O meu Natal 2015

mesa

Para mim Natal é passá-lo fora, na Ópera da Bastilha, por exemplo, vendo bailado, e não há muito que saber, nesta altura do ano ou é a “Bela Adormecida” ou o “Quebra Nozes”, um ou outro com soberba música de Tchaikovsky, e depois ir cear, sabendo que na noite de Natal não há restaurante que não esteja aberto e lotado. Outros hábitos e não deixa por isso de ser Natal. Também gostei de uma vez que passei em Amsterdão num concerto de canções natalinas, sem perceber patavina, é certo, mas encantado com a magia de todo o ambiente. Em não havendo espectáculos, como acontece em Paris, a opção é ir à Missa do Galo. Apesar de agnóstico assumido, gosto das representações da fé e, mesmo que não acompanhe em devoção a celebração da eucaristia, deixo-me tocar pela energia festiva que se sente, concentro-me na obras de arte que vestem as igrejas e dou particular atenção às palavras dos celebrantes em chegando a parte da homília, que os há inspirados e galvanizadores. Também é bem verdade que os há maçadores, sem chispa, celebrando a eucaristia por mero “dever de ofício”. Isso mesmo senti, no ano passado, na Missa do Galo da Sé do Funchal, em que a prelecção se arrastou em lugares comuns, sem um rasgo que fosse de alegria, pela boa nova do nascimento.

Talvez o problema tenha sido eu ter assistido, dias antes, a uma das muitas Missas do Parto que  se realizam por toda a ilha, logo ás seis da matina e ao longo dos nove dias que antecedem a véspera de Natal, num triunfo de luzes e cânticos, para depois tudo terminar no adro, com comes e bebes e em perfeita comunhão.

Guardo na memória as Missas do Galo da Abadia de Westminster (Londres) de St. Patrick (Nova Iorque), da Catedral de Monte Carlo (Mónaco) sendo que a mais arrebatadora foi a que vivi na Catedral de Salzburgo (Áustria), com orquestra tocando Mozart e cânticos ao Menino. Tive convites para assistir à da Basílica de São Pedro e ainda celebrada por João Paulo II e isso é que era, não fora a minha mãe a furar os planos porque entendeu que não estava para esperar horas pelo Papa e logo ela que anda sempre com o “credo na boca”! Este ano voltou a baralhar-me o esquema, é que já não está para se mexer muito e por isso ficamos por cá (o que não se faz por uma mãe de 92 anos!), ainda por cima trabalho nesta véspera de Natal, e com todo o gosto porque é para si, mas lá por sermos apenas três “gatos pingados”, não vai ser por isso que não quero uma mesa catita, vestida de festa e seguindo o tom do pinheiro deste ano (já a deixei pronta). Também não dispenso o pão de mel e especiarias, a aletria em ponto de açúcar e perfumada de canela, as rabanadas em calda de vinho do Porto, entre outras lambarices. A esta hora só não sei ainda o que nos propõe de “salgado” o chefe cá de casa. Bacalhau cozido com todos não será certamente, que, para mim, noite tão única merece melhor que a mais corriqueira das receitas. Importante mesmo é que estejamos com quem amamos, seja do jeito mais tradicional ou alternativo. A noite abrir-se-á como refúgio de todos os corações.

Feliz Natal!

mesa2 mesa3 mesa4 mesa5 mesa8

19 comentários a “O meu Natal 2015

  1. Fernanda Heitor

    Olá Manuel Luís Goucha ! Desculpe não é uma resposta que vou dar; Mas sim uma pergunta? Já não tem casa em Fontanelas, assim como o restaurante próximo da linda Cidade de Sintra! Mas só depois da minha bela,linda,maravilhosa Cidade do Porto! O Manuel também adora a minha Cidade; A minha curiosidade é simplesmente natural? Sou sua fá em todas as suas vertentes, idades muito próximas, revejo-me em si; nas nossas essências temos muito em comum amigos de ajudar o outro, amigo do amigo etc,etc,etc, Amigo Luís Goucha aguardo umas palavras suas,uma confirmação, até breve bjinhos Fernanda Heitor…

    Responder
  2. Maria alves

    Sabe sr Manuel, o senhor tem o lindo nome do meu pai, Manuel, .. Gosto de o dizer em voz alta , parece que ele ainda está cá. Antes da partida dele eu vivia a magia desta quadra, agora , não consigo. Vivo angustiada nestes dias, gostava que passassem a correr. Mas o tempo tem o seu tempo..Agora uma coisa é certa, se tivesse oportunidade, também vivia o natal todos os anos em sítios diferentes e de preferência em países frios, onde as cidades tivessem muitas luzes e houvesse neve e nevoeiro. Para mim é magia o coar da luz através do nevoeiro.. Acho que me fartava de passear, ouvir melodias celestiais ,e no fim quando estivesse cansada e cheia de sono, entrar numa daquelas casinhas de madeira muito confortáveis, com uma grandiosa lareira dormir e sonhar com os natais mágicos , quando na manhã de 25 me levantava e corria para o “lar”para ver o que o menino Jesus me tinha colocado no sapato..”..um peixinho, um ursinho, ou um coelhinho de chocolate…. E era essa a magia do meu natal.! .. E , como faz tantos anos como eu fiz em outubro, desejo lhe muita saúde e muitos anos de vida para passar os seus natais .

    Responder
  3. Carla

    Manuel
    Parabéns!!
    Desejo que faça muitos mais, que siga igual com a sua boa disposição, energia, a televisão precisa de mais profissionais assim.
    Adorei a sua mesa, muito bem decorada já vi que gosta de decoração, os detalhes são preciosos.
    Também gosto muito de decoração, e como observadora que sou gostei de conhecer um pouco do seu ninho. As minhas portas são iguais às suas, o móvel que tem junto da dupla porta sempre foi uma das minhas paixões, a minha madrinha tinha um muito antigo, num monte alentejano. A tapeçaria enorme é linda!!
    Já que soubemos os doces, qual foi o prato que o Rui fez?
    Ay que cotilla soy!!
    Fez bem em passar o Natal com a sua mãe ,92 anos é uma longa vida, e estando como ela está é uma benção.

    Besitos

    Responder
  4. Maria santos

    Olá Manuel Luis Dou-lhe sempre os parabéns pois em tudo que faz é perfeito Como não podia deixar de ser tem uma linda mesa cheia de requinte e bom gosto.Não tenho dinheiro mas de tudo o que tenho em casa procuro por sempre uma mesa linda porque os olhos também come Os meus Parabéns por mais um ano cheio de energia,Um abraço desta que o ademira a muitos e muitos anos.

    Responder
  5. Lucia

    Parabéns pelos 59 anos (61) que este dia se repita por muitos mais anos na companhia de quem lhe for mais querido.
    Bom resto de dia de Natal
    um abraço
    Bela mesa de Natal como sempre

    Responder
  6. Isabel SANTOS

    Um bom e feliz natal, e tudo de bom para o novo ano 2016, linda mesma, e gosto muito dos seus programas, e gosta a de ter um livro seu de receitas, mas como vivo no Luxembourgo ,como e que posso o encomendar? Obrigada por resposta. Bom natal

    Responder
  7. Fátima Barros

    Parabéns!!! A mesa está linda. Desejo lhes um Feliz Natal e tive pena de não ter visto o programa com o Rui Oliveira. O Manuel é uma pessoa extraordinária. Adoro vê-lo no programa da manhã.
    E como já é dia 25 aproveito para lhe desejar um Feliz Aniversário….
    Temos a mesma idade, 59 anos !!!
    Um grande abraço

    Responder
  8. Amélia Pinto Vieira

    Em primeiro, um Santo e Feliz Natal, para si sua mãe e seu companheiro, que adorei ver, nos vossos cozinhados na TVI.
    Uma mesa tão bonita, só de umas mãos, como às suas, o ser três gatos pingados, não quer dizer nada. É bom ter coisas bonitas. Eu só tenho pena de não ter umas mãos e gosto, para dois gatos pingados, que sou eu e meu pai de 92 anos.
    Obrigada pelos momentos que nos dá sempre que está presente, durante a semana

    Responder
  9. maria zelia marques

    Parabéns està linda vindo de si nao esperava outra coisa um Santo Natal para os tres . O Manuel é uma pessoa excepecional obrigado por ser um ser tao maravilhoso tudo de bom.

    Responder
  10. Francisco Sá

    Hoje é um dia como todos os outros, mas o facto de ser véspera de Natal transforma-o num dia de esperança, de expetativa!
    Que seja, então, um dia Feliz, o Dia de Natal, para todos os nossos amigos e familiares e que a esperança de um Ano 2016 mais feliz, mais humano e mais atento à dor e necessidades do outro, se concretize. Grande abraço para o Manuel Luís e Rui Oliveira

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *