O Segur(ado) morrerá de velho!

fotografia 5Sete cães e uma gata enchem o meu quotidiano de alegria e entrega. São verdadeiros companheiros nos bons e menos agradáveis momentos, parece até que me entendem. Com eles vivo horas de endiabradas cabriolices, loucas correrias, rebolanços na relva ou apenas ficamos ali, no jardim, eles, à minha volta, quando não na mesma espreguiçadeira disputando um pedaço da almofada, batendo uma sorna, enquanto eu leio, ouço música ou, tal como eles, me arrasto numa dormência que tudo vela. E assim sou feliz. Tê-los é assumir uma responsabilidade até que se finem, e não deixo de lastimar como são curtas as suas vidas, por isso procuro dar-lhes o melhor em cuidados e carinho, sabendo que fico aquém do que eles me dão em lealdade e disponibilidade.

O novo Seguro de Saúde Animal “Net Animais Domésticos” da MAPFRE Seguros, revela-se um precioso aliado nesta minha preocupação e tarefa de cuidador. Trata-se de um seguro de responsabilidade civil e saúde animal, com coberturas em copagamento, reembolso e ainda com um cartão para diversos descontos. São muitas as vantagens e benefícios imediatos para quem adere a este seguro da MAPFRE, que protege os animais domésticos e a nós também.

Melhor mesmo é ler com atenção toda a informação disponível em:

http://simulador.mapfre.pt/netanimais/produto/

Foi o que eu fiz. Não importa o número de animais que tenho, cabem todos numa única apólice.  E assim, com outra segurança e quietude, continuo a tê-los na minha vida, por eles também, cheia de graça.

fotografia 1 fotografia 2 fotografia 3 fotografia 4 fotografia 6 fotografia 7 fotografia 8 fotografia 9 fotografia 10 fotografia 11 fotografia 12 fotografia 13

6 comentários a “O Segur(ado) morrerá de velho!

  1. Vera Oliveira

    Se já o admirava profundamente antes, agora com estas imagens essa a admiração cresceu.
    Sou sua fã, de longe, mas atenta.
    Pessoas há que publicam dezenas de fotos dos seus animais, porque está na moda, porque é de bem ter animais.
    E cuidar deles? E mima-los como eles nos mimam? E protege-los de quem não lhes quer bem?
    Isso não sai em fotografias. Ou sai? Sai sim. E nas suas vê-se. Os vossos olhares (seu e dos cães) não negam o amor incondicional que reciprocamente sentem.
    Se não fosse por mais nada (que é por muito mais) “só” por isso o admiro!
    Bem haja MLG.

    Responder
  2. Mena Martins Coelho

    Manuel Luís…fosse o caso e eu diria : “Cada cavadela, uma minhoca”!
    Eu explico: sou fã incondicional da pessoa q é… da sua “coluna vertebral” e frontalidade… do seu desassombro e da forma como dá o nome “aos bois”… da sua elegância, até nas eventuais “indelicadezas” q às vezes evidencia nos seus comentários e q tão propositadas me parecem sempre… das suas loucuras apalhaçadas… dos seus fatos, sapatos e óculos… da forma como se assume… do seu sentido de humor a atirar para o british/negro…enfim… gosto de si, (“porra” , cm diria uma filhota minha, na brincadeira – desculpe o vernáculo do vocabulário)!!!!
    Mas, hoje, ao ver estas fotos….. o enlevo com q os seus companheiros o fitam e lambuzam…e o seu ar absolutamente derretido e rendido… obrigo-me a tirar o chapéu e a curvar-me perante tamanha grandeza de alma. Grata… um abracinho!

    Responder
  3. Miguel

    Muito obrigado pela sua partilha! Vejo que ambos partilhamos a mesma excitação e entusiasmo para com os animais de estimação. Saudações de um estudante em Coimbra!

    Responder
  4. thedailymiacis

    Uma casa com animais é outra casa 🙂 Eu desde pequena por causa da asma, ao contrário do que disseram os médicos à minha mãe, sempre tive animais, e quando fui para a Universidade foi uma mudança radical ter uma casa vazia… sorte a minha que quem vivia comigo também adorava animais e tivemos uma gata chamada Marrie 😀 Sou dona de 4 gatos e um cão chamado Nero.

    Responder
  5. Celine Martins

    Olá Manuel Luís Goucha! Admiro muito a sua forma de viver, respeito-o muito enquanto profissional, mas fico sensibilizada com o carinho e dedicação com que trata os seus patudos! Bem haja! Cada vez acredito mais que, a forma como se trata os animais, está intimamente ligada ao caráter de uma pessoa e isto só mostra a boa pessoa que é! Obrigada. Gosto muito de si! 🙂 ♡♡♡♡♡

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *