Favas e sushi

sushi sushi_Que têm as favas a ver com o sushi? Nada, mas a rejeição com que encarei o sushi durante anos a fio foi a mesma que me levou, toda uma infância, a dizer que não gostava de favas. É preciso provar e procurar entender o que se está a comer, antes de dizer que não se gosta. E mesmo que a uma primeira prova não nos deixemos cativar, porque não tentar uma segunda, ou outra ainda, para percebermos se a nossa irredutibilidade é mesmo para valer. É que o gosto vai mudando com a idade e com as vivências, não o tenho em modo congelado, pelo menos assim foi com as favas, e olhe que só o cheiro me enjoava, e assim é agora com o sushi. De favas gosto e muito, com entrecosto e chouriço, no mais caseiro dos guisados, mas também as aprecio, ainda bebés, em saladas refrescantes. Já o sushi é amor recente, daqueles que começam por um quase ódio (ou talvez aversão ao que era moda) e acabam em enleio e feitiço.

Dou por mim a salivar por um sushi (até por um sashimi) e confesso que me agrada particularmente o do Farol Design Hotel, ali para os lados de Cascais, pela variedade que nos propõe e pelo esmero da preparação. Ao facto também não será alheia a sua magnifica localização, de ventas para o atlântico mar. Há quem diga que sushi não é cozinha, por não levar fogo, mas não será bem assim, que só fazer o arroz é quase uma ciência e tudo o mais é delicado entre o doce, o salgado, o amargo e o picante.

É caso para dizer: nunca digas deste sushi não provarei!

www.farol.com.pt

foto6 foto1 foto2 foto3 foto4 foto5

6 comentários a “Favas e sushi

  1. Hilda

    Eu posso simplesmente dizer o que um conforto
    descobrir uma pessoa que realmente sabe o que eles estão falando na net .

    Você certamente sabe como trazer um problema para acender e torná-la importante.
    Muito mais pessoas tem que Veja isso e compreender este
    lado de seu história. É surpreendente não és
    mais popular porque você certamente tem o dom. https://Is.gd/AfNnYN

    Responder
  2. Vitor

    Vitor Manuel Esteves Soares, morador na Rua Paulo Dias de Novais Lote 17 3º C 1950-125 Lisboa Bairro das Amendoeiras N.I.F 192962051 CC 11035296 data de nascimento 9-12-1972 com o contato telefônico 914 981 452
    Este senhor esta sem luz em casa mas o mais importante é que não come o pequeno almoço não almoça e janta bolos dados pela AMI vive em baixa pobreza porque foi despedido da Junta de Freguesia de Marvila que hoje nega apoio.
    Não tem qualquer rendimento Social.
    Sabendo deste caso resolvi escrever este email….. Esta a passar fome.
    Agradeço que contatem para o móvel eu sou apenas um amigo
    É Urgente apoio.

    Responder
  3. Paulinha Velez

    MLG
    Também achava que nunca conseguia comer shushi…até provar.. mas acho que tem muito haver com o sítio
    na primeira vez adorei ,,na segunda nem por isso..
    Com as favas aqui vai,, em criança o meu pai gostava muito de comprar tudo em grandes quantidades…batatas,vinho,azeite,queijos,carne etc…corria o país á procura do melhor para por em casa.
    Um dia decidiu comprar um…faval,ah pois é e a nossa vida nunca mais foi a mesma,além se ter descascado aquelas favas todas para as conservar na arca (ele até comprou uma segunda arca para as por) a empreitada a seguir as aulas era digna de se ver…as manas ,a mãe,a avó,a empregada as vizinhas ,, 😉 mas o pior está para vir,,,Tudo era comido com favas…Carne,peixe, bacalhau até coelho á caçadora a minha mãe fez para ele..saudades deste meu pai!!! pensava que ía dizer das favas? Só as consigo comer num puré com coentros e azeite, uma vez no ano quando a minha vizinha me vem trazer umas favinhas ah ah 😉

    um abraço
    Paulinha Velez

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *