Da alface ao mocho

Bongard1

Contei-lhe aqui no sábado, mal chegado a casa, depois de uma manhã passada, e muito bem, no Museu Nacional do Azulejo, visita que recomendo, como fui seduzido por uma alface em cerâmica e como procurei saber mais da sua criadora, Tara Bongard. Pesquisando na net logo percebi tratar-se de uma escultora/ceramista de origem luso-inglesa a viver em Portugal com Sylvain, suíço de Genebra, também ele mestre na arte de modelar o barro, e por isso tentei que viessem ao programa mostrar um pouco do seu talento. Gosto de mostrar na têvê, e aqui também, o que de melhor se faz no nosso país nas mais diversas artes, porque elas me interessam e fazem-me melhor.

Esta manhã, pudemos ver em estúdio, um pouco do trabalho deste casal, fruto de observação e muita criatividade, tendo a natureza como maior inspiração. A mostra a todos encantou e logo alguns aprazaram uma ida ao sul, até Ferragudo, bonita vila de pescadores junto à foz do rio Arade, para visitarem, com tempo e olhos de ver, o atelier onde centenas de peças únicas habitam espaços íntimos e arejados pátios. Em cada uma materializa-se o destino de Tara e de Sylvain, esse de amassar o barro com a memória dos dedos e das emoções.

O gato e o mocho hão-de agora guardar o meu son(h)o!

www.studiobongard.com

Bongard2

Bongard3

Bongard4

Bongard5

Bongard6

Bongard7

Bongard8

Bongard9

Bongard10

Bongard11

8 comentários a “Da alface ao mocho

  1. Maria Sousa

    Olá Manuel

    Bom dia, adorei as imagens, ainda bem que existe pessoas no Mundo com tamanha sensibilidade para a arte, que tenham muito sucesso.
    Gosto muito da alface, do gato, do mocho e do peixe.

    Beijo

    Responder
  2. Ana Azevedo

    Boa tarde,
    Obrigada por me dar a conhecer uma ceramista com um trabalho fantástico. A cerâmica fascina-me e muito leio nesse âmbito mas, efetivamente, nunca tinha ouvido falar da Tara Bongard.
    Aproveito para deixar uma achega ao seu texto: deveria ter escrito tevê ao invés de têvê.

    Responder
  3. Carla

    Manuel

    Preciosas peças, parabéns aos seus criadores.

    Soube ontem em casa que alguém muito próximo de mim o trata como ” o meu Goucha”, deve ter cônscio que é terapeuta para muita gente. Continue a criar sorrisos , a dar bons momentos ao outro.

    Abraço
    Carla

    Responder
  4. Maria Isabel mesquita

    Boa noite! Parabéns! assisti ao programa e fiquei fascinada com todo aquele belíssimo trabalho de ambos os artistas. Para si, não tenho palavras para o definir porque o admiro imenso. Beijos com o desejo de muitas felicidades.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *