O cabrito cá de casa

cabrito
Cabrito cortado em pedaços

4 dentes de alho descascados

Ramos de tomilho

1 colher (sobremesa) de mostarda de Dijon

1 colher (sopa) de massa de pimentão

1 copo de vinho branco

2 colheres (sopa) de banha

Azeite

Sal e pimenta preta moída no momento

Noz moscada

Num almofariz, começámos por pisar os dentes de alho com as folhas de tomilho. As hastes do tomilho são deitadas fora.

A esta mistura juntou-se a mostarda. Cá em casa gostamos de mostarda de Dijon, mas se não apreciar uma mostarda de sabor tão intenso opte por outra a seu gosto. Juntou-se, ainda, a banha, a massa de pimentão e um bom fio de azeite. Temperou-se de sal, pimenta e noz moscada ralada no momento.

Todos estes ingredientes devem ser bem ligados para assim se obter uma papa homogênea.

Com esta mistura de temperos besuntámos todos os pedaços de cabrito, colocados entretanto na assadeira.

É altura de regar tudo com o copo de vinho branco.

Tapámos a assadeira com película aderente e assim ficou no frigorífico, de ontem para hoje.

Hoje pela manhã assámos o cabrito em forno de lenha, para dar uso ao de cá de casa. Colocámo-lo numa grelha sobre um tabuleiro, para assim ficar com a pele estaladiça, mas pode levar o cabrito ao forno na assadeira onde marinou.

E fizemos acompanhar a assadura por um outro tabuleiro com batatinhas para assar com pele, cortadas ao meio, cogumelos shitake cortados em quartos, chalotas descascadas e cortadas em quartos, dentes de alho descascados e cortados grosseiramente, duas folhas de louro, azeite, sal e pimenta.

cabrito_lenha

16 comentários a “O cabrito cá de casa

  1. Isabel Dias

    Bom dia Manuel Luís.
    Gosto muito das suas receitas, pois já experimentei algumas.
    Precisava por favor duma receita para um bolo de aniversário para a minha filha que vai fazer 10 anos.
    Obrigada.

    Responder
  2. Carla

    Manuel
    Para si, penso que muita gente já mudou por o ouvir, já abriu novos horizontes a muitos.

    “Quem olha para fora, sonha. Quem olha para dentro, desperta.”
    Jung

    besito
    Carla

    Responder
  3. Sofia

    Boa noite!

    Adoro as receitas do Manuel e ofereceram-me o seu livro “As receitas cá de casa” e gostaria muito que fosse autografado por si, como poderei fazer?

    Obrigada

    Sofia

    Responder
  4. Carla

    Rui
    O cabrito parece delicioso, um manjar dos deuses.
    Manuel e a sobremesa?
    Tenho a certeza que foi um belo repasto, com uma mesa bem decorada, boa companhia.

    Abraço aos 2
    Carla

    Responder
  5. Maria Teresa Cunha Camenhas

    o cabrito tem muito bom aspecto. Eu costumo fazer identico a moda da Beira Baixa sem tomilho e mostarda, mas vou experimentar este,

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *