Fecharam-se as portas do “Monte do Manel”!

Estava de férias, uma semana no Alentejo, e o telemóvel tocou. Era o Zé Eduardo Moniz: “Manel Luis tive uma ideia: vocês vão ter de sair por duas semanas do estúdio, para se construir o novo cenário do “Você na TV”, que acha de fazermos o programa, durante esse período, a partir da sua casa?”. “Que casa?” – perguntei. “Na de Fontanelas, nem pensar!”- ainda acrescentei, que sendo essa a casa de todos os dias, a primeira, não estava disposto a tamanha invasão. “Estava a pensar no monte, aí no Alentejo!”- respondeu. Assim sendo, porque não? Levei dez minutos a decidir, ouvido o Rui, que somos sempre dois seja em que casa for. Já havia mostrado muitas fotografias da herdade e do exterior do monte nas minhas redes sociais, já havia aberto a casa para uma revista, que vendeu três edições à conta da novidade e da curiosidade que tal suscitou! Porque não aproveitar dez programas de Natal para divulgar um pouco de um sonho de uma vida, junto de quem me acompanha fielmente há vinte e cinco anos, deixando-me fazer parte da sua família e da sua casa? Assim nasceu este conceito que hoje terminou, último dia do ano. Um programa necessariamente mais intimista que alguns estranharam mas que se entranhou, dadas as audiências obtidas, prova que nem tudo tem de ser feito em alta grita e frenesim. Quem vê está sempre a surpreender-nos, como em tudo na vida isto não são favas contadas, por isso não menosprezemos o público, este sabe o que é qualidade e verdade.

Ao longo destes programas mostrámos alguns dos ofícios e tradições ligadas a este chão, mas não deixámos de ir a muitos outros locais do país, até fora onde há portugueses. Esta é uma das premissas que queremos valorizar já a partir de Janeiro, o contacto com os nossos, estejam onde estiverem. Mostrámos-lhe os animais da nossa afeição, companheiros de todas as horas. Vivemos momentos de sortilégio através das conversas à lareira e do que ouvimos na voz dos grandes, como António Zambujo, Ricardo Ribeiro, FF, Wanda Stuart, Celina da Piedade, Cuca Roseta, Jorge Fernando… Não imaginam a comoção que senti em muitos desses momentos, pudesse eu parar o tempo para que não se esgotassem.

Deslumbrámo-nos com os saberes da terra que só os da terra sabem. Gente anónima e tão nobre por vidas de tanto lidar, na dureza do campo sob a inclemência do sol. Lamentos que o cante enaltece.

Sim, abrimos as portas do monte a uma equipa de excelentes profissionais, mais de trinta, tantos os necessários para que nada falhasse e em momento algum houve pontinha de enfado que maculasse a alegria e a energia dominantes. Sim, abrimos as portas do monte à curiosidade alheia, aos que me acompanham sabendo que não lhes minto, que perante eles apresento-me sempre inteiro, não escondendo sequer as fragilidades que entendo, igualmente, como dádivas da Vida. São elas que me humanizam. Sim, abrimos as portas do monte … e valeu a pena. Se valeu! Foram dez dias, dos mais felizes da minha vida profissional. Obrigado a todos os que o tornaram possível!

Novo ano, novo desafio. Daqui a dois dias regresso ao estúdio com um novo cenário e uma nova colega, a Maria. Vai começar um novo caminho com alguém que sei querer proteger e amar. E consigo, sempre consigo.

Enquanto homem de televisão, e foi esta a vida que quis para mim, eu não existo sem si! Então, que tenhamos todos um grande ano!

39 comentários a “Fecharam-se as portas do “Monte do Manel”!

  1. Cecília

    Sendo o senhor Manuel Luís tão cioso da sua privacidade, e com todo o seu direito, achei de uma generosidade imensa abrir as portas do seu monte lá no Alentejo.não contava que o fizesse, mas veio comprovar a pessoa de bem que é, a verdade que põe em tudo quanto faz e tb a consideracao e o carinho que tem para com o seu público. Abriu nos as portas da sua casa com imenso carinho e isso foi muito bonito de sentir como telespectadora. Bem haja e tudo de bom para si

    Responder
  2. João

    Bom exemplo para mostrar o alentejo. Todas as semanas haver ,no seu prograna uma rubrica “Hoje dia do concelho ou distrito tal…..” com convidado ilustre da região a comentar, e mostar o bom que o nosso País tem …o share aumentaria
    Cumprimentos

    Responder
  3. Sónia

    Sempre admirei seu trabalho e sempre achei uma mais valia o facto de trabalhar com a Cristina Ferreira, faziam uma dupla imbatível, mas a vida por vezes dá nos outras oportunidades e não quer dizer que sejam melhores, são diferentes e achamos que temos de as aproveitar e no final até se calhar não foram as melhores decisões, mas se não o fizermos achamos que vamos nos arrepender para o resto da vida… Vocês os dois faziam sobressair o melhor de cada um, independente de que portas a vida nos abre o melhor que temos na vida é os amigos a família…
    Sinceramente fazia questão de continuar a seguir os dois, a si e a Cristina… Mas depois do que tenho assistido, mudei de ideias…
    O senhor sempre fez questão de colocar sua vida familiar muito privada e concordo, de repente por questões profissionais já vale tudo… E dizer que nem tudo tem ser gritaria… E que o público sabe o que é qualidade e bom gosto, por favor… Quer dizer que até agora durante todos estes anos trabalhou em parceria numa coisa que não gostava e de mau gosto?
    Depois até aqui nunca a direção da TVI propôs algo que inclui o seu marido… Foi preciso existir um convite exterior para o passarem a incluir?
    E com relação á rubrica do jornalista Bruno Caetano, não aceitou a direção a proposta da rubrica? Não deveria acarretar com a responsabilidade?
    Correu mal… A culpa? Do jornalista, por isso foi suspensa a rubrica…
    Se tivesse sido um sucesso? Seriam todos elogiados menos o jornalista de certeza….
    Sinceramente parecem desesperados…..
    Ao contrário do que pensam não vale tudo….
    Porque colhemos sempre o que semeamos….. sempre…..

    Responder
  4. Sara

    Caro Manuel Luís,
    Parabéns pelo novo programa, gostei muito e a química tornar-se-á mais fluída com o passar do tempo. Só não gostei de uma coisa que é uma desilusão porque gosto dela, mas erros gramaticais crassos, então a jornalistas e apresentadores, dão um mau aspecto terrível ao programa…e à Maria. Então o Manuel corrige-lhe o inglês e não lhe corrige o português? 🙂 No primeiro programa, logo a começar, um “ténhamos”…(até me arrepiei, desceu logo de 100 para 1 a estima..) agora hoje no segundo…um “estéjamos” logo a entrar…e não me digam que é por ser do Porto, é que mudei logo de canal. É simplesmente mau português, e inadmissível ao apresentar-se um programa que se quer de qualidade, em todos os aspectos. Não chega ser bonita e simpática, para mim exige-se mais a este nível. Esta é uma crítica construtiva e espero que a Maria também a leia, e melhore. Se me permite uma última opinião, nestes dois primeiros achei que são várias as rubricas demasiado fúteis e vazias, e tive saudades de ver o seu registo mais sério e profundo. Cumprimentos

    Responder
  5. Paula Solano

    Confesso que não nutria grande simpatia por si,no entanto,o seu humanismo,a sua autenticidade e humildad e cada vez mais notória têm feito com que a minha admiração por si cresça a cada dia.Sem criticar nada nem ninguém, confesso que a sua versão pós mudança é muito melhor! Espero que assim continue! Beijinhos para si e para o Rui!

    Responder
  6. Carla

    Manuel
    Vi 2 à noite, um com o Ricardo Ribeiro e o outro com o veterinário, adorei.
    Não parecia um programa de TV mas algo mais, algo que nos entranha, que nos leva mais além, as palavras prendem-nos o meio ambiente acolhedor, que conforta.
    Parabéns por nos dar momentos de qualidade, sabedoria, de nos ensinar um pouco mais, que a vida deve ser vivida bem vivida.
    Admiro a forma como cresceu, como evolui no seu ser .
    Rui fez um excelente trabalho dava um bom repórter.

    O amor tem destas coisas, o amor à vida, ao trabalho, ao um pelo outro, onde existe amor, existe vontade, compaixão, entrega, onde existe amor existe tudo.

    Abraço aos 2
    Carla

    Responder
  7. Maria Elisabete Rodrigues Pereira

    Parabéns por ser o profissional que é e por ter partilhado um espaço que é vosso. Desejo-vos as maiores felicidades aos dois e também a nova colega. Quanto tenho oportunidade não perco em o ouvir como sua admiradora pela sua forma de estar , educação, postura e acima de tudo educado muito obrigado pela sua companhia muito SUCESSO

    Responder
  8. Ana

    O abrir de portas do Monte proporcionou, de forma criativa, alegre, elegante, interessante e respeitadora, programas repletos da nossa cultura. Programas que transmitem saberes e princípios são essenciais para os dias de hoje.

    Responder
  9. Maria Sirgado

    A ideia das duas semanas, a transmitirem o programa do Monte, foi uma ideia, brilhante. Tudo o que vejo, é maravilhoso. Desejo-lhes um Ano de 2019, pleno de venturas. Beijinhos. Maria Sirgado

    Responder
  10. Ana Filipa

    Tudo Tão Bonito!
    A Realização , e de um Sonho concretizado em sua casa só pode ser ESPETACULAR!!!
    ADOREI O QUE VI , e já é difícil deixar de olhar para a paisagem desde as fotografias !
    Algum dia mais havia de fazê.lo ! Terá conquistado tantaMasTanta Gente !!
    Que Belo !!
    ILuminou-vos é a Nós tbm ! 🙂
    O Segredo da Paz só pode ser o nosso cantinho ! E o seu é Maravilhoso !!!
    O Rui é tbm Muito Divertido ! E Foi tudo Muito Giroo!!
    Obrigada, Obrigada!!
    BOM ANO !
    DE PAZ, AMOR , E COM SAÚDE!!
    ADORO.O * .

    Responder
  11. JuJu

    Adoro ver o Manuel e o Rui. Foi duas semanas maravilhosas. Muitos parabéns e vamos continuar com o Manuel e a Maria. Muitas Felicidades! O meu português não e do melhor, vivo nos Estados Unidos desde de miúda e aprendo muito com o Manuel. Tudo de bom.

    Responder
  12. Margarida Baião

    Gostei tanto! Vi todos sem exceção.Não perdi um. Beijinhos Manel e parabéns pelo seu excelente trabalho. Adoro-o como apresentador e como a pessoa maravilhosa que é. Beijinho.

    Responder
  13. Gabriela

    Bom ano 2019. Parabéns pelos excelentes programas que nos proporcionou transmitidos do Seu Monte. Só lamento, as “alfinetadas” que a sua prosa deixa perceber (eram escusadas… ). Possivelmente nem todos se apercebem, mas a Manuel sabe a que me refiro.

    Responder
  14. Maria Fernandes

    Parabéns pelo Vosso trabalho!
    Uma sugestão, uma rubrica no seu programa com o Rui a partir do Monte.
    Feliz Ano Novo, que seja um ano para recordar com Alegria

    Responder
    1. Júlia Silva

      Foi um gesto de coragem e muita generosidade partilhar, durante estes dez dias, aquilo que temos de mais íntimo, que é a nossa casa. Parabéns pelo programa e felicidades para este novo ano que começa.

      Responder
  15. Paulinha Velez

    MLG
    Já o disse pessoalmente,mas volto a escrever aqui no seu blog..foi dos presentes mais bonitos que deu ao seu público.
    Fomos desembrulhando cada dia um pouquinho do Monte,do Alentejo e tão bom que foi.Obrigada
    E agora fechado o portão do Monte que comece o novo Ano com a abertura de portas do novo estudio,de uma nova etápa da sua vida,que também é nossa. Enquanto o MLG quiser estarei consigo ,deste lado ou mais pertinho…estarei consigo!
    Bom Ano Novo MLG

    Responder
  16. Susana Bastos

    Conte comigo para o ver… Se não posso ver de manhã, vejo ao serão onde na minha opinião era o programa de devia dar após o jornal notícias… Tudo de bom!!! E vai ser um sucesso tenho a certeza!! Bom Ano!!

    Responder
  17. Pedro Miguel Santos

    Que grande programa. Que sorte ter uns anfitriões como o Manuel e o Rui. Que grandes dois Senhores. Bem hajam e obrigado por este magnífico programa. Bom ano de 2019.

    Responder
  18. Olindina Dias

    Simplesmente maravilhoso e não é só por ter sido no seu monte,mas porque mostrou muita coisa do nosso Alentejo e arredores,mas também porque acho que em tempo algum houve outro programa assim a ser feito da casa do próprio apresentador

    Responder
  19. Cristina Cabaça

    Os meus parabéns Manuel, nem sempre consegui ver o programa nestes últimos 15 dias, mas de todas as vezes que ligava na TVI e no Monte do Manel, não houve uma única vez que eu não ouvisse falar da minha terra que é a Cuba!! Parabéns por terem falado tanto no Alentejo e principalmente no Baixo Alentejo! Foi tão bom ter um programa em que, de certeza todos os alentejanos ficaram orgulhos por mostrar o nosso Cante e as pessoas daqui. Não posso deixar de falar no Bruno Ferreira que tanto tem tentado chamar a atenção para Beja e o Baixo Alentejo e o José Alho por envergar a farda dos Ceifeiros de Cuba, grupo em que o meu avô cantava. Obrigada Manuel e Obrigada Rui porque se nota também a paixão que tem por esta nossa terra! Bem Haja a todos um Ótimo 2019

    Responder
  20. Antónia Marques

    Manel, Feliz Ano Novo para Vós, pleno de alegrias, novas conquistas e tudo de positivo ! Bjns para ambos com carinho.

    Ma. Antónia Marques

    Responder
  21. Alfredo Pacheco

    E que aventura que foi, Manuel Luís. O deleite que senti ao vê-lo elevar a Vida rural a património, também ele cultural. Porque a candura e simplicidade das gentes do campo também aceescentam! São massa com voz e que muito enobrecem este país. Depois, a normalização de uma relação afetiva entre dois homens, algo pioneiro em televisão. E o enorme contributo que deu, ainda que não o reclame para si, pelo direito à diferença, dando coragem a tantos outros (como eu) que ainda vivem na sombra. Obrigado por me ensinar que não se limita o que está certo. E o que está certo é ser feliz. Bom ano!

    Responder
  22. maria ester

    Obrigada Manuel Luís por permitir a nossa entrada no vosso mundo,seu e do Rui.Adorei o monte mas adorei sobretudo o Rui.Tem um companheiro jovial,divertido,com um sentido de humor fantástico.Só assim podia ser! Surpreendeu-me mas só assim podia ser porque o Manuel Luís transborda de felicidade.Que o Novo Ano permita continuação dessa alegria, dessa felicidade.Gostpo muito de si!Um forte abraço.

    Responder

Responder a Paula teixeira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *