Domingo no Monte

Algumas nuvens não davam para ameaçar a tarefa. Havia que cuidar dos canteiros, queimados do frio e das geadas. Flores nem vê-las, que ainda não é o tempo delas, resistem os oliandros e algumas ervas de bom cheiro. Foi dia de revolver a terra, de a estrumar com esterco das nossas éguas curtido pelo sol e pelo tempo, e de plantar os bolbos de begônias, narcisos e coroas imperiais. Agora é esperar, para que os canteiros voltem a florir num triunfo de cores e olores.

monte1

monte2

monte3

monte4

monte5

O almoço

De véspera tinha cozido as pêras e preparado o caramelo. Em vinte minutos fizeram-se as costeletas de borrego com o acompanhamento de espargos selvagens, que começam a aparecer e que comprámos no mercado de sábado, em Estremoz.

Costeletas de borrego com espargos

6 costeletas de borrego (3 por pessoa)

sal e pimenta preta moída na hora

tomilho seco

farinha de mandioca

sumo de limão

espargos selvagens

3 dentes de alho

azeite

gordura de presunto (facultativo)

monte6

monte7

monte8

Tempere as costeletas de sal, pimenta preta moída na altura e tomilho seco.

Passe as costeletas por farinha de mandioca, sacudindo o excesso. Deixe repousar por uns vinte minutos para que ganhem gosto.

Aqueça uma frigideira de fundo anti-aderente. Junte um fio de azeite. Frite as costeletas. Pelo facto de terem sido passadas por farinha de mandioca, as costeletas vão ficar crocantes.

Antes de empratar, borrife as costeletas com algumas gotas de sumo de limão.

Os espargos

monte10

Aqueça numa frigideira de fundo anti-aderente um bom fio de azeite e doure três dentes de alho picados.

Junte na frigideira as pontas de espargos. Tape e deixe que as pontas de espargos cozinhem no azeite por breves minutos. Para que ganhem um gostinho especial pode juntar, se tiver, um pouquinho de gordura de presunto ou mesmo umas tirinhas de presunto com alguma gordura.

Gosto particularmente do sabor ligeiramente acre dos espargos selvagens. Se não apreciar, afervente-os por instantes, antes de os saltear no azeite.

monte9

Pêras com molho de caramelo

4 pêras grandes William

chá preto

1 pau de canela

1 estrela de anis

1/2 dl. de natas

para o molho de caramelo

100 gramas de açúcar

1/2 dl. de água

1 dl. de natas

1 colher(sopa) de manteiga

sal

Faça previamente chá preto. Junte ao chá já feito, um pau de canela e, se tiver, uma estrela de anis. Leve o chá ao lume num tacho e junte as pêras descascadas e inteiras. Deixe cozinhar, em lume brando, até que as pêras estejam macias.

Reserve duas pêras para cortar em quartos. As outras duas devem ser reduzidas a puré, no copo da sua liquidificadora. Junte ao puré a nata e se, achar necessário, adoce com um pouquinho de açúcar. Reserve.

Prepare o caramelo: leve ao lume um tachinho com o açúcar e a água e deixe ferver até que a calda ganhe uma cor de caramelo dourado. Junte as natas, em fio, sem parar de mexer com uma vara de arames. Retire do lume e junte a manteiga. Mexa para que a manteiga derreta. Tempere com umas pedrinhas de sal. Deixe arrefecer.

Na hora de empratar, coloque em cada prato uma boa colherada de puré de pêra.

Sobre este, espalhe um pouco do molho de caramelo.

Coloque, então, os quartos de pêra.

Polvilhe com bolacha grosseiramente ralada. As bolachas que melhor casam com esta receita serão as de especiarias.

Pode servir esta receita em copos, distribuindo o puré, o molho de caramelo e as pêras, neste caso, cortadas em cubos, pelos copos. A última poderá ser de puré ou de caramelo, polvilhado de bolacha ralada grosseiramente.

monte11

As receitas foram calculadas para duas pessoas.

43 comentários a “Domingo no Monte

  1. sara silva

    vi o seu programa, gravado naturalmente, pois nunca me encontro em casa nesse horário. vi que estiveram presentes 2 senhoras que fazem reciclagem. O Manuel Luís referiu que tem muito tempo no Alentejo e que poderia fazer reciclagem no seu tempo livre.
    Como gosto muito deste tipo de tarefas, acabei por descobrir uma página que acho fantástica na internet. decidi então, escrever-lhe para deixar esta sugestão.

    http://www.decorfacil.com

    espero que lhe seja útil, pois eu acho muito interessante.

    seja sempre feliz.

    um bem-haja

    Responder
  2. Sofia Pereira

    Olá sr Goucha, adoro o seu blogue, receitas fantásticas, e na TV, fazem um par de apresentadores espetaculares, trazem sempre alegria à casa das pessoas que os vêem, são adoráveis, adiro as vossas palhaçadas, são mesmo top top dos top. Queria muito pedir ao Goucha um favor, queria muito experimentar fazer uma paella, sei que na Internet à imensas, mas lembrei-me de si, pois é um ótimo cozinheiro e tenho a certeza que tem uma boa receita, ia adorar se me pudesse ajudar. Peço desculpa o incómodo. Muito obrigado e continue sempre assim com toda essa vida, alegria e profissionalismo.

    Responder
  3. Conceição Oliveira

    Parabéns, de novo!
    Manel Luís, o menino é uma força da natureza, este outro aspecto da vida, em contacto directo com a natureza só denuncia as boas raízes que lhe ficaram dos seus, vossos, naturalmente ancestrais.
    Nada como meter as mãos na massa, ou na terra, para delas extrair os cheiros, as sensações, únicas, que o avanço tecnológico das últimas décadas não permite mais.
    Parabéns, mais uma vez, vocês são fantásticos! Não únicos, apenas de excepção.
    Sintam-se abraçados por uma simples neta de agricultores/lavradores.

    Responder
  4. fernanda maria

    Há pessoas que trabalham a Vida.
    Poucas, infelizmente. A condução da sua, o percurso, a sapiência dos timings, a evolução.
    Muitos dias, horas e momentos felizes, todos enfileirados, para não se perderem.
    Merece. É digno. Um senhor!
    E que se faz assim, ganha a terra e o ceu. É bonito bordar a vida desse jeito.
    Felicidades para ambos.

    Responder
  5. Ilda Martins

    Olá Manuel Luís,
    Antes de mais quero dizer que o admiro muito, adoro o programa da TVI com a Cristina, são muito autênticos , revejo-me nas vossa graças e em todo o vosso saber estar, sejam quais forem as circunstâncias. A sua irreverência é formidável, sinto-me um pouco assim… vestir algo fora do comum “não na moda”… Tive o gosto de conhecer a Cristina na loja dela em 2010, andava à procura de algo para o casamento da minha filha, achei-a espantosa, mas mais introvertida, ou talvez contida na sua maneira de ser! No programa é completamente extroverdida… A si tentei conhecê-lo no “Em Banho Manel”, fui com a minha filha almoçar a S. Pedro de Sintra e fomos ao então seu Restaurante, na esperança de podermos falar consigo, perguntámos, mas não estava. Foi uma pena…
    Em relação à publicação que fez, adoro tudo, não sou Alentejana, mas comprei um Monte perto de Terena em 93 e então adoro fazer receitas Alentejanas, digo que sou Alentejana de coração (é a minha terra de eleição), embora seja do Concelho de Sintra e o Pai de Miranda do Douro e a Mãe de Viseu (ambos falecidos).
    Este fim-de-semana, fomos ao Monte, podar as videiras, tirar os restos da palmeira, cortar as sardinheiras… é o normal para quem tem um espaço “encantado”, mas eu adoro andar a jardinar e não consigo usar luvas, quando chego à Aroeira tenho umas mãos de cavadora… Não interessa nada, o que dá gozo é sermos felizes com o que fazemos…
    Vou despedir-me e agradecer-lhe pela pessoa autentica que é, gostava de passear consigo no Alqueva, estou muito próximo de Monsaraz, desejo-lhe muita Saúde, Paz e Amor… Seja Feliz
    Beijo, Ilda

    Responder
  6. Cristina SantosCosta

    … agrada-me tanto essa receita de ser FELIZ … assim … com as mãos na terra a sonhar com as cores que não tarda vão dar outra paleta aos dias mais demorados …
    O sorriso fica-vos bem!
    beijos

    Responder
  7. Manuela

    Hum devia esta muito bom manel vocês são muito queridos eu gosto de vocês e já e tempo da jardinagem beijinhos para vocês sejam felizes❤️❤️

    Responder
  8. Maria Sousa

    Olá Manuel e Rui!!

    Adorei a vossa foto juntos a tratar do jardim, todas as plantas carnudas do meu jardim, também ficaram queimadas com o frio de Janeiro/Fevereiro. Adoro quando vem o bom tempo e estar a mexer na terra e nas flores, dá paz de espírito.

    Também adorei o bom aspecto das costeletas, parece que até sinto o cheirinho que elas deviam de ter.

    Continuação de dias felizes, os dois pelo monte.

    Beijinho grande

    Maria Sousa

    Responder
  9. Carla

    Manuel
    Deliciosas receitas, as pêras devem ser divinas!
    Também fiquei com muitas plantas queimadas, mas já começam a brotar.
    Tenho oliandros são muito resistentes , só depois de os ter é que fui fazer uma pesquisa sobre eles, é uma planta tóxica e ingerir uma folha pode matar um homem com 80 kg. Gosto do efeito que dão ao jardim os meus já estão grandes.
    Gostei de ver os 2 fazem um bonito par.

    Abraço
    Carla

    Responder
  10. Ana Cardoso

    Gosto muito da Manuel, e gostei muito da jardinagem, é do que mais adoro fazer também, tenho pena de não pode lo fazer com mais frequência. Senti inveja de não poder estar ali com convosco, a mexer na terra com as mãos, a esfarelar a terra, a plantar os bolbos, enfim Jardinar.
    Bjs para os dois.
    Ana

    Responder
  11. António Bicho

    Gosto de cozinhar, para mim porque sou muito esquisito no comer. Mas aprecio todos os pratos embora não consiga ingerir.
    Mas gosto de aprender novos temperos e aplicar nas minhas invenções de culinária.

    Responder
  12. maria da luz pinto

    Ó Goucha mas que bom repasto aí nessa terra maravilhosa e o mercado de Estremoz é uma maravilha com muitas iguarias do nosso Alentejo sendo eu natural de” Odrinhas Sintra” mas fui casada com um homem de Estremoz e fiquei fã dessa linda Cidade Alentejana assim como de todo o Alentejo assim como dos seus belos pratos os quais aprendi a fazer com a Senhora minha sogra o nosso Alentejo é lindo com os seus encantos e belezas mas por estar tão apaixonado pelo seu monte não vai esquecer a boa terra de Fontanelas ? aí é mais um refigio o meu é em São Pedro do Sul ou em Sol Tróia onde temos casas agora também vamos cortar relvas e arbustos e refazer os canteiros adoramos jacintos e roseiras vou fazer essas suas receitas para a minha Pascoa bjs para vós e para esses animais do monte .

    Responder
  13. Maria do Céu Frade

    Boa tarde.
    Vi com interesse o seu blogue, que não conhecia. O Domingo no monte chamou-me a atenção, pois também tenho um monte no alentejo e percebo bem o prazer que é viajar, ao fim de semana, para lá.
    Fiquei encantada com as suas receitas, que vou experimentar.
    Gostaria de lhe pedir autorização para as publicar no meu blogue “As Receitas da Tia Céu”, com os devidos créditos, claro.
    Cozinhar é uma forma de amar os outros.
    Com os meus respeitosos cumprimentos

    Maria do Céu Frade

    Responder
  14. mariaalzira

    Manuel Luís eu gosto tanto,tanto mas tanto do senhor que não pode emaginar é um senhor destinto,em tudo que faz,que diz , a sua cultura tudo me fascina ,a educação o respeito pelo próximo compaixão pelos mais necessitados enfim ,não digo mais para não o deixar vaidoso mas a minha admiração pelo Manuel Luís é total e sincera. E agora quero dizer-lhes que gos de como se veste, mas na minha modesta opinião vestido de preto fica menos jovem desculpe é o que me parece a mim.
    Manuel Luís um abraço amistoso para si e para o Sr,Rui .Maria Alzir
    A

    Responder
  15. Paulinha Velez

    MLG..
    fiquei com fome,,,e agora onde vou buscar as costeletas???
    que maravilha de receita 😉 entretanto no meu pequeno jardim ja tenho algumas flores…pouquinhas certo mas ja tenho…pronto ficamos empatados o Manuel Luis com um grande almoço…eu com umas floreszitas

    saudadesssssss 😉

    Responder
  16. M. Helena Almeida Pinto

    Tem tudo um aspecto delicioso!
    Tenho de ir experimentando com calma, pois é só para mim e como pouco
    por norma. Adoro espargos. Também comprei muitas vezes em Estremoz
    ao sábado. Eu e o meu marido iamos muito para o Alentejo.
    Infelizmente ele partiu cedo demais. Adoro as manhãs, sózinha às vezes dou
    por mim a rir à gargalhada…. Obrigada pelas manhãs. Abraço

    Responder
  17. modesta pifano

    que bom que são aos espargos com carninha frita regadas com u bom vinho e depois uma
    bela sestinha que o tempo não dá para mais é friop e mais frio beijinhos para os dois e bom apetite para comerem e trabalhar na horta

    Responder
    1. Brites Galego

      Olá Manuel Luís gouxa adorei a sua ementa de domingo,eu sou alentejana gosto muito de espargos. Beijinhos e tudo de bom o senhor merece é um grande senhor.

      Responder
  18. Elisabete Costa Prates

    Adorei tudo que li e vi. Outra coisa não seria de esperar pois o Gouxa é um grande senhor em tudo que faz. Parabens saude e felicidades para poder fazer muito mais.
    Adorei vê-lo na foto com o Rui. Um beijo com admiração e carinho

    Responder
  19. Angelica Urrica

    Primeiro ponto sou sua fã encondicional .gostei fantástico e eu que nunca sei o que fazer para jantar/ almoço que bom vou aproveitar as suas sugestões que alegria .Saber eu até neste momento não tinha como comunicar ofereceram -me um telemóvel fixe para participar consigo .agradeço sugestões maravilhosa para eu fazer um xiiiixiii coração com muito Amor e carinho beijinhos obrigada aguardo resposta ❤❤

    Responder
  20. Olivia Bento

    Caro Manuel Luis,
    Quando partilha os seus momentos connosco fá-lo sempre com uma delicadeza poética passando da intimista Opera Garnier, para as coisas simples da terra.
    Quero deixar aqui os parabéns à nossa Tvi, uma companheira diária da minha mãe.
    Beijinho
    Olivia Bento

    Responder
  21. MARIA FILOMENA OLIVEIRA REGO PEREIRA

    BOA TARDE SHR. MANUEL LUIS GOUCHA ,OLHE GOSTO MUITO DE SI É UM SHR.COM GRANDE CORAÇÃO ,DIRETO AMIGO DO SEU AMIGO É BONITA A RELAÇÃO QUE TEM COM A CRISTINA ,HÁ MUITA INVEJA NESTE MUNDO TENHO UM PEQUENO NEGÓÇIO POIS ESTAVA A IR BEM ,MAS A INVEJA FOI MUITA MAS NÃO VOU ATIRAR A TOALHA AINDA FIQUEI MAIS FORTE É CLARO QUE ESTÁ A SER MUITO DIFIÇIL ,NÃO POSSO IR AO BANCO ,MAS DEUS HÁ-DE ME AJUDAR PORQUE FIQUEI SEM EMPREGO ASSIM COMO O MEU MARIDO ENFIM SHR.MANUEL É A VIDA DESCULPE O MEU DESABAFO MAS É PELA RAZÃO DA INVEJA FOI UMA BOFETADA DE LUVA BRANCA .OLHE GOSTEI MUITO DAS SUAS RECEITAS JÁ ANOTEI QUANDO PUDER FAÇO EU GOSTO MUITO DE ESTÁR NA COZINHA DEVE SER MUITO BOAS .AMEI VOS VER ESTE FIM DE SEMANA NA TUA CARA NÃO ME É ESTRANHA ,A TRABALHAR ONTEM NA SUA TERRA A PLANTAR FLORES MARAVILHA SHR.GOUCHA ,QUE BONITO VER OS DOIS NESTA PAZ .POR ISSO VENHO DESEJAR UMA BOA SEMANA DE TRABALHONÃO SEI SE ESTÁ DE FÉRIAS POIS SEJA O QUE DEUS QUER.UM BEM HAJA FELIÇIDADES AOS DOIS .

    Responder
  22. Maria Garcez

    Olá Manuel, gostaria de lhe dar os parabéns pela pessoa que é, porque eu admiro-o, pelo seu estilo de vida, e pelas receitas (cheias de charme) que aqui vai deixando, faltando só o sabor e cheirinho que elas devem ter, e que aqui é impossível sentir.
    Queria dizer-lhe, que adorei vê-los aos dois, nestas fotos, e felizes. Queria dizer-lhe, que esse pedaço de terra também eu adoraria poder tê-lo. Queria tanto, tanto ser feliz também assim, poder mexer na terra com as minhas mãos e semear, agarrar numa mangueira de rega e “encharcar” a terra onde um dia iria colher aquilo que deitei, feliz à terra. Posso até imaginar, com alegria e felicidade que certamente assim se sentiu e sente ao nós mostrar essas fotos maravilhosas. Beijinho, e continuem assim, mostrando como são felizes. Eu, também sou feliz com a minha família que eu construí mas faltando-me o tal pedaço de terra!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *