Lisboa, Tejo e tudo

foto1

Herança da Expo 98, a torre celebrando Vasco da Gama, continua lá, como jóia agora do Parque das Nações, sugerindo mastro e vela enfunada de uma embarcação à descoberta. Paredes meias, e quase acompanhando-a nos seus cento e quarenta metros de altura, nasceu ali o “Myriad”, unidade hoteleira de excelência, pertença da cadeia Sana. De frente para o estuário do Tejo tem nele o seu maior luxo, que não é todos os dias que podemos acordar como se navegássemos sobre águas mansas.

Poderia falar do seu SPA, que todos me dizem ser do melhor pelos serviços à disposição, seja hóspede ou não, mas mais uma vez também por quanto do último andar a vista abarca, mas pelo menos desta, que apesar de não ser muito dado a SPAS não os recusarei em momentos de grande cansaço, prefiro falar do acolho, já que enquanto gravo o MasterChef Júnior do lado de lá , aqui fico de um dia para o outro.

Gosto que me sorriam, que me tratem pelo nome e com palavras gentis. Gosto de gestos cuidadosos. Gosto da eficácia, do profissionalismo. Gosto de quem trabalha gostando. E tudo isso encontro neste hotel à beira Tejo.

O mais hei-de descobrir no pouco tempo que me resta entre gravações exuberantes em fins-de-semana apressados.

www.myriad.pt

foto2 foto3 foto4 foto5 foto6 foto7 foto8 foto9 foto10 foto11 foto12 foto13 foto14 foto15

10 comentários a “Lisboa, Tejo e tudo

  1. Carla

    Manuel
    Supongo que esté liado, pero siento falta de lerr sus palabras.
    Me tengo regallado y trabajando el mismo tiempo a oir el programa del mãnana , eres lo más!!
    Segue igual.

    besito
    Carla

    Responder
  2. Carla

    Manuel
    Ontem ouvi num programa das manhã ( mais antigo ), que adora chocolate é dependente, também adoro mas sinto mais necessidade quando faço desporto. Existem uns comprimidos de crómio que equilibram os nivéis de acuçar no sangue e deixamos de ter a ansidade de comer doces. Fazem efeito, tenho essa experiência. Não sei se pratica desporto, mas com 78 kg está muito bem, parece ter menos. Os musculos pesam mais que a gordura, o que importa é o volume.
    Já algum tempo que gostava de lhe dizer algo, o comentador José Alho é da terra dos meus pais, os seus pais muito amigos dos meus avós, a infância da minha mãe foi passsada num monte onde ambas as familias tinham muito convivio, eram como se fossem de familia. Também a minha infância as férias era passada no monte, tenho saudades desse tempo. Adoro o alentejo!
    Se tiver tempo veja, vai gostar.

    https://www.youtube.com/watch?v=9IyNsusb7Zo
    Besito
    Carla

    Responder
  3. Joana Pereira

    Olá Manel!

    Nada tem a ver com o post mas vinha fazer lhe um pedido!

    Adoro a Dra Manuela Ferreira Leite que sei que também admira e que a entrevistou no Mulheres da Minha Vida. Estou farta de procurar essa entrevista na net e não encontro .. Também já escrevi para a TVI a pedir que repetissem essa série na TVI24! E agora vinha recorrer a si para lhe pedir se pode publicar, caso tenha, esse vídeo da entrevista completa aqui no blog ou quem sabe fazer lhe uma entrevista para o Você e publicála aqui!

    Admiro muito o seu trabalho e filantropia,

    Bem haja pelo bem que faz a Portugal e por Portugal. Aos portugueses e pelos Portugueses.

    Um beijo,
    Joana Pereira

    Responder
  4. Ana Rebelo da Silva

    Manel

    Venho aqui sugerir-lhe que anuncie a ópera que vai estrear dia 26/02, no Teatro da Trindade em Lisboa: Cosi Fan Tutte:

    26 a 28 FEVEREIRO | M12
    sex e sáb – 20h00 | dom -16h00

    Opera buffa em 2 atos
    de W. A. Mozart
    Libreto de Lorenzo da Ponte
    direção musical Bernardo Marques
    encenação Elena Dumitrescu Nentwig
    com Alexandra Bernardo, Ana Ferro, Elvire de Paiva e Pona,
    Pedro Rodrigues, André Henriques e Ricardo Rebelo da Silva
    orquestra e coro Nova Ópera de Lisboa
    maestro do coro Gonçalo Lourenço
    produção, figurinos e adereços Nova Ópera de Lisboa
    Apoios:
    Centro Nacional de Cultura, Embaixada da Roménia, Instituto Cultural Romeno, Orquestra Sinfónica Juvenil, Universidade Lusófona, Escola de Música de Na. Sa. do Cabo

    Por favor convide os solistas, porque acredite que a qualidade deles é excepcional e como sei que gosta muito de ópera, gostava que soubesse que Portugal também tem grandes cantores.

    Bem haja para si. Gosto muito de si e dos seus programas

    Beijinhos

    Ana

    Responder
  5. Raquel Silva

    Que rica noite, o hotel é lindíssimo.
    Já lá vão uns anos almocei com o meu filho mais novo teria ele os seus 15 anos, no restaurante.
    Foi lá que celebrei o meu aniversário só com ele, gostei bastante e nunca o esquecerei, ficou gravado
    na minha memória.
    Beijinho

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *