Escolha Vegetal

FullSizeRender (4)

Há referências que nos acompanham ao longo da vida,  assim é com a Vaqueiro, Planta e Becel. Por isso é sempre com curiosidade que interajo com os seus representantes, nomeadamente num programa de televisão, como o “Você na TV”, confiante que  estou  na qualidade e garantia dos seus produtos. Há dias o tema era o dos cremes vegetais e até uma nutricionista, cujos conselhos acato,  avalizou a segurança de tais produtos, uma vez que nas respectivas manipulações  não são usadas quaisquer gorduras trans, diga-se, aliás, de uso extinto em Portugal (até nos Estados Unidos têm morte anunciada para 2018). Logo fui desafiado para que em casa preparasse o meu creme vegetal, perfumando-o a meu gosto. Gosto de desafios e por isso deitei mãos, neste caso, ao creme, juntando óleo de girassol ao de coco.

Mexendo com uma vara de arames, numa taça mergulhada em água fria com gelo, logo a mistura ganha textura e cor alva. Juntei, então,  gema de ovo, aqui o elemento emulsionante, e sumo de limão, para  tudo ligar em creme. Por fim, cebolinho picado, mas outra erva de bom cheiro poderia ter usado, como coentros, hortelã da ribeira, salsa ou estragão. Na operação não gastei mais de cinco minutos e uma vez feito o creme tive mais é que espalhá-lo, como que numa carícia, sobre tostas e bolachinhas. Foi um lambisco diferente a meio da tarde,  para celebrar um desafio superado.

FullSizeRender (2)

FullSizeRender

FullSizeRender (5)

10 comentários a “Escolha Vegetal

  1. franklim jorge

    Caro Manuel Luis Goucha,

    venho pela presente congratular-me pelo seu sucesso na preparação desse delicioso creme vegetal para barrar.

    Pelo aspecto deveria estar mesmo fabuloso.

    Um grande abraço,

    Franklim

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *