nem saber quem sou nem que existo ele já tem um lugar no meu coração(há sempre lugar para mais um)e tenho a certeza que será perpétuo e não me irá desiludir.

    Responder
    1. MÓNICA

      Berta, n diga que n se engana cm as pessoas, pq as pessoas as vezes nos desiludem, as vezes pensamos que as pessoas são uma coisa e dps vamos a descobrir que são outra e acredite eu ja apanhei mts desilusões por acreditar mt nas pessoas, pode n acreditar do que te digo pelo facto de ter 19 anos e falar nesta maneira mas e verdade mt gente ate proxima de mim ou seja ate da minha familia que ja apanhei desilusões por isso agora so conto mesmo cm os pais eles e que me deram td o que tenho hj se tenho o que tenho hj é graças a eles devo td a eles , n e mais ninguem pq ninguem ajuda em nd mesmo sabendo que passamos dificuldades ate mesmo financeiras ninguem dá a mão a ninguem so temos nós mesmos e assim temos sobrevivido. Uma pessoa dá a mão as pessoas querem logo o braço, temos que estar cm o pé a frente e outro atrás , pq digo lhe quando apanhamos uma desilusão ela doi e mt saber que acreditavamos mt dakela pessoa ainda por cima se for pessoa que falamos tds os dias e convivemos cm ela , por isso lhe digo n diga que ele n o vai desiludir pq pode desiludir sabe as pessoas mudam , sao uma coisa e dps tornam se outra agora ele pode ser esta pessoa mt querida do povo e um paz de homem e dps mostrar outra faceta que n se conhece e ai será uma desilusão ha que ter cuidado todo o cuidado e pouco n vamos dizer que ele e fantastico que e um homem 5 estrelas quando esta eleito como papa ha pouco tempo ainda agora ta ele a dar os seus primeiros passos enquanto papa, lembre se nem td e o que parece, espero que n leve a mal mais um simples conselho que lhe tou a dar para n cair numa desiluisão, ou ate posso tar enganada ele ate pode ser boa pessoa mas so quando conhecemos a pessoa pessoalmente podemos dizer que ele e boa pessoa que e simpatico n e por vermos na tv vamos por quase as maos no fogo por ele sujeita a queimar se, esta e a minha sincera opinião, peço desculpa se fui mt sincera no que disse mas acho que deve se dizer o que se pensa o que vai no coração e alertar as pessoas para certas coisas e possamos tar a dizer ou fazer de errado. Bjs

      Responder
  3. MÓNICA

    Eu Sinceramente n vou mt ha bola cm este papa eu acho sinceramente que devia ter sido escolhido um papa mais novo o 55 anos, eu n vou ha bola alias ja n ia cm o que estava antes cm o bento XII , so gostei de um papa ate aos dias de hj foi o João Paulo II adorava o senhor tinha um carinho e respeito por ele era uma pessoa formidavel e no entanto ate tenho guardado fotos dele foi pena ter nos deixado assim, mas todos um dia vamos morrer ninguem fica ca para a semente e tinha chegado a hora dele, mas alem n gostar mt deste papa francisco respeito quem goste pq acho que uma pessoa quando n gosta tem respeitar quem gosta dele , todos temos gostos diferentes uns gostam outros n, a vida e mesmo assim, nem todos podemos gostar do mesmo, ja viram se gostasemos todos do mesmo, era desiteressante . Vamos ver o que este papa fará enquanto la estiver ate pode ser que me surprenda ate posso vir a gostar dele , por isso n se deve dizer ” Nunca” . Estamos na Primavera hj tb e dia da felicidade que sejam felizes façam esse favor de encarar a vida um sorriso pq um simples sorriso vale mais que mil palavras. Bjs para o manel td de bom
    MÒNICA – 19 Anos!

    Responder
  4. Moreira Lina

    Eu penso que a igreija esta a ir na boa direção com este novo Papa Francisco.
    Mas não será isto que Jesus queria e ensinou ajudar os pobres?

    Responder
  5. fernanda viana

    DEUS E OMNIPOTENTE só por isso não existe palavras para falar sobre este tema acima de tudo AMO A DEUS e nos somos prova de um grande AMOR fazendo parte deste UNIVERSO GRANDIOSO a que pertencemos com ORGULHO somos parte integra deste milagre de estar vivo olhando em redor tudo e maravilhoso AMO A VIDA
    FAÇO PARTE DESTE UNIVERSO OBRIGADO MEU DEUS

    Responder
  6. Ana Gonçalves

    Olá Manuel! Deixe-me fazer um comentário que em nada tem a ver com a essência do seu texto; o Manuel escreve lindamente. É uma verdadeira delícia ler as suas palavras sóbrias, as suas frases bem estruturadas, as linhas que pelas suas mãos são suaves e melódicas.
    Bom, quanto ao conteúdo do texto que apresenta sou “obrigada” a concordar, uma vez mais, consigo. Não sou completamente descrente de Deus e de Jesus, mas estive sempre muito longe da Igreja, demasiado descrente mas sem nunca fechar a porta que me poderia ligar ao mundo católico. Sempre senti uma certa comoção ao assistir a missas, casamentos, eu própria casei pela Igreja (embora não saiba explicar a razão que me levou a fazê-lo, apenas porque se assim não fosse ficaria eternamente com a sensação de que faltaria qualquer coisa no meu casamento). Como dizia, tendo muitas dúvidas sobre a Igreja, não era, de todo, do meu interesse tudo o que lhe dissesse respeito, mas, mais uma vez sem saber explicar a razão, desde que começou o Conclave e desde então tenho sentido um enorme carinho, uma enorme paz interior e uma emoção crescente sempre que do Papa Francisco se fala. Ele tem o dom da palavra, o dom de tocar corações e, quero crer, que tem o dom de mudar algumas mentalidades, para melhor. Queira Deus que este homem seja um enviado divino (pode parecer absurdo mas faz parte dos meus “delírios”) que fará acontecer a mudança que o mundo precisa, ou, pelo menos, que actue para que tal possa vir a acontecer. Seja como for vejo no Papa Francisco um ser iluminado.
    Bem haja Manuel. Um beijinho grande*

    Responder
  7. Laurinda Ribeiro

    Dou-lhe os meus parabéns pelo seu texto,não conseguia escreve-lo,mas tenho a mesma opinião.Só espero que Ele leve o barco a bom termo.Desejo-lhe muita sorte Ele vai precisar

    Responder
  8. maria soledda dionisio pires

    Boa noite eu não vi nem ouvi o discurso do papa mas o conceito que tenho da visão que me dada a ver penso que este papa poderá mudar algo para melhor na nossa igreja para já me merece uma pessoa simples pura e talvez mais aberta na essência da sua alma poderemos contar com mais verdade e pureza do que tem sido até está data esperemos que sim eu sou católica não praticante e por vezes interrogo me por diversas situações pode ser que partir devagoracse possa esclarecer muitas coisas penso de qualquer maneiracestsmos no bom caminho beijinhos Manuel e agradeço sempre da intensidade dos seus comentários pois São esclarecedores e enriquecedores obrigada e noite tranqüila .

    Responder
    1. Isabel Belo Lima

      Eu também adoro este PAI da Igreja (Papa), mostra que quer fazer algo de mudança…. Mostra-se um HOMEM, simples e muito virado para a realidade do MUNDO!!!
      Gosto imenso dos seus comentários.

      Responder
  9. Giovanni Concolino D'Amore

    cada um de nos tem as proprias ideias e apropria forma de manifestar uma fee por isso concordo com que esta escrito neste blog tan bem eu que com a de partida de papa João Paulo II Não me tinha encontrado nunca senti o papa Bento XVI o susesor de Pedro, neste papa Francisco dos primeiro minutos o tenho sentido e acredito que o mundo inteiro ja se arrendeo a este homem agora o tempo o dirá ( desculpem os erros ortograficos ma so Italiano)

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *