E vão dez…

… as exposições de Presépios de Artesãos de Estremoz, a ponto da iniciativa já fazer parte das tradições do Natal estremocense. Foram os artistas da terra desafiados,uma vez mais, a interpretar a seu jeito a Natividade, resultando a resposta em inspiradas cenas dando uso aos mais diversos materiais .Assim, é possível ver, nesta exposição que estará patente ao público na galeria D.Dinis, até dia 7 de Janeiro, trabalhos em tecido, pedra, madeira, cortiça, vidro e metal, para além do esperado barro vermelho. Em andando por perto suba ao castelo de Estremoz e deixe-se guiar pelos passos de Dinis, rei trovador e de Isabel, sua santa mulher. Afora a beleza e importância história do local tem agora mais um motivo para, por ali, flanar.

presepio1 presepio2 presepio3 presepio4 presepio5 presepio6 presepio7 presepio8 presepio9 presepio10 presepio11

10 comentários a “E vão dez…

  1. Sandra constantino

    As pecas sao puro encanto…..
    Estou rendida..
    Parabens para as pessoas que teem maos de fada….para fazer esta obra de arte….
    Abracos
    Sandra

    Responder
  2. Aurora Raminhos

    Manuel Luís Goucha. Também quero. Se precisar de caseiros. Diga. Era o meu sonho. Mas até hoje não consegui,ter o meu montesinho no Alentejo, agora também difícil ❤❤❤

    Responder
  3. Armando Da Silva

    Sr. M.L. Goucha
    Eu acho que o sr. Não é assim tão ateu como faz pareser
    Desejo um bom natal e fliz ano novo abraço
    Que Deus esteja com vocês.
    Beijinho á dona Alice

    Responder
  4. Carla

    Manuel
    Lindos todos, O professor Hermano Saraiva fazia colecção de presépios cheguei a ver um maravilhoso parecia uma aldeia era enorme.
    Desejo que passe um Santo Natal rodeado de quem mais ama. Não sei se é um homem que demonstre afectos, beijar, abraçar, dizer que ama. Aprendi que existem outras formas de o fazer, mas o toque tem um efeito terapêutico. Sei que a sua mãe é especial para si, dê-lhe muitos beijos, abraços, muitos mimos, há coisas que não devemos deixar para amanhã pode ser tarde. Houve tanta coisa que aprendi, infelizmente só aprendi porque perdi. Partilho um poema que foi colocado no Blog da Helena Sacadura Cabral pessoa que muito admiro, é lindo e diz muito.

    Contei meus anos
    E descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente
    Do que já vivi até agora
    Tenho muito mais passado do que futuro.
    Sinto-me aquele menino que recebeu uma bacia de cerejas.
    As primeiras ele chupou displicente,
    mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
    Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
    Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflamados.
    Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram,
    Cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
    Já não tenho tempo para conversas intermináveis,
    para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias
    que nem fazem parte da minha.
    Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas
    que apesar da idade cronológica, são imaturos.
    Detesto fazer acareação de desafetos que brigam pelo
    Majestoso cargo de secretário geral do coral.
    As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
    Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência,
    Minha alma tem pressa…
    Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana,
    Muito humana; que sabe rir de seus tropeços,
    não se encanta com triunfos,
    não se considera eleita antes da hora,
    não foge da sua mortalidade.
    Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade,
    O essencial faz a vida valer a pena.
    Mário Andrade

    Abraço forte
    Carla

    Responder
  5. Natália Machado

    Olá Manel ….Vejo que visitou a Galeria D. Dinis onde se encontra uma exposição de Presépios. A 2ª foto pertence a Jorge da Conceição Palmela,filho e neto de Ceramistas de Estremoz ,tem peças lindíssimas ,deixou a carreira profissional (onde chegou ao topo ) aos 50 anos abdicou de tudo para fazer aquilo que mais ama….Trabalhar o barro como seu avô ,sua avó e sua mãe .deixei uma foto na sua página de facebook de um Presépio que está agora em exposição no Montijo .Visite a pagina dele Ceramics By Jorge Palmela ou http://www.jorgedaconceiçao.com aposto que vai gostar …. beijos FELIZ NATAL ….

    Responder
  6. Antonia Ramalho

    Ola Manel, sem duvida que esses presepios são lindissimos. Conheço um presepio das Irmãs Flores que deram a minha filha e os presepios da D. Guilhermina Maldonado, a Lili, da qual tenho a sorte de ser amiga, tem maravilhosos , talvez ha 4 ou 5 anos ela fez uma exposição na Galeria Municipal aqui em Monforte e fiquei encantada com trabalhos tão minuciosos. Beijinho

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *