Júlia

goucha_juliaTenho que a nossa amizade é uma espécie de refúgio onde podemos ser nós próprios com as nossas inquietações. Mas é mais do que isso, floresce na escuta, na argumentação, quando queremos fazer caminho juntos. Foi isso que aconteceu há algumas semanas e após um convite que me foi feito para conversar com a Júlia, para o número três da sua revista digital (que hoje é-vos dado a conhecer, basta ter a aplicação ou descarregá-la). O mote, dado o mês de Maio, seria o da maternidade, no seu caso, comum a tantas famílias, eivada pela angústia de saber duas filhas com anorexia, uma das formas mais severas de distúrbios do comportamento alimentar na adolescência. Já disso tinha falado publicamente, e nesta conversa explica as razões porque o fez no caso da Carolina, quando uns anos antes havia conseguido manter uma quase total discrição sobre o que estava a acontecer com a sua outra gémea. Mas talvez nunca o tenha feito tão em carne viva como naquela tarde em que nos sentámos à conversa, olhos nos olhos, como se fôramos um só. Ouvi-la foi tomar consciência da sua, e da minha, fragilidades, que é na eminência da perda que compreendemos o essencial.

goucha_julia2

Por isso a conversa, que pode agora cumpliciar, é como que uma filigrana de emoções. Não sei se lhe segurei a dor, como amigo que sou, sei é que este nosso amor nunca fica suspenso sobre o abismo do nada.

Se um dia deixasse que este amor fosse infectado pela inveja, pela dúvida, pela rivalidade, mesmo profissional, eu não seria mais gente.

www.julia.pt

10 comentários a “Júlia

  1. Isabel Santos

    MLG é GRANDE !
    Amizade, que verdadeira, é sentimento raro, é para preservar, cultivar e cumpliciar.
    Tem razão, nada a deve destruir !
    Gostei da conversa, feita com sentimentos.
    Beijos
    Isabel Santos

    Responder
  2. Berta Veiga

    Como sempre disse,não gosto dessa senhora.Tem o lado simpático e afável que desaparece com o desligar da câmara.Ainda bem que consigo ela é diferente.Gosto muito de si e desejo que nunca vos juntem num programa pois acho que água e azeite não se misturam.Beijos

    Responder
  3. Marina Mendes

    Holla,

    Eu não consigo ver a entrevista “frente a frente”, alias vejo só a promo da entrevista.
    Podem ajudar?
    Desejo muita sorte e um futuro amplo e prospero cheio de sucesso para a revista.
    Obrigado

    Beijos e Abraços

    Responder
  4. Maria Santos

    O meu comentário e curto e muito simples São duas pessoas que eu muito admiro Que gosto de coração a muitos anos Força para os dois e muitas felicidades .Nas vossas vidas de trabalho como particular Um beijinho desta que vos conhece só da TV.

    Responder
  5. Francisco Sá

    O segredo para todo relacionamento ( inclusive amizades ) é a cumplicidade e o respeito!
    Continuem sempre assim. Grande abraço

    Responder
  6. Iolanda Santos

    Adorei este texto! Não acredito que tenha sido pelo conteúdo, uma vez que o mesmo já era do domínio público, acredito sim, que seja pela “fragrância” pura dos sentimentos que me transmite… Obrigada Manel e Júlia

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *