Beleza não tem idade

Não hesitei quando soube do propósito do projecto “Beleza não tem idade”, uma iniciativa do Gabinete Técnico e Animação Sócio-Cultural da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, e quando me convidaram para o integrar. Sou por uma sociedade inclusiva onde todos temos os mesmos direitos e deveres, independentemente do que nos possa distinguir.

Apesar do que já se conseguiu a nível da mudança de mentalidades, o preconceito sobre os mais velhos continua disseminado na nossa sociedade e é visível em áreas tão diversas como, por exemplo, a do trabalho ou a da saúde. Entendo como falaz a ideia de que existe uma idade-limite para que um(a) trabalhador(a) deixe de ser produtivo. A idade aposta no cartão de cidadão não será o melhor indicador do processo de envelhecimento de cada indivíduo, isso dependerá de muitos outros factores que não, tão só, o da idade cronológica. Os mais velhos apresentam-se hoje com uma autonomia e independência funcional que não há muito julgaríamos impensáveis. Vejo pela minha mãe, senhora dos seus noventa e dois anos, lúcida e sem achaques de maior, que não dispensa o seu passeio diário pelas ruas da “baixinha” coimbrã, o encontro com as amigas, a ida frequente à pastelaria e ao cabeleireiro e mais ainda tudo o que faz sentir-se viva. Quando lhe pergunto,
diariamente, como se sente, é isso mesmo que me responde: “sinto-me viva!”, contrariando veemente o meu desejo de a ter por perto, como mantive no último ano. Não é sem um sorriso que lembro as suas palavras sempre que chegava a casa, depois de mais um dia de trabalho televisivo: “viver aqui é uma seca! Parece que estou num convento!”. O que lhe sobrava em espaço, faltava-lhe em convívio e aconchego com os seus amigos e pertences.

Promova-se o envelhecimento activo, invista-se em políticas que permitam que os mais velhos possam viver de forma saudável e activa. Isto só é possível com uma verdadeira mudança ideológica no modo de encarar o envelhecimento. O combate deve assumir-se em várias frentes, a começar por toda uma pedagogia junto das faixas etárias mais jovens.
Há iniciativas isoladas, quase sempre a nível autárquico, que promovem a troca de experiências entre gerações, mas muitas vezes eivadas de um paternalismo infantil que entendo como ineficaz e prejudicial. Não! Ser velho não é ser doente, incompetente, imprestável. A mudança tem de começar em cada um de nós, na forma de ver, pensar e lidar com o outro, mais velho.

foto1

foto2

foto3

foto4

foto5

foto6

foto7

foto8

foto9

foto10

foto11

foto12

foto13

foto14

Cem figuras conhecidas de diversas áreas, como televisão, teatro, cinema, moda…, foram fotografadas, em diversos ambientes, com utentes das Residências e Centros de Dia da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, com vista à edição de um livro e à concretização de uma exposição que irá estar patente ao publico em vários pontos do país, sensibilizando para esta temática. Estas são apenas algumas dessas cem fotografias.

foto15

A nossa foto:

Sim, nossa. Sinto-a minha e de quantos nela são e têm nome: Maria José Dias, Maria Luizete, Maria de Fátima e João Duarte. Muito rimos naquela tarde, dentro de um “tuk-tuk”, á porta da Igreja de São Roque, depois nos termos ajanotado com maquilhagem e roupa a preceito, enquanto o Carlos Ramos casava a luz com a sua objectiva. E o riso não desmaiou ao longo das centenas de disparos, acabando por sermos modelos também para quantos por ali passavam e, vendo aquele circo montado, logo “sacavam” dos telemóveis para tudo registar. Ouvi-lhes histórias e pasmos como aquele de me dizerem: “que feliz estou por trabalhar consigo!”. E senti-me bem, por ter dado o meu melhor.

Grato sou eu!

Fotos: Carlos Ramos

7 comentários a “Beleza não tem idade

  1. Diniz Silva

    “Se não vejamos”, Sr. Manuel Luís para quem fala corretamente é uma falha, no contexto se não é uma palavra só. Refiro-me ao artigo da viagem inesquecível no comboio do Douro.
    Continue a falar corretamente, envergonha muitos pseudo apresentadores emproados que proliferam nas televisões portuguesas.
    Bem haja e desculpe o reparo

    Responder
  2. Paulo César

    boa tarde
    este projecto foi de facto especial e tive o privilégio de fazer parte dele, fomos três os fotógrafos o Carlos Ramos, o Carlos Rodrigues e eu : Paulo César
    seis das fotos aqui partilhadas são da minha autoria
    é como muito orgulho que fiz parte da equipa
    e do projecto que aceitei desde o primeiro momento que fui convidado
    abraço

    Responder
  3. Angelina de Fátima

    Achei este projeto interessantíssimo! Adorei ver só este bocadinho.
    Gostava imenso de a ver em qualquer sitio no Porto, para também nós no norte, termos acesso a estas maravilhas.
    Um beijinho muito grande para si Manuel Luís e um bem haja para todos.

    Responder
  4. lucélia lopes

    Adorei a iniciativa e as fotos. Estou a ver ” Voçê na TV”, realmente a ”Beleza não tem idade”.
    beijinhos de Cabo Verde. Lucélia lopes

    Responder
  5. Carla

    Manuel
    Adorei,adorei!!
    Fotos lindas com pessoas lindas, concordo a beleza não tem idade. A beleza maior está no interior de cada ser, no respeitar o outro, independente da sua classe social, da sua idade, da cultura. Em outros países o velho é ser sábio, admirado, aqui ainda não existe essa cultura. Os meus parabéns pela iniciativa ao Gabinete Técnico e Animação Sócio-Cultural da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
    Um “tuk-tuk” com o motorista que todos adoram. Quando for velha e se lá chegar, quero ser uma velha toda catita, a sua mãe não parecer ter 92 que bela pele tem.
    Cito Nicolau Breyner- Gosto que gostem de mim, eu gosto muito das pessoas.
    Penso que esta frase se aplica também a si, gostar é bom .

    Passo a Pâscoa na terra de José Alho , pode ser que o veja na casa da minha madrinha é visita habitual, ali o poiso tem gente boa, genuína, gente que todos gostam.

    Boa Pâscoa
    Abraço
    Carla

    Responder
  6. Aurora Vaz Fernandes

    Adoro-o pela sua disponibilidade para as pessoas e simplicidade e carinho com que as trata.
    Nos dias de hoje é raro ver-se este tratamento para quem tem um estatuto diferente e que, quase sempre, tomam ar de vedetas e importantes.
    Beijo grande e continue assim
    Aurora

    Responder

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *