DANIEL RODRIGUES

Até há dois dias poucos dariam por ele um chavo… se assim não fosse não estaria desempregado, nem teria de vender a máquina fotográfica através da qual via o mundo, para pagar algumas dívidas. Se assim não fosse a foto, tirada no decorrer de uma missão humanitária na Guiné-Bissau, onde se podem ver jovens aparentemente felizes atrás de uma bola, não teria sido recusada pelos jornais ou revistas.

Daniel Rodrigues

A mesma superiormente distinguida no World Press Photo de 2013. Não faltarão agora as loas ao seu talento, os artigos e entrevistas (por mim falo que tenciono dedicar-lhe uma conversa inteira) como se sempre necessitássemos do aval do estrangeiro antes de reconhecermos quem dos nossos vale a pena. Assim foi com Paula Rego, Vieira da Silva, Maria João Pires, Amália, entre tantos outros… como se fosse fado esta pequenez que em muitos de nós habita.

12 comentários a “DANIEL RODRIGUES

  1. Avelino Manuel Saraiva Pires

    A sociedade Portuguesa, não no seu todo, mas uma grande parte, é movida pela má fé, inveja, hipocrisia, cinismo, egoísmo, arrogância, prepotência e pelo sumo da videira e afins. Ainda se vive a Democracia em Portugal à boa maneira “ROMANA”, (dá-se festa e pão seco) ao povinho, para que ele, não se lembre de mais mais. A este fotografo, que desde já o felicito pelo seu feito, e que se eu pudesse o teria em consideração para futuro, não poderia acontecer algo diferente, e não sabem porquê? Não sabem em que País vivem? A resposta é óbvia meus amigos. Podes ser muito bom, mas entretanto, ficas da parte de baixo, enquanto eu estiver cá em cima, mereça ou não…! Então não é assim em Portugal? Muito talento, ainda assusta neste bananal plantado à beira-mar. Um abraço. Avelino Pires

    Responder
  2. Menina Marota (Otília Martel)

    “…como se sempre necessitássemos do aval do estrangeiro antes de reconhecermos quem dos nossos vale a pena.
    …”

    Como sempre, há uma dose excessiva de “humildade” para que um português reconheça noutro o valor que tem.

    É muito bom, diria, quase ético, que alguém com o reconhecimento de figura pública que o Manuel Luís tem, afirme publicamente este sentimento e o saiba valorizar.

    Portugal é um País de grandes talentos, subaproveitados em muitas áreas, que precisam de ir para fora para mostrar o seu valor.

    Infelizmente só alcança reconhecimento rápido quem tem muito dinheiro para investir ou é familiar de algum “big boss”… porque a mentalidade tacanha de muita gente não vê mais além…

    Gostei que tivesse referido este assunto da forma como o fez.

    Dou os parabéns pela elegância do design gráfico desta página que, sinceramente, não me surpreende, já que o reconheço como pessoa de bom gosto e aguardo ansiosa os temas que nos irá oferecer.

    Um abraço e bom trabalho

    Responder
  3. Kelly

    Somos portugueses não há nada a fazer, isto foi a última noticia dos telejornais, um português que ganhou um prémio internaciona? é melhor nem falar disso, um concurso de fotografia? para quê que isso serve? é muito mais importante saber que o carro do Nani foi albarroado por outro carro, que o Sporting vai ter eleições, e quem será o proximo Papa, isso sim isso é noticia.

    Responder
  4. Ana Paula Rocha

    Os sucessos são mais depressa reconhecidos fora do nosso País, devia-se olhar cá dentro, conhecer e trazer para a luz os nossos talentos, e há tantos……. já agora ajudo e me dou a conhecer, se quiserem conhecer a legítima cozinha africana estou ao dispor, obrigada.
    Gosto muito da sua maneira de comunicar, fá tocar “lá dentro” como se estivesse ao nosso lado, votos de muito sucesso na sua vida e Parabéns ao Daniel e muito sucesso também, bem haja. Paula.

    Responder
  5. Elvira

    É bem verdade o que diz….Infelizmente mais uma vez o talento é primeiro é reconhecido lá fora-

    Que bom é puder ler a bela forma como o Manuel Luís escreve (porque falar já eu sabia)!

    Continuação de uma vida de Sucesso!

    Responder
  6. Miguel Enes

    Mais uma prova, que Portugal vive de aparências. Sei muito bem o que é isso e tenho apenas 19 anos, sem ter uma ideia do meu futuro, mas com a única certeza, sem um cêntimo no bolso. O Daniel um rapaz que pelos vistos tem qualidades mas por ser uma incógnita ninguém quer saber, em Portugal só dão valor ao que já está morto, porque em vida não são ninguém. Os midia só quiserem saber , por ele ser desempregado e ter vendido a máquina fotográfica para comer, mas por milagre ter ganho um prémio que em nada lhe serviu pois continua desempregado e sem máquina fotográfica. Os canais portugueses só se alimentam das desgraças dos mais fracos, e das palhaçadas dos mais ricos. tenho vergonha de ser português e ter que parecer uma coisa que não sou. Os meus pais são desempregados, o meu pai ex-toxicodependente e a minha mãe ainda o é, ambos não tem o tecto para viver e nunca se sacrificaram por mim, se não fosse a minha avó a tomar conta de mim com a sua miserável reforma (200 euros) estaria a viver debaixo de uma ponte ou morto por ai algures. O que é que este país faz pelos seus cidadãos? NADA!

    Responder
  7. helena ribeiro

    Eu pessoalmente tenho pena de sermos “portugueses “mas somos reconhecidos no Estrangeiro ,cá e um pouco difícil não nos avaliados uns aos outros porque primeiro está inveja ,Parabéns ao Daniel e que tenha muito Sucesso….

    Responder
  8. helder reis

    Sabe tão bem ler o Manuel Luis….é como se estivessemos com O apresentador de televisão, na nossa casa, na serenidade da nossa alma. Obrigado. Helder Reis

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *